Brasil, 22 de Fevereiro de 2019

+ F O N T E -

Filme A Pedra da Serpente leva ufologia e extraterrestres para os cinemas brasileiros

Dirigido por Fernando Sanches, ficção tem o litoral sul de São Paulo como cenário;

Longa encerrou o Fanstaspoa 2018, maior festival de cinema fantástico da América Latina

A personagem Joana (Claudia Campolina) e o homem misterioso (Ricardo Gelli). Créditos: Gabriel Rinaldi

A cidade de Peruíbe, no litoral sul de São Paulo, é conhecida por aparições de discos voadores e casos de abdução alienígena. Segundo a lenda local, existe um portal de formações rochosas com um desenho que se assemelha a uma serpente, que seria o local em que os extraterrestres chegam ao Planeta Terra. A lenda e o portal são o pano de fundo para a história de “A Pedra da Serpente”, drama de ficção cientifica e terror dirigido por Fernando Sanches.

Tentando esquecer sua recente separação e o trauma causado por um aborto espontâneo, Joana (Claudia Campolina) mergulha no trabalho e em atividades físicas. Mas ao ser forçada a tirar férias, ela decide viajar para Peruíbe e conhece um homem misterioso (Ricardo Gelli) que vira sua vida de cabeça para baixo. No mesmo período, um caiçara não é encontrado pela família e as pessoas passam a relacionar o desaparecimento com uma abdução por seres extraterrestres.

Dividido em cinco capítulos, o longa mostra como a personagem principal se transforma e se envolve com a história do desaparecimento e da ufologia. Além disso, a obra traz o questionamento da personagem acerca da maternidade. Ainda no elenco estão Gilda Nomacce, Antoniela Canto e Johny Klein do canal de youtube UTK.

Baseado em fatos reais, o diretor Fernando Sanches explica que no roteiro a linha entre realidade e ficção é tênue. “O que quero em ‘A Pedra da Serpente’ é discutir o limite entre o mundano e o fantasioso, o real e o imaginário, já que a ideia do filme surgiu de uma lembrança minha de infância, quando vi uma bola enorme luminosa no céu de Peruíbe”.

“A Pedra da Serpente" foi responsável por encerrar o Fantaspoa 2018, em junho, o maior festival de cinema fantástico da América Latina. Filmado em apenas uma semana e com diárias divididas entre São Paulo e o litoral, a produção do longa durou apenas um ano desde a primeira linha escrita no roteiro até a cópia final.

Produzido pela Sinestesia Filmes e Fantaspoa Produções, e com distribuição da Elo Company, “A Pedra da Serpente” estreia dia 14 de fevereiro em 20 salas de 19 cidades do país pelo Projeta às 7, parceria da Cinemark com a Elo Company e que abre uma nova janela para o cinema nacional.

SINOPSE

Após ter perdido um bebê nos últimos meses de gestação, Joana tira alguns dias de férias em Peruíbe, uma pequena cidade litorânea conhecida por aparições de discos voadores. Depois de uma noite de sexo casual com um desconhecido, um homem some na cidade. Joana inicia uma estranha relação com Maria, a esposa do homem desaparecido, e se vê envolvida em uma trama sobre uma abdução alienígena.

FICHA TÉCNICA

Diretor: Fernando Sanches

Duração: 78 minutos

Gênero: Ficção científica

Roteirista: Fernando Sanches

Produtora: Sinestesia Filmes

Coprodutora: Fantaspoa Produções

Ano de finalização: 2018

Elenco: Claudia Campolina, Gilda Nomacce, Ricardo Gelli, Johnny Klein, Antoniela Canto, Renata Amaral, Eloisa Yamashita e Fernando Rios

NOTA DO DIRETOR

No meio de 2017, eu tinha muitos projetos de longa-metragem, que eram caros e difíceis de fazer. A equipe do Fantaspoa Produções já conhecia meus curtas e se ofereceram para co-produzir um longa meu. Deveria ser feito de forma rápida e barata, então resolvi adaptar a lembrança que vivi na infância para o cinema de uma forma inusitada, puxando para o universo feminino e para um tema que acho tão misterioso quanto discos voadores: a gravidez.

Com as limitações de verba, estipulei que tinha de fazer o longa em sete dias de filmagem. Foi uma semana intensa e maravilhosa. Filmamos de 10 a 15 cenas por dia - cinco diárias em Peruíbe e duas em São Paulo, com uma equipe reduzida.

A maior dificuldade enfrentada é que tínhamos pouco tempo para filmar cada cena, então não dava para ensaiar muito. Rodamos três ou quatro takes por cena, no máximo. Com isso, deixei a porta aberta para o improviso.

A Pedra da Serpente é considerado um portal místico, que existe mesmo em Peruíbe e representa a dualidade entre o real e o fantasioso. Para muitos é apenas uma Pedra, para outros uma passagem secreta entre dois universos. Para mim, significa um primeiro passo para o mundo dos longas-metragens.

O DIRETOR

Com mais de 20 anos de experiência no mercado audiovisual, Fernando Sanches começou sua carreira montando e fazendo pós-produção e animação em grandes produtoras de São Paulo e Rio de Janeiro. Há 13 anos se dedica à direção de filmes em diferentes plataformas e formatos – como peças publicitárias, videoclipes e curta-metragens. Foi premiado em festivais nacionais e internacionais, como Cannes Lion, Clio Awards, Animamundi e Profissionais do ano da Rede Globo. Após quatro curta-metragens de ficção, Sanches rodou seu primeiro longa “A Pedra da Serpente” e se prepara para dirigir “O grifo de Abdera “ baseado no livro homônimo de Lourenço Mutarelli; “Vermelho Intenso” um drama com um roteiro autoral e “Aos cuidados de Rafaela” baseado em uma HQ nacional.

SINESTESIA FILMES

Fundada em 2007, a Sinestesia tem como sócios a produtora executiva Ynara Sanches – que já teve passagens por produtoras como O2 Filmes, Gullane e Conspiração – e o diretor Fernando Sanches, que já dirigiu pela Academia de Filmes, Prodigo, Vetor Zero, Spray Filmes e Gullane. A Sinestesia já produziu inúmeros videoclipes e curtas de ficção e experimentais. Atualmente, está produzindo um documentário sobre criatividade e desenvolvendo três longas-metragens.

FANTASPOA PRODUÇÕES

João Pedro Fleck e Nicolas Tonsho são os criadores da Fantaspoa Produções. Já produziram, em conjunto com produtoras de diversos países, seis longas-metragens fantásticos, dentre eles “Kryptonita” (teve mais de 100.000 espectadores na Argentina); “A Percepção do Medo” (vendido recentemente para o canal Space); e “FantastiCozzi” (exibido em mais de 30 festivais, dentre eles o de Sitges, um dos mais importantes do mundo). A Fantaspoa Produções está junto com a Sinestesia Filmes para a produção de “A Pedra da Serpente”.

ELO COMPANY

Empresa especializada em produção e distribuição audiovisual fundada por Ruben Feffer, Flavia Feffer e Sabrina Nudeliman. No mercado há 13 anos, conta com uma estrutura completa de desenvolvimento de conteúdo, curadoria, planejamento de distribuição e vendas nacionais e internacionais. São mais de 400 títulos em seu lineup, entre eles “O Menino e o Mundo”, “S.O.S: Mulheres Ao Mar 2”, e o documentário “Espaço Além: Marina Abramovic e o Brasil”, além de títulos de importantes produtoras brasileiras, como RT Features, Paranoid e Ananã. Seu longa mais recente é "Tito e os Pássaros", exibido em grandes festivais como o de Annecy, Toronto e Los Angeles, além de ser premiado no Anima Mundi e pré-indicado ao Oscar de 2019.

Para o próximo ano, a Elo prevê lançar 30 títulos nos cinemas, com destaque para "Rio Santos", "Cravos", "Torre das Donzelas" e "Mussum, o Filmis".

A Elo Company tem entre seus principais objetivos conectar produções brasileiras com o mercado internacional e desenvolver novos modelos de negócios, como o Selo ELAS e o Projeta às 7. O Selo ELAS tem o intuito de fomentar projetos de longa-metragem com direção feminina e teve o seu primeiro lançamento em 2018, com o filme "Amores de Chumbo". O Projeta às 7, iniciativa em parceria com a Cinemark, também começou em 2018 com o objetivo de ressaltar o cinema nacional e já lançou mais de 14 filmes dos mais diversos gêneros – do terror ao documentário esportivo.

PROJETA ÀS 7

Com início em maio de 2018, a iniciativa da Cinemark e Elo Company abriu uma nova janela para o cinema brasileiro. Desde seu surgimento já foram lançados nos cinemas mais de 14 longas que são de diversos gêneros, vindos de norte a sul do Brasil, dirigidos por homens e mulheres consagrados ou iniciantes. Em 2019, pelo Projeta às 7 serão lançados 21 filmes seguindo o DNA de diversidade da iniciativa.

As sessões dos filmes participantes têm sessões de segunda a sexta-feira, às 19h, com preços especiais de R$ 12 (inteira) e exibição simultânea em 20 salas de cinema em 19 cidades do Brasil: São Paulo (Shoppings Eldorado e Santa Cruz), Rio de Janeiro (Downtown), Aracaju (Shopping Jardins), Belo Horizonte (Pátio Savassi), Brasília (Pier 21), Campinas (Iguatemi), Campo Grande (Shopping Campo Grande), Cuiabá (Shopping Goiabeiras), Curitiba (Shopping Miller), Goiânia (Shopping Flamboyant), Londrina (Boulevard Londrina), Natal (Midway Mall), Porto Alegre (Barra Sul), Recife (Riomar), Ribeirão Preto (Novo Shopping), Salvador (Salvador Shopping), Santos (Praiamar), São José dos Campos (Colinas) e Vitória (Shopping Vitória).

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias::