Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

IX Congresso ANDAV ressalta a importância do mercado de distribuição de insumos agropecuários

  • Crédito de Imagens:Divulgação - Escrito ou enviado por  Mecânica Comunicação Estratégica
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Agro
  • Imprimir

Evento recebeu mais de 5 mil profissionais do segmento, entre presidentes, CEOs, diretores, gerentes e técnicos, representantes de entidades setoriais e lideranças governamentais

O maior e mais importante evento para negócios, relacionamento e atualização do mercado de distribuição de insumos agropecuários. Essa é a definição da nona edição do Congresso ANDAV – Fórum & Exposição, segundo os mais de 5 mil profissionais que estiveram no Transamérica Expo Center, em São Paulo, durante os dias 12, 13 e 14 de agosto. Para as 93 empresas expositoras nacionais e internacionais, a feira foi importante também para o desenvolvimento e o planejamento de ações estratégicas para a evolução do segmento no país.

Segundo Antonio Henrique Botelho de Lima, presidente do Conselho Diretor da Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV), entidade realizadora do Congresso ANDAV, o encontro mais uma vez foi um sucesso, superando todas as expectativas. “Nós temos evoluído muito desde o primeiro Congresso. Com certeza, nos firmamos como um dos maiores eventos do agronegócio brasileiro. O debate sobre inovação foi um dos pontos fortes desta edição, porque estamos num momento de transição do nosso mercado. No Congresso ANDAV, nós, distribuidores, discutimos temas do dia a dia do nosso negócio, o que precisamos trabalhar nas nossas estratégias internas e ainda temos contato com os nossos parceiros e fornecedores durante três dias”, pontuou.

Para a próxima edição, que acontecerá entre os dias 12 e 14 de agosto de 2020, a ANDAV prevê um crescimento de 20% em termos de área total, passando dos atuais 10 mil m² para 12 mil m². “O sucesso deste ano também pode ser medido pela renovação, porque já temos vários expositores confirmando presença na próxima edição. Alguns querendo, inclusive, dobrar o espaço de exposição, além da participação de novas empresas. Assim, estamos pavimentando o sucesso de 2020, que será a 10ª edição e irá coincidir com os 30 anos da ANDAV”, afirmou o presidente do Conselho Diretor da ANDAV.

Leandro Sitta, gerente de Acesso ao Mercado Brasil da Syngenta, afirmou que o evento é muito positivo. “Ele desperta na rede de distribuição a necessidade de evolução, pois o mercado está evoluindo, as tecnologias estão chegando ao agricultor e nesse processo todo a ANDAV está ajudando os distribuidores. Viemos com foco voltado para o futuro e os nossos clientes também. A Syngenta tem participado desde o início; foi uma das patrocinadoras do Congresso, acredita no evento e estará aqui em 2020”. Para Ricardo Bertocco, da área de Marketing da Kimberlit Agrociência, o evento é bom e o conteúdo e a organização têm funcionado muito bem. A empresa participou pela quinta vez consecutiva.

Fórum abordou temas mais importantes para o segmento

O Fórum, com o macrotema “O Distribuidor 4.0”, movimentou um público de mais de 5.000 congressistas, com a plenária sempre lotada. No primeiro dia, 12 de agosto, pela manhã, foi realizado o 2° Encontro das Mulheres na Distribuição, com a palestra de abertura da economista-chefe da XP Investimentos, Zeina Latif, que fez uma análise da conjuntura econômica, recomendando o bom senso na gestão dos negócios e o olhar atento à guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Na sequência, o Painel Novas Tendências em Gestão de Pessoas, trouxe as apresentações de André Souza, CEO da Futuro S/A, que mostrou que a transformação vivenciada na sociedade e no mundo também afeta a gestão de pessoas e a cultura organizacional das empresas; de Daniela Hork Kruel, gerente de RH da Agrofel Grãos e Insumos, que reforçou a importância de ouvir os funcionários e reconhecer os méritos para a retenção de talentos; e de Pollyana Oliveira Brasil, executiva de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas do Grupo TecAgro, que enfatizou que uma boa política de desenvolvimento dos recursos humanos envolve parceria. No painel Liderança: União de Forças, Ligia Zotini, fundadora do Voicers, destacou as diferenças de lideranças entre homem e mulher e Natasha Bontempi, especialista em Transformação Digital, ressaltou que o bom líder tem várias características, mas a mais comum é que todos eles são educadores.

Com o auditório completamente lotado, foi realizada a cerimônia oficial de abertura do Fórum do Congresso, com os pronunciamentos de Antônio Henrique Lima Botelho, do secretário da Agricultura de São Paulo, Gustavo Junqueira, do deputado federal Arnaldo Jardim e do secretário de Desenvolvimento Econômico do Mato Grosso, Cesar Alberto Miranda Lima.

Na palestra magna, Wilson Vaz de Araújo, diretor de Financiamento e Informação da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), disse que o ministério trabalha para que até o final de agosto esteja concluída uma série de medidas que devem resultar na MP do Agro, Medida Provisória do Agronegócio.

O economista Ricardo Amorim disse que a guerra comercial dos Estados Unidos com a China e a perspectiva de novo embate dos EUA também com o México pode impulsionar alguns setores do agronegócio brasileiro. Tratando do impacto das principais inovações tecnológicas ocorridas nos últimos anos sobre vários negócios, o escritor e empreendedor Sandro Magaldi alertou para as ameaças que podem sofrer os negócios dos distribuidores de insumos agropecuários caso ocorra no segmento alguma ruptura devido a inovação nos negócios e na tecnologia.

