Brasil,

As mulheres e Einstein

Por Coriolano Xavier, membro do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Professor da ESPM.

Fato incomum: 1.900 mulheres discutindo agronegócio, de questões mercadológicas a tendências de tecnologia, sustentabilidade, gestão, diplomacia ambiental e uma infinidade de outros assuntos, tratados em plenário ou atividades paralelas. Mulheres de todo o Brasil, de mais de 20 estados, todas as idades e uma rica diversidade: agricultoras, profissionais do setor, mães, filhas e avós, todas engajadas de corpo e alma na produção do campo.

Foi no 4º Congresso Nacional de Mulheres do Agronegócio, dias 8 e 9 deste outubro, em São Paulo. Conversei com várias delas, com espírito de repórter. Queria saber o que pretendiam naquele evento. Registro aqui a primeira resposta que recebi: “Vim aprender mais, conhecer coisas novas”. Veio de mulher já bem madura, produtora de Goiás, associada de cooperativa. E ela ainda arrematou, com orgulho: “Estamos aqui em 52 mulheres, todas da Cooperativa”.

Entre as outras congressistas com quem falei, praticamente todas fizeram eco a essa primeira resposta. Foi quase unânime e com um detalhe: queriam aprender de tudo. Não era este ou aquele assunto, mas sim o máximo possível. Sede de descobrir, conhecer, discutir e ampliar a rede pessoal com outras agricultoras ou profissionais. E, no caso das mulheres da cooperativa goiana, foi um propósito minuciosamente planejado, com meses de antecedência.

Segundo comentaram, desde fevereiro a cooperativa vinha promovendo encontros mensais de dois dias com o grupo escalado para participar do Congresso, com o objetivo de discutir assuntos da produção agropecuária em geral, dentro de uma agenda preparatória para a participação no evento. Aliás, uma iniciativa já louvável em si, como estratégia para melhor aproveitamento da oportunidade de participar do encontro.

Esse impulso da mulher rural para apreender já tinha um registro contundente em pesquisa realizada pela Corteva em 2018, entrevistando 500 brasileiras do campo. No levantamento, 80% das entrevistadas afirmaram ter interesse em receber mais treinamento e oportunidades de estudo, pois viam nisso o único caminho para superar barreiras que impedem as mulheres de terem uma participação plena e bem-sucedida no agronegócio.

O papel da mulher na produção de alimentos é central. Trabalha, cria, produz, cuida e educa. E agora, pelo que observei, estão interessadas como nunca em se aprimorar, “mudar as coisas”, melhorar suas vidas e deixar um legado com orgulho. Mulheres atuantes, buscando visibilidade e empoderamento. Pés no chão, mas dispostas a melhorar o resultado econômico e a governança de suas atividades, prontas para desafiar a realidade.

Após dois dias convivendo com aquele enorme, consciente e irrequieto contingente de mulheres, pensei com os botões: o Brasil vai dar saltos, sim, e antes do que imaginamos emergirá um agro desenhado só pela sustentabilidade, mais próximo da sociedade e ligado no mundo. No que depender daquelas quase duas mil mulheres, líderes em suas comunidades, vai ser assim. Certa vez, Einstein disse: “A mente que se abre a uma nova ideia jamais volta a seu tamanho original”.

Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo