Brasil,

Últimos dias para conferir as exposições do 4º Circuito 10 Contemporâneo

Últimos dias para conferir as exposições do 4º Circuito 10 Contemporâneo

Mostras gratuitas que contam com obras de dezenas de artistas locais e nacionais, serão apresentadas ao público até o dia 29 de setembro em 9 galerias que integram o circuito.

Desde a sua criação em 2016, o 10 Contemporâneo, iniciativa que reúne as principais galerias de arte de Belo Horizonte, tem promovido ações que não só fomentam e procuram renovar o cenário artístico da capital mineira, mas também que incentivam a formação de um público cada vez mais interessado e conhecedor do segmento. Agora, o projeto anuncia a última semana de programação do 4º Circuito 10 Contemporâneo, promovendo exposições simultâneas e gratuitas, envolvendo trabalhos de artistas locais e nacionais, de diferentes gerações, linguagens, técnicas e estilos, em nove galerias renomadas até este sábado, 29 de setembro.

Nesta edição, participam AM Galeria, Beatriz Abi-Acl, Celma Albuquerque, Lemos de Sá, Manoel Macedo, Murilo Castro, Orlando Lemos, Periscópio e Studio Cícero Mafra. Cada galeria está apresentando uma exposição inédita, individual ou coletiva, de diversos artistas de renome ou então de nomes de destaque da nova geração de criadores, como Antônio Bokel, Marinaldo Santos, André Penna, Ana Amélia Toledo e Flávia Bertinato.

As exposições, assim como todas as ações desenvolvidas pelo Circuito, têm como objetivo apresentar ao público diferentes linguagens e expressões artísticas, desde pinturas e esculturas, incluindo desenhos, colagens, bordados e também a fotografia. É, também, uma oportunidade para formar um público consumidor de arte cada vez mais sensível e embasado do fazer artístico, contribuindo para o fomento do segmento em duas mãos: uma que apresenta os trabalhos dos artistas e outra que incentiva o consumo de arte na sociedade.

"O 10 Contemporâneo é uma iniciativa modelo no Brasil. Temos feito várias ações em conjunto com o propósito de criar facilidade para quem quer entrar no mundo da arte, eliminando qualquer constrangimento ou dificuldade", defende Murilo Castro. "O projeto tem contribuído para uma apreciação maior de BH no mundo da arte, com uma repercussão muito positiva dentro e fora da cidade. Como cada galeria tem seus artistas, existe muito mais complementaridade do que competitividade. Portanto, a iniciativa nos fortaleceu muito", completa o galerista, garantindo as próximas edições do Circuito 10 Contemporâneo e da Feira Arte BH para 2019.

A galeria Murilo Castro, por exemplo, promove nesta edição do evento a exposição "Dobras da Memória", da artista plástica paulistana Amélia Toledo (1926-2017). "Estamos muito honrados em representar Amélia Toledo e fazer a primeira exposição da artista depois de 'Lembrei que Esqueci', eleita a melhor exposição de 2017 pela Associação Brasileira de Críticos de Arte", afirma, ressaltando que a mostra tem curadoria de Marcus Lontra Costa. "Amélia tem uma presença muito importante na arte brasileira e na arte interativa em particular, porque sempre foi muito altiva nesse sentido. Suas obras são como se estivessem saindo dela mesmo, ela não criava se preocupando com o mercado", reflete.

Outra exposição de destaque é “Gato de Fazer Luz”, na Orlando Lemos Galeria e que apresenta de forma inédita o trabalho do artista paraense Marinaldo Santos. A assinatura do artista, que mistura materiais a partir da apropriação e da transformação de objetos do cotidiano, fundindo referências regionais e da cultura pop, está expressa nas 42 obras, entre objetos, recortes e pinturas que compõem a exposição.

Em "Gato de Fazer Luz", Marinaldo Santos apresenta 12 recortes, 12 assemblages, oito objetos (armários pintados) e dez pinturas. "É pelo amadurecimento e a idade que o meu trabalho se encontra no patamar em que está hoje. Isso me ajuda a criar muito mais intensamente do que antes. Quando você vê a aceitação, dentro e fora do mercado, o incentivo é ainda muito maior. Minha relação com a arte, hoje, é de uma responsabilidade muito grande e me exige foco", afirma o artista paraense.

Sobre o Circuito 10 Contemporâneo - www.10contemporaneo.com.br

Pela primeira vez na história, 10 galerias de renome se unem e se tornam uma grande potência no mercado da arte contemporânea do país. O maior acervo e portfólio de artistas, com representatividade em todo o Brasil. Um grande player, que reúne excelência e profissionalismo. O 10 Contemporâneo tem seu ponto de partida com um circuito de mostras inéditas. Abertas em cada galeria, no mesmo dia e horário, trazem a Belo Horizonte uma importante agenda de exposições. Mais que promover a cultura, o projeto atua na difusão da arte, na formação de novos públicos, no fomento do mercado. Voltar os olhos do Brasil a Minas Gerais, mostrar a grande potência que, juntas, essas galerias representam.


Programação de exposições 4º Circuito 10 Contemporâneo

De 1º a 29 de setembro

Entrada franca

AM Galeria | Antônio Bokel
Rua do Ouro, 136 – Serra
Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 13h30

A AM Galeria recebe a exposição individual do artista carioca Antonio Bokel, com projeto da respeitada historiadora e curadora de arte Vanda Klabin. Para a exposição, Antônio preparou cerca de 40 trabalhos, alguns inéditos, entre pinturas, esculturas e uma grande instalação inspirada nas temáticas de morte e renascimento. A temática dos ciclos da vida norteia a mostra: morte e renascimento são abordagens constantes. Elementos geométricos também são recorrentes e a repintura de telas deixa clara a intenção de revisitar caminhos percorridos, acessando memórias, sem deixar de lado a poética urbana que atravessa toda a obra do artista.

Beatriz Abi-Acl | Individuais Abreuvalle, Clébio Maduro, Marcelo AB e Mauro Silper

Rua Santa Catarina, 1.155 – Lourdes

Segunda a sexta, das 9h às 18h; sábado, das 9h às 13h

A Galeria Beatriz Abi-Acl promove quatro individuais inéditas dos artistas mineiros Abreuvalle, Clébio Maduro, Marcelo AB e Mauro Silper. Abreuvalle apresenta um pequeno panorama de sua produção artística, com esculturas de diversas formas, tamanhos e materiais. Já Clébio Maduro traz gravuras em metal, desenvolvidas nas técnicas de água forte e água tinta, nas quais faz um belo registro das paisagens mineiras com ênfase nas cidades históricas. Em "Segmentações", Mauro Silper mostra trabalhos em acrílica sobre tela e acrílica sobre papel, que recriam a tradição da paisagem em sintonia com o presente. Por fim, Marcelo AB apresenta, em “Memória da Paisagem” – Uma Arqueologia Urbana", uma leitura do mundo em constante mutação, utilizando o suporte tradicional da pintura e tendo como modelo construtivo a imagem fotográfica do cotidiano das grandes cidades, pinçada através das câmeras vigilantes.

Celma Albuquerque | "Jardins das Delícias", Flávia Bertinato

Rua Antônio de Albuquerque, 885 – Savassi

Segunda a sexta, das 9h às 19h; sábado, das 9h30 às 13h

Em sua segunda exposição individual na Celma Albuquerque Galeria de Arte, Flávia Bertinato apresenta uma seleção de trabalhos heterogêneos, abarcando fotografias, desenhos, pinturas e uma instalação. A exposição “Jardim das Delícias” parte de elementos arquitetônicos já existentes no espaço físico, como vitrines, vidraças e jardins, estabelecendo conexões com um dispositivo que se se aproximaria de uma estufar. Na mostra, a paulistana, que reside em BH desde 2013, apresenta um repertório de imagens que remetem à esfera das intimidades.

Lemos de Sá | "Novos, Novíssimos & Seminovos (Coletiva)

Avenida Canadá, 147 – Jardim Canadá

Segunda a sexta, das 10h às 18h; sábado, das 11h às 14h

A coletiva tem curadoria da chilena radicada em Londres, PhD Susan O. Campo, que vem especialmente para participar do Circuito 10 Contemporâneo. Os 21 artistas foram selecionados em Minas, na sua maioria, mas há ainda participações de artistas do Rio de Janeiro (Alexandre Mury), do Espírito Santo (Rick Rodrigues) e de São Paulo (Marcelo Gandhi), além do mineiro radicado em Londres, Felipe Ferreira. O critério utilizado pela curadoria foi trazer jovens e promissores artistas que, em geral, não são representados por galerias. Os potentes trabalhos incluem diferentes linguagens e suportes, tais como gravura, desenho, pintura, escultura, objeto, colagem, bordado, fotografia, cerâmica e performance.