O segundo dia, 13 de agosto, teve na programação uma novidade, o ANDAV Talks, com um formato dinâmico e interativo que abordou o tema Modelo Inovador de Negócios: O Futuro da Distribuição, e envolveu seis palestrantes. Carlos Eduardo Dalto, professor da FGV, comentou sobre a nova dinâmica do agronegócio, em que a aplicação de novas tecnologias como drones, veículos altamente motorizados e conectividade são apenas a ponta do iceberg da renovação. Na sequência, Tania Moura, vice-presidente executiva da Associação Brasileira de Profissionais de RH (ABPRH), alertou sobre a mudança do perfil do segmento, que está entrando na terceira geração, passando a ter gestores mais jovens, ou mesmo entrando em processos de fusões. Já Mariely Biff, consultora em gestão empresarial, abordou o desafio da sucessão nas empresas do agronegócio, caracterizadas em grande parte como empresas familiares.

O advogado Karis Novickis, professor do programa de implementação de compliance do Insper, focou nas medidas administrativas que o distribuidor de insumos agrícolas e veterinários podem adotar para afastar riscos jurídicos, fiscais e trabalhistas. Mayra Theis, especialista em agrobusiness da PwC, abordou questões sobre consolidação, fusões e aquisições; e Manoel Perez Neto, da Zurique Consultores Associados, chamou a atenção para o crescimento das recuperações judiciais que vem ocorrendo no agronegócio de forma geral. Ao final do ANDAV Talks, os debatedores retornaram para apresentar uma pesquisa organizada com os temas mais relevantes organizada por meio da interação do público com o aplicativo online Edupulses. Todo o material das palestras embasará um e-book que será distribuído aos participantes do Congresso ANDAV.

Destaque da programação, a divulgação da 4ª Pesquisa Nacional da Distribuição foi proferida por Fernando Abraão, diretor do Conselho Diretor da ANDAV, que apresentou os dados que reforçam a importância do mercado da distribuição para o agronegócio nacional. Ano passado, o setor registrou um faturamento de R$ 46,8 bilhões, o que representa um crescimento de 6,3% ante o resultado de 2017, quando o segmento alcançou R$ 44 bilhões. Uma informação importante divulgada é que 48% das 7,5 milhões de propriedades rurais são atendidas pelo mercado de distribuição. “Isso reforça o poder da capilaridade da distribuição no Brasil, atendendo todos os tipos de propriedades distribuídas nas mais diversas regiões do país”, afirmou Abraão.

A ANDAV também entregou o Prêmio ANDAV: Você Faz a Diferença para Daren Coppock, CEO da Agricultural Retailers Association, por sua colaboração com os distribuidores de insumos brasileiros. O segundo homenageado foi Dionísio Luiz Pisa Gazziero, pesquisador da Embrapa, que recebeu o prêmio das mãos de José Hara, da empresa Agrohara, por sua contribuição cientifica para o agro . E o prêmio também foi entregue para Ademir Pereira da Silva, idealizador da Campanha Tampamania, uma iniciativa promovida pelo Rotary Club de Goiânia, que arrecada tampas de plásticos de diversos tipos de embalagens que são vendidas para recicladoras e cuja renda é revertida para a compra de cadeiras de rodas.

Para fechar o dia, o escritor e palestrante Luciano Pires ressaltou a importância de se tornar um agente de informação para o seu cliente.

O terceiro e último dia do Congresso discutiu o tema Painel Distribuição 4.0: O Sopro de Inovação das Startups, Big Data & Data Anltics, IA e Outras Tecnologias aplicadas à Distribuição, e teve como painelistas Silvia Mussrahá, diretora do Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento da Embrapa Informática Agropecuária, que falou sobre um agronegócio baseado em cultura digital; Ronaldo Oliveira, partner development manager do Brasil e Latam da Amazon, que comentou a respeito o ciclo atual de vida das empresas e suas dificuldades; e Fabricio Pezente, CEO da trAlve Finance, cujo foco foi o bom momento para os investimentos em tecnologias voltadas para o agro.

Na sequência, Renato Leite, advogado especialista em proteção de dados, detalhou os efeitos da nova Lei Geral de Proteção de Dados, que entra em vigor em agosto do próximo ano, sobre as atividades dos distribuidores de insumos agropecuários.

O painel Competitividade: Os Desafios das Distribuidoras para se Manterem Competitivas e Acima de Tudo Relevantes foi debatido por Matheus Cônsoli, sócio da Markestrat Group, que destacou que o desafio do distribuidor hoje é lidar com um agricultor que está melhor informado; Gustavo Barbosa, diretor comercial da Luft Solutions; que defendeu que o e-commerce é um canal de vendas que precisa ser considerado nas estratégias dos distribuidores; e Luciano Daher, diretor Comercial da Syngenta, que salientou que o empresário do setor tem de continuar prestando um serviço personalizado ao produtor, independente de qual canal de vendas usar.

Por fim, o professor e escritor Pedro Calabrez destacou a capacidade de transformação do ambiente por parte do ser humano e que não depende de tecnologia para avançar, mas de uma mudança de padrão de pensamento.

Na edição deste ano, pelo terceiro ano consecutivo, o Congresso ANDAV contou com três treinamentos do EDUCANDAV, programa da ANDAV destinado ao ensino e a troca de informações entre profissionais das distribuidoras de todo o país. O EDUCANDAV teve como foco os temas: vendas e marketing, financiamentos e operações de barter. Já o Innovation Showcase contou com a apresentação de cases de sucesso e tendências do mercado brasileiro de distribuição de insumos agropecuários, ministradas por especialistas dos seguintes expositores: Aqua do Brasil, Cropline, Fesa Group, Kimberlit, Kimitec Group, Maiore, Pagsafra, Perfarm, Rizobacter do Brasil e TBDC Agro Softwares.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo