Brasil, 15 de Setembro de 2019

Pedagogia Waldorf completa 100 anos com série de debates sobre desafios da educação, promovida pela Federação das Escolas Waldorf no Brasil

Este ano comemora-se os 100 anos da Pedagogia Waldorf, desenvolvida em 1919 pelo filósofo Rudolf Steiner na Alemanha, com conceito ancorado na visão integral do ser humano, contemplando suas dimensões corporais, psicológicas e espirituais, e hoje difundida par mais de 60 países em todo o mundo. Para comemorar esse marco, a Federação das Escolas Waldorf no Brasil (FEWB) promoverá até o final do ano uma série de atividades para suscitar o debate de ideias acerca da educação no Brasil.

Os princípios da pedagogia Waldorf estão fundamentados e conectados com a antroposofia. É uma pedagogia focada no desenvolvimento do ser humano. A partir da compreensão dessas fases de desenvolvimento é proposto um currículo específico respeitando essas etapas.

Os primeiros eventos estão sendo realizados em parceria com a Faculdade de Educação da USP (FEUSP). O primeiro deles aconteceu dia 02 de maio, com o tema "Subjetividade e aprendizagem escolar, e o próximo será dia 16 de maio, no Auditório Escola de Aplicação FEUSP, das 14h às 17h, no formato de uma mesa redonda intitulada "Escola e atuação sociopolítica". Contará com participação dos professores Marcelo Rito e Maria Florencia Guglielmo, da Faculdade Rudolf Steiner; Carlota Boto, da FEUSP, e Helena Singer, do Ashoka Empreendedores Sociais - Programa Juventudes.

Os eventos são gratuitos e abertos ao público. As inscrições serão feitas no próprio local. Endereço: Av da Universidade, 220, Travessa Onze, Cidade Universitária.

A Pedagogia Waldorf no Brasil

Em 1956, no bairro Higienópolis, em São Paulo, foi fundada a primeira escola Waldorf no Brasil, com o desafio de integrar à realidade brasileira uma pedagogia que fundamenta sua prática na imagem antroposófica do homem. Posteriormente a escola mudou-se para o bairro Alto da Boa Vista e passou a ser chamada Escola Waldorf Rudolf Steiner. Hoje conta com 815 alunos, do maternal ao 12º ano.

Desde então, muitas outras iniciativas voltadas à antroposofia e à pedagogia Waldorf foram desenvolvidas no Brasil: a produção de medicamentos, as fazendas de agricultura biodinâmica, as ações empresariais voltadas para a aplicação das ideias sociais propostas por Rudolf Steiner, as ações sociais e a tradução e edição de livros entre outras.

A Federação das Escolas Waldorf no Brasil (FEWB) foi fundada em 1998 com o intuito de coordenar as atividades e demandas das escolas Waldorf em todo território nacional. Nos últimos anos foi registrado um significativo crescimento das iniciativas Waldorf no país.

Desde quando foi criada, a abordagem se espalhou pelo mundo. Atualmente, mais de 60 países fazem uso de seus processos de ensino-aprendizagem que visam a formação de adultos livres, com pensamento individual e criativo, sensibilidade artística, social e pela natureza, uma vez que se destina também à sustentação do desenvolvimento integral da criança e do jovem. Segundo dados da FEWB de 2019 existem no Brasil 88 escolas Waldorf filiadas, sendo 42 jardins-de-infância, 19 escolas com Fundamental I e 15 com Fundamental II e 14 escolas que vão até o Ensino Médio nas cinco regiões brasileiras. Além destas, outras 180 iniciativas Waldorf estão em processos de filiação. Hoje, com 21 anos de existência, a FEWB registra um crescimento de mais de 200% de iniciativas Waldorf no país em pouco mais de dez anos.

Site FEWB: http://www.fewb.org.br/

Abaixo, breve currículo dos professores que participarão dos debates.

Florencia Guglielmo

Formada em terapia ocupacional pela USP em 1996, especializada em terapia ocupacional dinâmica pelo Centro de Estudos de Terapia Ocupacional (CETO) em 2001, formada em Pedagogia Waldorf no Centro de Formação de Professores Waldorf em 2007, especializada em Teoria Psicanalítica pelo COGEAE-PUC em 2009, Mestra pelo Departamento de Psicologia Experimental do Instituto de Psicologia da USP em 2014. Atuou como terapeuta ocupacional em psiquiatria infantil e foi professora de classe da Escola Travessia. Atualmente trabalha como Apoio Pedagógico da Escola Waldorf Rudolf Steiner e na coordenação do Instituto de Desenvolvimento Waldorf.

Marcelo Rito

Professor do Ensino Básico desde 1992. Graduado em História pela FFLCH-USP. Mestre e doutor em Educação pela FEUSP desde 2015. Professor do Ensino Médio Waldorf desde 2011 com formação Waldorf desde 2006. Docente de sociologia da educação e história da educação da FRS.

Carlota Boto

É professora titular da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo(USP), onde leciona Filosofia da Educação. É Bolsista Produtividade PQ2 do CNPq. Pedagoga e historiadora pela USP, mestre em educação, doutora em história social e livre-docente em educação. Orienta mestrados e doutorados no Programa de Pós-Graduação em Educação da FEUSP e no Programa de Pós-Graduação em Educação Escolar da FCL/UNESP-Campus de Araraquara. É autora dos livros "A escola do homem novo: entre o Iluminismo e a Revolução Francesa" (Editora Unesp), "A escola primária como rito de passagem: ler, escrever, contar e se comportar",(Imprensa da Universidade de Coimbra), “A liturgia escolar na Idade Moderna” (Editora Papirus) e “Instrução pública e projeto civilizador: o século XVIII como intérprete da ciência, da infância e da escola” (Editora Unesp).

Helena Singer

Consultora em projetos de pesquisa com pós-doutorado em Educação, é líder da Estratégia de Juventude America Latina na Ashoka. Também é consultora em projetos de pesquisa e formação em educação e inovação social. Como Assessora Especial no MEC, presidiu a iniciativa por Inovação e Criatividade na Educação Básica em 2015. Foi Diretora da Cidade Escola Aprendiz e chefe do Departamento de Ações Estratégicas e Inovação do Sesc Nacional. Doutora em Sociologia pela USP, com pós-doutorado em Educação pela Unicamp. É autora de livros e artigos publicados no Brasil e no exterior sobre educação e direitos humanos.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS