Brasil, 20 de Novembro de 2019

TOKIO MARINE SEGURADORA

Telefónica Open Future_ fecha 2017 com crescimento no número de projetos e espaços

· Cresceu o número de startups aceleradas (6,7%), investidas (12%) e com produtos ou serviços que interessam ao Grupo Telefónica

· Aumentou em 37% a saída de capital em startups investidas pela Telefónica, em função de venda ou lançamento em bolsa de valores

· Foram incorporados 26 novos Crowds, espaços de pré-aceleração junto a parceiros públicos ou privados em todo o mundo

A Telefónica, por meio de sua plataforma de inovação para empreendedores, investidores e startups, Open Future_, fechou 2017 com um portfólio formado por mais de 1.700 startups. Desse total, 783 foram investidas por ao menos um dos veículos de investimento da companhia, como a rede da Wayra, a de fundos de terceiros Amérigo ou o fundo corporativo Telefónica Ventures. Entre elas se destacam KDPOF, Aerial e Vilynx, investidas pelo Amérigo.

Nesse período, também houve importantes ‘saídas’, seja pela venda de empresas a terceiros, como foi o caso da Upplication (investida pela Wayra) e da Review Pro e Mindmeld (dos fundos Amérigo), ou ainda pelo lançamento em Bolsa, como ocorreu com a Quantenna (Telefónica Ventures).

Durante 2017, aumentou também o número das startups investidas que fecharam acordos com a Telefónica. Chegou a 120 o total de companhias que fizeram negócios com a operadora, como são os casos de Myfixpert, Qustodio, Reglare, Trocafone e Countercraft. No Brasil, 20% do portfólio das startups já fizeram ou fazem algum tipo de negócio com a Vivo.

A companhia, que já analisou mais de 20.000 projetos em todo o mundo, seguirá investindo nas tecnologias mais demandadas pelos usuários e que estão diretamente relacionadas com o negócio da Telefónica, como são as redes (fixas e móveis), cibersegurança, Internet das Coisas, vídeo, realidade virtual ou inteligência artificial.

Novos espaços de aceleração

A presença da Open Future_ nos distintos ecossistemas de inovação e empreendedorismo cresceu durante 2017. Além das 11 academias Wayra existentes em 10 países (Alemanha, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Espanha, México, Peru, Reino Unido e Venezuela), o número de Crowds – espaços de colaboração dirigidos a projetos em fase inicial criados junto a parceiros públicos e/ou privados – chegou a 66 (frente aos 40 existentes no final de 2016). Esses Crowds estão distribuídos pela Espanha, Reino Unido, Argentina, Brasil, Chile, Peru, Costa Rica, Equador, México, Guatemala, Coreia do Sul e China.

No Brasil, foram criados três Crowds no ano passado: o primeiro no Rio de Janeiro, com o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro; o segundo em Sorocaba, com a Facens (Faculdade de Engenharia de Sorocaba); e o terceiro em Campinas, em parceria com o CPqD, por meio do Hiperespaço, e com a Unicamp, por meio da Agência de Inovação Inova Unicamp.

Em 2017, foram firmadas algumas alianças e realizadas chamadas globais que ampliaram o papel do Open Future_ na esfera internacional. Entre elas, destaca-se a 2ª convocatória global de Go Ignite, a aliança entre Deutsche Telekom (hub:raum), Orange (Orange Fab), Singtel (Singtel Innov8) e Telefónica (Telefónica Open Future_), para buscar soluções acessíveis ao mercado nos campos da Inteligência Artificial (IA) aplicada à experiência do consumidor, Casas Conectadas, Cibersegurança e IoT.

Além disso, foi realizado o primeiro desafio global em conjunto com a Rafa Nadal Academy by Movistar para buscar soluções tecnológicas disruptivas aplicadas ao esporte de elite. A startup espanhola iAltitude foi a vencedora com sua plataforma de treinamento personalizado de altitude simulada.

Por fim, durante o ano passado, foi finalizado o ODINE, programa apoiado pela União Europeia (UE) para a incubação de startups e pequenas empresas europeias para a busca da próxima geração de negócios digitais. Foram 7,5 milhões de euros investidos em startups de Open Data procedentes de 18 países europeus e a mais alta qualificação da Comissão Europeia para o projeto. E foi a própria Comissão Europeia, sob a iniciativa Startup Europe Partnership, fechou o ano com a publicação do ranking realizado pela consultoria de inovação aberta ‘Mind the Bridge’ e a fundação em inovação Nesta, no qual a Telefónica figura como a 2º corporação melhor valorada do Velho Continente.

Sobre Telefónica Open Future_

Telefónica Open Future_ é una plataforma global desenhada para conectar empreendedores, startups, investidores e sócios públicos e privados de todo o mundo para captar oportunidades de inovação e de negócio. Seu objetivo é apoiar o talento em todas suas etapas de crescimento mediante um modelo integral de aceleração e de conexão com organizações, investidores e empresas. O programa integra todas as iniciativas de inovação aberta, empreendimento e investimento do grupo Telefónica (Pense Grande, Talentum Startups, Crowdworking, Wayra, Fundos de investimento Amérigo, Fundos corporativos Telefónica Ventures) mediante uma rede global que se abre à incorporação de parceiros externos que queiram desenvolver suas próprias estratégias de empreendimento e investimento e conecta-las com grandes empresas. A plataforma já recebeu mais de 54.000 propostas e investiu em mais de 783 startups, tendo acelerado um total de mais de 1.700. Telefónica Open Future_ tem presença en 17 países e junto com seus parceiros já comprometeu mais de 425 milhões de euros para investimento desde 2011.

Sobre a Telefônica Vivo

A Vivo é a marca comercial da Telefônica Brasil, empresa líder em telecomunicações no País, com 97,6 milhões de acessos (3T17). A operadora atua na prestação de serviços de telecomunicações fixa e móvel em todo o território nacional e conta com um portfólio de produtos completo e convergente para clientes B2C e B2B – banda larga fixa e móvel, ultra banda larga (over fiber), voz fixa e móvel e TV por assinatura. A empresa está presente em 4,1 mil cidades, sendo mais de 3,9 mil com rede 3G e mais de 2 mil com 4G, segmento em que é líder de Market Share. A operadora ainda oferece o 4G+, internet duas vezes mais rápida que o 4G. No segmento móvel, a Vivo tem 74,6 milhões de clientes e responde pela maior participação de mercado do segmento (30,8%) no país, de acordo com resultados do balanço trimestral (3T17). Guiada pela constante inovação e a alta qualidade dos seus serviços, a Vivo está no centro de uma transformação Digital, que amplia a autonomia, a personalização e as escolhas em tempo real dos seus clientes, colocando-os no comando de sua vida digital, com segurança e confiabilidade. A Telefônica Brasil faz parte do Grupo Telefónica, um dos maiores conglomerados de comunicação do mundo, com presença em 21 países, 344,5 milhões de acessos, 125,9 mil colaboradores e receita de 52,0 bilhões de euros em 2016.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS