Brasil, 22 de Agosto de 2018

+ F O N T E -

Os erros mais comuns que as empresas cometem ao tentar proteger seus dados

Entenda quais são as responsabilidades dos usuários, os cuidados que devem ser tomados e as soluções disponíveis

Cada vez que não trocamos as nossas senhas nos períodos em que nos é exigido, usamos nosso e-mail corporativo para criar uma senha em um aplicativo ou realizar uma compra em um e-commerce, ou mesmo clicamos em um e-mail sem refletir muito a respeito, mesmo notando que ele tem algo que foge ao padrão da empresa, estamos entregando nas mãos de criminosos as nossas credenciais corporativas e facilitando seu acesso às informações dos locais onde trabalhamos. A partir de brechas, os hackers passam a conhecer um pouco mais sobre a empresa, estudar sua cultura e criar e-mails falsos, justamente incentivando o clique para disseminar vírus, derrubar sistemas, entre muitas outras possiblidades. Tudo o que eles precisavam era de uma brecha que nós mesmos demos.

Assim, gostaria de sugerir uma pauta sobre os erros mais comuns que as empresas cometem ao tentar proteger seus dados e quais são as medidas e soluções disponíveis para isso. Como fonte, sugiro Eduardo Bernuy Lopes, líder em segurança da Redbelt, consultoria de segurança cibernética, fundada em 2009 e que tem como grande diferencial o RIS – Risk Information Security – plataforma proprietária protege as informações de cerca de 80 mil usuários em mais de 180 mil dispositivos. A empresa acaba de lançar o RIS integrado ao Microsoft Office 365 o que viabiliza a redução do tempo de resposta aos incidentes de segurança, prevendo ataques relacionados à identidade de usuários e fazendo as recomendações necessárias.

Sobre Eduardo Bernuy Lopes - um dos fundadores da Redbelt (2009) e responsável pela coordenação de projetos e soluções relacionadas à cibersegurança. Eduardo trabalha na área de Segurança da Informação há 15 anos, com formação em Penetration Testing e Pesquisa Forense. Atuou em projetos de auditoria de segurança do governo federal, seguradoras e grupos de cartões de crédito. Dentro das certificações, é ISO27001 Lead Auditor, Certified Ethical Hacker, entre outras. Nos últimos 7 anos, participou da implementação de projetos de MSS (Management Security Services) em grandes empresas do segmento financeiro, construção civil e órgãos públicos. Foi instrutor de treinamentos especiais no Centro de Defesa Cibernética (CDCiber) do Exército Brasileiro e Bug Hunter no Departamento de Segurança da Informação e Comunicações da Presidência da República. Eduardo também integrou a equipe de desenvolvimento do Cyber Threat Intelligence no NARA (Núcleo de Aplicações em Redes Avançadas) e Rede Acadêmica de São Paulo (ANSP.br), além de ter atuado como apoiador e orientador de diversos projetos de P&D de soluções de segurança cibernética junto aos laboratórios da ANSP.

Sobre a Redbelt:

Fundada em 2009, a Redbelt é uma consultoria especializada em segurança cibernética, cujo principal objetivo é integrar pessoas, sistemas, serviços e produtos, transformando o modo de como a segurança da informação é entregue aos clientes: completa, centralizada e proativa. A Redbelt ajuda empresas a construírem sua segurança, mitigando riscos e aumentando a confiança de seus serviços. Para mais informações sobre a empresa, acesse: www.redbelt.com.br.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo