Brasil,

Empresa disponibiliza videoaulas baseadas na cultura maker para estimular a criatividade de estudantes na quarentena

Empresa disponibiliza videoaulas baseadas na cultura maker para estimular a criatividade de estudantes na quarentena

Oferecidas pelo NAV Digital, as aulas maker engajam estudantes de todo o Brasil a colocar a mão na massa, desenvolver competências complementares ao currículo tradicional e reduzir impactos que o isolamento social causam no processo de aprendizagem

Inspiradas na cultura maker, as videoaulas do NAV Digital trabalham competências ligadas à inovação, como o letramento tecnológico, resolução criativa de problemas e realização de projetos, junto a competências socioemocionais, como empatia, colaboração e autonomia

Com a recomendação de isolamento social para conter a proliferação da pandemia do Covid-19, escolas públicas e privadas de todo o Brasil precisaram suspender as aulas presenciais. Para contribuir com a formação complementar dos alunos, o Nave à Vela, empresa educacional de soluções maker para o desenvolvimento de competências e conteúdos curriculares, liberou o acesso a videoaulas de atividades maker voltadas para estudantes do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Baseado na ideia do “faça você mesmo” com o estímulo à colaboração e transmissão de informações entre grupos e pessoas, o ensino maker é uma tendência já forte fora do Brasil. A ação busca popularizar o conceito dentre as escolas e estudantes daqui e reduzir os impactos que o isolamento social causa no processo de aprendizagem.

Chamado de NAV Digital, o projeto oferece uma solução para que os estudantes coloquem a mão na massa, desenvolvam a criatividade e as competências complementares ao currículo tradicional na prática e se tornem protagonistas do seu processo de aprendizado. Inspiradas na cultura maker, as videoaulas trabalham competências ligadas à inovação, como o letramento tecnológico, resolução criativa de problemas e realização de projetos, junto a competências socioemocionais, como empatia, colaboração e autonomia.

O conteúdo é embasado na lógica de ensino por habilidades e competências presentes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que provoca o aluno a sair de um lugar comum, entendendo um contexto ou uma história e construindo um projeto do zero com suas próprias mãos.

De acordo com Bruno Ferrari, Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento do Nave à Vela, em um cenário de restrição de materiais e interação entre alunos e professores, estes conteúdos são ótimas fontes de estímulo à curiosidade e protagonismo do estudante: “As temáticas das aulas trazem assuntos relevantes que podem ser trabalhados em paralelo com outras disciplinas, levando a um enriquecimento de projetos multidisciplinares e sua maior compreensão. Além disso, a aprendizagem prática baseada na tentativa e erro, característica da aprendizagem maker, ajuda o aluno a descobrir seu meio de aprendizagem pessoal e a entender que as respostas sempre estão à uma pesquisa de distância”, afirma.

Os projetos, que envolvem desde a construção de um quadro da empatia para a expressão de sentimentos, passando pela montagem de um barquinho de papel para aplicar teorias da física e descobrir se ele flutua ou afunda, entre outras mais complexas, são feitos com materiais facilmente encontrados nas residências. Quando os materiais não estão à disposição do aluno, o programa também estimula a criatividade para encontrar soluções que revertam a situação e as restrições encontradas no caminho.

Aulas trabalham competências ligadas à inovação

Pensadas para serem realizadas em casa, as aulas têm 50 minutos de duração e contam com uma contextualização do tema e curiosidades sobre o assunto tratado, além de desafios para estimular o aluno a colocar a mão na massa e a construção do protótipo, com dicas de como fazer e quais materiais utilizar. As competências trabalhadas são o letramento tecnológico, resolução criativa de problemas e realização de projetos, junto a três competências socioemocionais: empatia, colaboração e autonomia.

“Dentro do período de isolamento social, as aulas ajudam a promover uma aprendizagem prática mesmo em um ambiente não especializado. Isso porque o maker está mais baseado em criatividade e usar os recursos de maneira inovadora do que apenas em aprender a usar ferramentas. Assim, incentivamos o desenvolvimento da competência de resolução criativa de problemas, uma das nossas bases pedagógicas”, conclui Bruno.

Empresa vai ajudar escolas a inserir modelo de aprendizado no cronograma atual

Para que os alunos tenham acesso ao material é necessário que as escolas entrem em contato com o time de especialistas do Nave à Vela pelo link (https://digital.naveavela.com.br/EXPERIMENTE/). Dessa forma, o representante de cada instituição poderá entender como funcionam as aulas e tirar possíveis dúvidas.

Ao implementar a plataforma, será possível acessar conteúdos voltados para a formação de educadores, material de planejamento das aulas com links curriculares da BNCC e obter um acompanhamento para ajudar a escola a implementar a solução da melhor maneira, junto com um material de comunicação para realizar a divulgação do serviço para as famílias.

Cada escola ficará responsável por incluir as atividades no cronograma de ensino. O aluno terá acesso à plataforma on-line e poderá fazer as aulas de forma autônoma, contando com a ajuda de seus pais e familiares quando necessário. A partir desse acesso, também é possível compartilhar as atividades com a escola para avaliação dos educadores responsáveis. A expectativa é de que a ação impacte 100 mil estudantes das redes pública e privada até julho.

O que é a cultura maker?

A cultura maker se baseia na ideia de que as pessoas podem ser capazes de fabricar, construir, reparar e alterar objetos dos mais variados tipos e funções com as próprias mãos, baseando-se num ambiente de colaboração e transmissão de informações entre grupos e pessoas. Com a revolução digital e a facilidade de acesso aos recursos tecnológicos, essa ideia vem tomando conta de um grande número de pessoas interessadas em criar e compartilhar projetos pautados pela tecnologia.

Sobre o Nave à Vela

Ligado ao grupo Arco Educação, primeira edutech brasileira a alçar o posto de unicórnio, o Nave à Vela promove um processo de aprendizagem baseado na prática e experimentação que já alcançou mais de 30 mil alunos nos últimos anos. Sua missão é construir uma educação mais significativa em parceria com escolas de todo o Brasil. Inspirado na cultura maker, o modelo das vídeoaulas incentiva os alunos a colocarem a mão na massa para desenvolver projetos, construindo com isso uma relação de exploração com o conhecimento.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS