Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mineradora inglesa Verde intensifica atuação no mercado de grãos, com participação na Agrochapada

Empresa produz o fertilizante potássico K Forte e outras soluções para o mercado agrícola

O município de Chapada Gaúcha, localizado no norte de Minas Gerais, destaca-se no agronegócio brasileiro por conta da produção de soja e milho. Com o objetivo de intensificar a participação neste mercado de grãos, a Verde, mineradora inglesa controlada por brasileiros, participa da Agrochapada, que está sendo realizada até o dia 26 de julho, neste município.

Durante o evento, a empresa também ampliará o relacionamento com agricultores da região noroeste de Minas Gerais e de Goiás e destacará resultados de suas soluções.

Entre elas, destaca-se o inovador fertilizante potássico K Forte, rico em Potássio, Silício e Magnésio, elementos importantes para o desenvolvimento de plantas mais saudáveis e de alimentos mais nutritivos. O efeito residual do K Forte garante que os níveis de potássio no solo permaneçam equilibrados por mais tempo. Além disso é livre de sódio, cloro, acidificação, compactação e salinidade, que prejudicam o solo e os microrganismos benéficos presentes nele, protegendo assim o patrimônio do produtor para futuras gerações.

A matéria-prima do K Forte é o siltito glauconítico, uma rocha sedimentar rica em glauconita e que possui propriedades para o desenvolvimento e nutrição das plantas, além de promover a melhora da estruturação do solo.

Visite a Verde no estande 6C do Parque de Exposições de Chapada Gaúcha e saiba mais sobre como aumentar a produtividade e a qualidade das suas culturas com o K Forte!

Mais informações no site www.verdeagritech.com.br

Sobre a Verde:

A Verde é uma mineradora inglesa controlada por brasileiros. Foi fundada em 2005 pelo mineiro Cristiano Veloso. Desde 2007, está listada na bolsa de valores de Toronto, Canadá. Com foco voltado para o mercado de agrotecnologia, a empresa tem o objetivo de entregar soluções inteligentes para os problemas e desafios da agricultura do século 21.

O propósito da Verde é melhorar a saúde das pessoas e do Planeta, através de produtos inovadores de alta eficiência agronômica que promovam uma agricultura sustentável e rentável, que produzam alimentos nutritivos e minimizem os efeitos da mudança climática.

Entre os membros do Conselho Administrativo da Verde está Alysson Paolinelli, ex-ministro da Agricultura e ganhador do World Food Prize em 2006. Com vasta experiência em agronegócio, Paolinelli, considerado o pai da Agricultura Tropical, tem uma atuação estratégica na empresa e é um grande incentivador dos projetos da Verde.

Os principais produtos da Verde são K Forte e Silício Forte.

O K Forte é um fertilizante mineral de liberação progressiva, fonte de macro e micronutrientes importantes para aumentar o valor nutritivo dos alimentos. É livre de cloro, sódio, acidificação, compactação e de perdas por lixiviação. Sua matéria-prima é o siltito glauconítico, uma rocha sedimentar rica em glauconita. A glauconita é utilizada na agricultura desde 1760 nos Estados Unidos. O siltito glauconítico possui propriedades para o desenvolvimento e nutrição das plantas, além de promover a melhora da estruturação do solo.

Já o Silício Forte é um produto natural rico em Silício, elemento que fortalece as células epidérmicas das plantas, o que dificulta a perda de água. O silício também reforça as paredes celulares, resultando no desenvolvimento de uma camada de cutícula mais espessa e forte, formando um escudo contra pragas e doenças. Além disso, o Silício melhora a disponibilidade de nutrientes, aumenta a taxa fotossintética, reduz o acamamento e contribui para uma melhor captação de luz solar.

Investimento - A Verde já investiu mais de R$ 200 milhões em pesquisas e desenvolvimento que possam melhorar a agricultura. Ao longo dos anos firmou parcerias com mais de 10 universidades no Brasil e no exterior, incluindo a Universidade de Cambridge e Cranfield, na Inglaterra. No Brasil, algumas das instituições parceiras são: Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade de São Paulo (USP), Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Universidade Federal de Lavras (UFLA), Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Universidade Federal de Viçosa (UFV), Universidade de Pernambuco (UPE) e Universidade Federal de Goiás (UFG). Grandes empresas e grupos agrícolas também realizaram testes de campo com os produtos como: Arcelor Mittal, Alliance One, BP Biocombustíveis, Citrosuco, Goiasa, Grupo Amaggi, Grupo Bom Futuro, Grupo Mallmann, Grupo Rochetto, Jalles Machado, Raízen, Universal Leaf Tabacos, dentre outros.

Pioneirismo - A Verde opera a primeira mina de potássio brasileira nos últimos 33 anos. Em 2018, inaugurou sua planta industrial para produção de fertilizante potássico. O projeto está localizado no município de São Gotardo, na região do Triângulo Mineiro. O processo produtivo é sustentável, sem consumo de água e produtos químicos e sem geração de rejeitos ou construção de barragens. A área lavrada é composta, principalmente, por pastagem degradada, que será transformada em floresta.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo