Brasil,

Professor da IBE Conveniada FGV analisa oscilação do preço da carne bovina

Desde o início do ano, a arroba do boi gordo já caiu em torno de 5%, segundo levantamento do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). O IPCA-15 (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15), do IBGE, também aponta tendência de queda no preço. Segundo o economista Anderson Pellegrino, professor da IBE Conveniada FGV, a queda no preço da arroba da carne se deve, principalmente, ao período pós-festas.

“Durante as férias há sempre uma queda no consumo interno de carne, considerando inclusive que os preços estavam bem altos nos meses de novembro e dezembro”, enfatiza.

Além disso, Pellegrino também aponta a diminuição nas exportações em decorrência da epidemia de coronavírus, na China, como fator predominante para a queda no preço da carne.

“Essa epidemia está alterando demais a dinâmica do comércio internacional, adiando negociações, contratos e até linhas de exportação pela dificuldade de fluxo de bens com a China. Essa é uma situação atípica. Não sabemos até quando vai, mas esperamos que ela se resolva, normalizando a produção, o consumo e o próprio comércio internacional”, explica o economista.

Em fevereiro deste ano, os preços da carne bovina apresentaram trajetória de sobe e desce. Porém, na segunda quinzena do mês, as cotações caíram 0,2% na média de todos os cortes monitorados pela Scot Consultoria. Essa queda também pode ser atribuída às vendas fracas na ponta final da cadeia. “As pessoas estão consumindo menos carne e isso faz com que os varejistas precisem regular com mais frequência os preços”, afirma Pellegrino.

Embora o preço da carne bovina, de frango e porco tenham caído em janeiro e fevereiro, em comparação com a disparada de novembro e dezembro de 2019, os valores ainda seguem maiores que os praticados há um ano.

De acordo com o professor, a tendência de preços altos deve prevalecer, assim que todo mercado internacional regularizar suas transações comerciais com a China.



Publicidade



Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS