Brasil, 17 de Novembro de 2018

+ F O N T E -

Cooperativismo mineiro cresce e movimenta R$ 46,7 bilhões por ano

Cooperativismo mineiro cresce e movimenta R$ 46,7 bilhões por ano

Estes e outros dados estão presentes na 13ª edição do Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro, lançado pelo Sistema Ocemg. Os dados também poderão ser acessados pelo aplicativo desenvolvido pela entidade

Mais uma vez, o cooperativismo mostra sua força em Minas Gerais. O segmento registrou alta pelo quarto ano consecutivo no Estado. Em 2017, as cooperativas movimentaram um total de R$ 46,7 bilhões – crescimento de 7,7% em relação 2016, quando foram registrados R$ 43,3 bilhões. Destaque também para a participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB) estadual, que ficou em 8,1%. Os valores ganham ainda mais relevância quando comparados com o crescimento econômico do Brasil e de Minas Gerais. No mesmo período, a economia no Estado teve alta de 0,6%, enquanto o Brasil obteve um aumento de 1%.

Ainda no ano passado, o segmento registrou um crescimento de 5,9% no número de cooperados em Minas, o que equivale a 88 mil novos membros, contabilizando mais de 1,5 milhão de pessoas. O cooperativismo segue também como um grande gerador de postos de trabalho, com um crescimento de 3,5% no quadro funcional ultrapassando a marca de 39 mil pessoas empregadas. A economia brasileira, por sua vez, fechou quase 21 mil postos formais de trabalho no ano passado, de acordo com o Ministério do Trabalho, completando assim o terceiro ano consecutivo com perda de vagas formais.

Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro

Estes e outros dados fundamentais para compreender o setor cooperativista estão presentes na 13ª edição do Anuário de Informações Econômicas e Sociais do Cooperativismo Mineiro. A publicação, organizada pelo Sistema Ocemg é considerada referência para o segmento. O Anuário traz uma radiografia do setor no Estado, por meio da consolidação de dados enviados pelas próprias cooperativas, como informações econômico-financeiras, exportações, quadro social e funcional do segmento, contribuições do cooperativismo para a sociedade, investimentos, entre diversos outros números.

A novidade para este ano é o lançamento do aplicativo “Cooperativismo em Minas”. Por meio da ferramenta, agora é possível consultar os dados do cooperativismo mineiro dos últimos cinco anos. As cooperativas poderão, através de um login pré-cadastrado, fazer comparativos por ramo e em relação ao Estado, de forma interativa e dinâmica. O aplicativo já está disponível para download no Google Play e na Apple Store.

A força do cooperativismo mineiro

Os números positivos do cooperativismo em Minas Gerais são motivo de comemoração para o presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato. “Tudo isso confirma que as pessoas cada vez mais acreditam no cooperativismo. Os dados nos motivam e asseguram que o cooperativismo, modelo socioeconômico inspirador, é um segmento diferenciado, no qual o trabalho é feito com transparência e os resultados distribuídos com equidade”, explica.

O cooperativismo possui forte papel econômico e social em Minas Gerais. O Estado é o 2º maior em número de cooperativas do país, o 4º em número de cooperados e o 5º maior em termos de geração de empregos. O segmento totaliza 1,58 milhão de cooperados, 39,5 mil empregados, reunidos em 768 cooperativas. As cooperativas geram ainda R$ 1,8 bilhão em tributos, que representaram 5,7% do faturamento total de 2017, um crescimento de 17,8% em relação ao ano anterior.

Os quatro ramos do cooperativismo, responsáveis pela maior parte da movimentação de renda em Minas Gerais, foram Agropecuário, Crédito, Saúde e Transporte. Juntos, eles representam 86% dos R$ 46,7 bilhões. Já os segmentos que mais geraram postos de trabalho foram Saúde, com 713 novos empregados e o Agropecuário, com 610 contratados. Em 2017, o salário médio dos empregados das cooperativas mineiras foi 35,7% superior ao salário médio dos empregados do setor privado do Estado, que corresponde a R$ 1.804,00* (Fonte: IBGE 2017).

O ramo agropecuário apresentou uma movimentação econômica de R$ 17,7 bilhões, representando 38% da atividade econômica do cooperativismo no Estado. Minas Gerais é o maior produtor nacional de café e leite, correspondendo por 52,9% e 27% da produção nacional, respectivamente. As cooperativas agropecuárias mineiras foram responsáveis por 45,94% desse total em 2017. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), as cooperativas mineiras mantiveram juntas o 3º lugar no ranking das exportações das cooperativas brasileiras e atingiram o montante de US$ 700,5 milhões, 11% a mais que em 2016.

O Anuário

As cooperativas responderam em 2018 a um questionário encomendado pelo Sistema Ocemg, de acordo com cada ramo de atuação, considerando o exercício do ano passado. Esses dados foram cruzados para que fossem ranqueadas as organizações de maior destaque em seu ramo e no Estado. O Anuário reúne informações sobre quadro social e funcional, movimentação econômica, contribuições para a sociedade, investimentos, exportações, entre diversos outros indicadores.

Considerado a principal fonte de pesquisa do segmento em Minas Gerais, o documento contém, ainda, o ranking das cinquenta maiores cooperativas mineiras e serve como instrumento de consulta, já que registra os acontecimentos do segmento cooperativista no decorrer de 12 meses. O conteúdo completo do anuário pode ser acessado pelo site www.minasgerais.coop.br.

O Sistema Ocemg

O Sistema Ocemg é formado pela junção de duas instituições: o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Minas Gerais (Ocemg), órgão de representação política, sindical-patronal e de defesa do cooperativismo no Estado; e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Minas Gerais (Sescoop-MG), responsável pelas atividades de formação profissional, monitoramento e promoção social das diversas cooperativas de Minas.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo