Brasil,

TOKIO MARINE SEGURADORA

Capital humano

Por Coriolano Xavier, membro do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) e Professor da ESPM.

O agronegócio brasileiro é a potência que é porque lá atrás desenhou um futuro e preparou-se para buscá-lo e depois continuar construindo sua expansão. Um dos fatos que mostram isso é a produtividade do trabalho no agro, que evoluiu na casa de 5% ao ano, de 1985 a 2015. Só para comparar, no mesmo período a indústria teve um desempenho negativo (-1% ao ano) e o setor de serviços ficou estagnado, rondando zero.

Um estudo da Secretaria de Agricultura de São Paulo, no fim dos anos 1990, apontava que no Estado 80% dos trabalhadores rurais que lidavam com defensivos agrícolas tinham no máximo quatro anos de escolaridade. Essa história é contada no Centro de Engenharia e Automação (CEA) do Instituto Agronômico (IAC), lembrando que também recebiam pouco treinamento e a informação técnica gerada pela pesquisa enfrentava gargalos para chegar ao campo.

As dificuldades foram, então, progressivamente encaradas de modo mais intensivo e coordenado por programas de governo (como é o caso do próprio CEA), ou via parcerias com indústrias do setor, levando treinamento especializado para aplicadores e produtores rurais. Uma dessas parcerias público-privadas, por exemplo, já tem 12 anos de atuação e treinou 65 mil agricultores de todo o Brasil, em mais de 3.000 ações de campo.

Também por volta do ano 2000, pouco se conhecia ainda sobre a segurança de EPIs para trabalhar em tratamentos fitossanitários. Na época, segundo o CEA, nem normas de qualidade existiam para a produção desse tipo de equipamento e foi então que os primeiros estudos começaram a estabelecer protocolos técnicos e de qualidade para EPI agrícola, cuja consolidação iria acontecer cerca de cinco anos depois.

Quando se pensa no Brasil como um todo, ainda há desalinhamentos entre o ideal e a realidade nessa questão de qualidade e produtividade do trabalho. O importante é estimular propostas concretas de ação, como a ideia de “pesquisa participativa” experimentada agora pelo IAC no programa Aplique Bem, engajando o agricultor como multiplicador regional, para ganhar tempo e terreno no desafio de auditar pulverizadores e qualificar aplicadores.

Como naquele final de século XX, nosso agronegócio vive hoje um ponto de inflexão, com a chegada das tecnologias de informação, automação e inteligência artificial. Uma poderosa onda de inovações está em curso e começa a revolucionar os padrões de produção e gestão operacional no campo. Tecnologias disruptivas já estão em uso, outras evoluem rapidamente, e seus impactos serão profundos sobre o perfil dos empregos e dos profissionais.

O agro precisa fazer com urgência reflexões sobre as necessidades, e os requisitos de qualificação e treinamento, de recursos humanos para o agro digitalizado. Isso vale para todas as cadeias produtivas, pois nada avança sem capital humano. Ou melhor, nada melhora de forma sustentável sem recursos humanos com a qualificação necessária para as profundas transformações do mundo de hoje, não só no agro, aliás, mas em toda a economia.

Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo