Brasil, 23 de Junho de 2018

+ F O N T E -

Google Cloud e McKinsey mostram como evoluir para a nuvem em segurança

Google Cloud e McKinsey mostram como evoluir para a nuvem em segurança

80% dos entrevistados reportaram economia de custos com cloud. Quando implementada corretamente, adoção de nuvem pública pode reduzir significativamente TCO para segurança de TI.

Estudo realizado pela Mckinsey, em parceria com o Google Cloud, revelou essa semana que a nuvem pública oferece mais flexibilidade técnica, escala mais rápida e menor custos operacionais para empresas. A pesquisa “Making a secure transition to the public cloud”, produzida a partir de entrevistas com especialistas em segurança de TI de cerca de 100 empresas ao redor do mundo, traz também estratégias para que empresas migrem para a nuvem em segurança, ponto de decisão importante na hora da mudança.

Segundo o levantamento, a adoção de nuvem pública, quando implementada de maneira correta, pode reduzir de forma significativa o custo total de propriedade (TCO) da segurança de TI. Para isso, é preciso que empresas e fornecedores de cloud trabalhem colaborativamente e com transparência em torno de um modelo compartilhado de segurança.

“O mais animador é ver que muitos Diretores de Segurança da Informação (CISOs) não vêem mais a segurança como um inibidor para a adoção da nuvem, mas sim uma oportunidade”, afirma Maya Kaczorowski, Gerente de Produto do Google Cloud. 80% das empresas que escolhem um provedor de nuvem confiável acabam vendo economia de custos, um dos principais motivos que tem acelerado a aderência de empresas à nuvem pública.

Então, se você está planejando uma migração para a nuvem, em quais pontos você deve focar seus esforços de segurança? A pesquisa feita pela McKinsey, com apoio do Google Cloud, perguntou aos participantes sobre suas iniciativas para aplicar controles de segurança na nuvem em diversas áreas, para descobrir o que as empresas estão fazendo. Veja abaixo os resultados:

- Gerenciamento de identidade e acesso (IAM ): 60% das empresas estão usando soluções IAM localmente; em apenas três anos, os entrevistados esperam que esse número seja reduzido pela metade.

- Criptografia: a maioria dos entrevistados criptografa dados em repouso e em trânsito - mais de 80% disseram que adotarão nos próximos três anos.

- Segurança perimetral: hoje, 40% das empresas estão redirecionando o tráfego de dados e usando controles de segurança existentes na rede local, mas isso diminuirá, com apenas 13% esperando usar a mesma abordagem em três anos.

- Segurança do aplicativo: 65% dos entrevistados definem padrões de configuração de segurança para aplicativos baseados em nuvem, mas menos de 20% executam ferramentas ou aplicações neste modelo.

- Monitoramento operacional: 64% dos entrevistados usam ferramentas SIEM existentes para monitorar aplicativos em nuvem, em vez de criar um novo conjunto para este ambiente.

- Endpoints do servidor: 51% dos entrevistados têm um alto nível de confiança na abordagem do provedor de serviços da nuvem para a segurança do servidor.

- Parâmetros de usuário: 70% dos entrevistados acreditam que a adoção da nuvem pública exigirá mudanças nos terminais de trabalho dos usuários.

- Governança regulatória: ao adotar a nuvem pública as empresas devem navegar alinhadas com os requisitos de governança e conformidade, sendo que localização de dados e regulamentações financeiras estão no topo da lista de preocupações dos entrevistados.

O relatório também inclui um plano tático de 10 passos para migração bem sucedida para a nuvem. Para saber mais, confira o estudo na íntegra; https://cloudplatformonline.com/how-it-security-is-changing.html?utm_source=blogs&utm_medium=gcpblog&utm_campaign=2018-18q1-gc-cc-secure-googlecloud-direct-google-leadgen-mckinseysecurityreport&utm_term=asset&utm_content=mckinseysecurityreport


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::