Manoel Macedo | Mostra Acervo da Galeria

Exposição com obras do acervo da galeria, incluindo trabalhos de Gabriela Rosa, Artur Barrio, José Resende, Antonio Manuel, Solange Pessoa, Lorenzato, Roberto Cabot.

Rua Lima Duarte, 158 – Carlos Prates
Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 14h

A Manoel Macedo Galeria de Arte, criada em 1981, é considerada uma das mais modernas e funcionais Galerias de Belo Horizonte, proporcionando um ambiente que se destaca pela funcionalidade na relação visual entre o espectador e o objeto em foco. Sua larga experiência e seriedade no trato com novos valores fizeram da galeria um posto avançado da produção mais contemporânea da arte brasileira. O espaço tem abrigado, através de sua programação de eventos anuais, exposições coletivas e individuais, um elenco de criadores com diferentes linguagens e suportes, cujo ponto em comum é a qualidade e o vigor dos trabalhos apresentados.

Murilo Castro | "Dobras da Memória", Amélia Toledo

Rua Benvinda de Carvalho, 60 – Santo Antônio

Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 14h


A galeria Murilo Castro, que agora representa a artista paulistana, recebe 25 de suas principais obras na primeira exposição realizada depois de "Lembrei que Esqueci", eleita a melhor exposição de 2017 pela Associação Brasileira de Críticos de Arte. Com curadoria de Marcus Lontra Costa, a mostra traz esculturas interativas que permitem a aproximação do espectador, como as da série "Dragões Cantores (2007), concebidas com pedras em estado bruto e esculpidas pelo impacto causado pelas ondas do mar sobre um pilar de concreto bruto.

Orlando Lemos | "Gato de Fazer Luz", Marinaldo Santos

Rua Melita, 95 – Jardim Canadá

Segunda a sexta, das 9h às 19h; sábado, das 10h às 14h

A exposição do artista paraense Marinaldo Santos trazida pela Orlando Lemos apresenta 42 obras, entre recortes, assemblages, objetos e pinturas. Nascido em Belém, o premiado artista plástico, pintor e desenhista autodidata mostra em seu trabalho a capacidade de misturar materiais a partir da apropriação e do reaproveitamento e transformação de objetos que ele encontra nas ruas e no cotidiano. Sua linguagem expressa referências da arte pop, das cores e elementos da periferia, se enveredando pela história da colonização do estado do Pará, do ciclo da borracha, das reflexões sobre a Amazônia e as questões indígenas.


Periscópio | “Olhar Instantâneo” (Coletiva)

Avenida Álvares Cabral, 534 - Lourdes

Segunda a sexta, das 10h às 18h30, sábado, 10h às 14h

Na coletiva "Olhar Instantâneo", a Periscópio apresenta obras de Ana Linnemann, Éder Oliveira, Fábio Baroli, Gisele Camargo, Henrique Detomi, Lucas Dupin, Marcelo Drummond, Marcone Moreira, Randolpho Lamonier, Thiago Martins e Wilson Baptista. O intuito da exposição é mostrar o olhar instantâneo de vários artistas, seja através da fotografia analógica ou ainda na captação da imagem a partir do digital e sensorial para outras técnicas, como escultura e pintura. Focada no registro da ação, a mostra tem como gatilho o lançamento do livro “Urbano Fotográfico”, que traz uma seleção de imagens do fotógrafo e fundador do Foto Clube Minas Gerais, Wilson Baptista.

Studio Cícero Mafra | Retrospectiva André Penna

Rua Xingú, 487 – Alto Santa Lúcia

Segunda a sexta, das 14h às 19h

O Studio Cícero Mafra promove uma exposição de retrospectiva da trajetória do mineiro André Penna. Artista, arquiteto, designer de móveis e professor, ele apresenta uma narrativa de seus últimos 20 anos de trabalho, expressos em obras abstratas, resultado de sua sensibilidade e do diálogo entre suas vivências e suas referências. A exposição conta com 28 pinturas, feitas em acrílico sobre tela, cartão e papel, cujas cores e traços são sempre plurais.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo