TOKIO MARINE SEGURADORA

Brasil, 16 de Fevereiro de 2019

+ F O N T E -

Após um ano de reformulação, estudantes ainda têm dúvidas sobre o FIES e P-FIES

PRAVALER conversou com estudantes e elaborou um FAQ que deve facilitar o processo de inscrição e adesão ao programa federal

O FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) é o programa do MEC (Ministério da Educação) que oferece financiamento para estudantes que desejam cursar a graduação em instituições de ensino superior privadas, mas que não conseguem arcar com os valores das mensalidades. Em 2018, o regulamento do programa foi revisto e muitas alterações foram aplicadas. A principal mudança foi o início da parceria com empresas privadas para expandir a oferta de crédito estudantil e, assim, garantir que mais pessoas possam ingressar no ensino superior. O PRAVALER, líder do mercado de financiamento estudantil privado, é um dos parceiros do novo formato do FIES. Em 2018, o PRAVALER aprovou crédito para aproximadamente 30 mil estudantes inscritos no edital do FIES.

Com as novidades vieram também algumas dúvidas, e até inseguranças, por parte dos estudantes. Para tornar o processo de inscrição e adesão ao FIES o mais simples possível, o PRAVALER conversou com alguns estudantes e identificou os questionamentos mais frequentes sobre o programa. Essas perguntas foram compiladas e deram origem a um FAQ (frequently asked questions – ou “perguntas frequentes”), que segue abaixo:

· Quais são as diferenças entre o FIES e o novo P-FIES?

No FIES, o financiamento é realizado pelo próprio governo federal, mas com vagas limitadas. Os candidatos devem ter renda mensal per capta de até três salários mínimos e não há cobrança de taxas de juros.

No P-FIES, o financiamento é realizado por instituições privadas. A renda mensal per capta é de até cinco salários mínimos e não há limite de vagas. Cada instituição parceira tem liberdade de aplicar taxas de juros aos financiamentos de acordo com suas políticas internas. No caso do PRAVALER, por exemplo, todas as instituições de ensino parceiras subsidiam as taxas de juros – em alguns casos parcialmente e, em outros, integralmente, acarretando em um financiamento a juro zero para o estudante.

· Quais são os critérios de s e l e ç ã o para o FIES?

Para fazer a inscrição no SisFIES e concorrer ao benefício do FIES ou do P-FIES é necessário que os candidatos tenham realizado a prova do ENEM e obtido nota mínima de 450, sem ter zerado a redação. Uma novidade em 2019 é que, para o P-FIES, a nota deixa de ser critério de classificação. Além disso, há os critérios de renda: até três salários mínimos para o FIES e cinco para o P-FIES. Essas foram mudanças significativas no programa, pois permitem que um número maior de pessoas tenha a oportunidade de se beneficiar da iniciativa do governo.

· Como se inscrever no FIES?

No início de cada semestre letivo são abertas as inscrições para todos os estudantes por meio do SisFIES, e os estudantes devem seguir alguns passos:

- A primeira etapa é a inscrição no FIES Seleção, o sistema de s e l e ç ã o do programa. A partir das informações do seu cadastro, o sistema definirá se você conseguiu uma vaga no FIES ou P-FIES.

- A segunda etapa consiste em consultar, no FIES Seleção, para qual financiamento o estudante foi aprovado: FIES ou P-FIES. Se foi o P-FIES, além de a informação estar disponível no portal, a empresa privada responsável pelo financiamento também poderá entrar em contato com o candidato pelos meios que foram indicados no cadastro, para passar orientações sobre assinatura do contrato e envio dos documentos.

- Por fim, na terceira etapa, o estudante deve ir até a instituição de ensino e procurar a Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), para validar as informações apresentadas no cadastro.

· É preciso fazer uma inscrição específica para o P-FIES?

Não é necessário fazer uma inscrição específica para o P-FIES. Ao preencher o cadastro no site do programa, os candidatos serão alocados nas modalidades de acordo com seus perfis. Quanto mais completa for a inscrição – ou seja, quanto mais informações o candidato apresentar no formulário –, maiores são as chances de ele conseguir a aprovação no programa.

· Como saber em qual modalidade o candidato mais se encaixa?

O financiamento oferecido a cada estudante é definido por um cálculo que leva em conta diversos fatores. É uma conta complexa, mas é possível identificar o perfil do candidato usando o Simulador PRAVALER (disponível no site www.creditouniversitario.com.br/novofies). Ao informar todos os dados, o Simulador indica qual é a modalidade indicada para cada caso.

· É preciso estar matriculado em uma faculdade para solicitar o FIES?

Para efetivar a inscrição no programa, o estudante precisa informar seu número de matrícula, portanto, ele já precisa ter sido aprovado em uma instituição de ensino e ter efetivado sua matrícula.

· É possível usar FIES e ProUni ao mesmo tempo?

Os estudantes que tiverem bolsa do ProUni – ou mesmo bolsas de estudos ou descontos concedidos pelas próprias instituições de ensino – podem recorrer ao FIES para financiar o valor restante da mensalidade.

· Como calcular a renda per capita e saber se está apto a receber o benefício do FIES?

Para calcular a renda mensal per capta é preciso somar os rendimentos de todos os integrantes da família e dividir pelo número de pessoas que moram juntas. Por exemplo, uma família que seja composta por:

01 avó de renda mensal de R$ 5.000,00

01 mãe de renda mensal de R$ 9.000

02 filhos que não têm renda.

Totalizando 04 pessoas na casa.

Renda total: R$ 5.000 + R$ 9.000 = R$ 14.000

Os R$14.000 são divididos pelas 4 pessoas que moram na casa = R$ 3.500 por pessoa (per capta).

Nesse caso, a renda familiar mensal per capita é de R$ 3.500,00. Como esse valor é menor do que 5 salários mínimos, um integrante dessa família poderá solicitar financiamento estudantil.

· É preciso ter um fiador para contratar o FIES?

É recomendável que os candidatos apresentem um fiador, para aumentar as chances de serem aprovados em alguma das modalidades do programa. Essa pessoa ficará responsável pelo pagamento das parcelas caso o estudante não consiga arcar com as despesas. É muito importante que o fiador não tenha nenhuma restrição de crédito ligada ao seu CPF.

· Posso ter “nome sujo” e contratar o FIES?

Para o FIES, o candidato não pode requerer o financiamento do programa federal se estiver inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC). Já no P-FIES, o estudante será avaliado também por critérios específicos das empresas privadas e, por essa razão, o ideal é que ele não esteja com o CPF negativado em nenhum órgão de crédito.

· É o estudante que informa o percentual da mensalidade que deseja financiar ou isso é definido pelo FIES/empresa de financiamento privado? Quando esse percentual é apresentado?

Os estudantes podem financiar entre 50% e 100% do valor das mensalidades, sem exceder R$7 mil por mês. O valor que efetivamente será financiado é definido pelo FIES ou pelas empresas parceiras (dependendo da modalidade na qual o candidato for aprovado) e será informado ao estudante na divulgação da aprovação no programa. No caso do PRAVALER, os candidatos terão 100% do valor de seus cursos financiados e o pagamento é feito ao longo da graduação, no dobro do tempo de duração do curso, e sem que haja sobreposição de mensalidades.

· É necessário ter conta em banco para usar o FIES?

Os candidatos não precisam ter conta em banco para se inscreverem no FIES. Os alunos aprovados no P-FIES para contratação do PRAVALER, inclusive, realizam todo o processo de forma digital e online.

· Como é o pagamento das mensalidades no novo FIES?

No FIES o aluno pode conseguir financiar parte ou toda a mensalidade. Caso tenha 50% da mensalidade financiada, por exemplo, ele deverá pagar metade da mensalidade para a faculdade (já enquanto estuda) e o restante após formado. Com a reformulação do programa, não há mais o período de carência para o início do pagamento. A cobrança é feita após o término do curso e, caso o estudante esteja empregado, será debitado direto na fonte pagadora. Independente do percentual que for financiado, durante o curso será necessário pagar os encargos operacionais que forem definidos no contrato.

Caso o candidato seja direcionado para o modelo do P-FIES, as instituições de financiamento estudantil irão apresentar as condições no ato da contratação. No PRAVALER, por exemplo, é possível financiar sem juros, dependendo da faculdade escolhida. É financiado um semestre de cada vez, podendo renovar o contrato a cada novo semestre, até a conclusão do curso. Cada ciclo é pago em, pelo menos, um ano, sem que haja acúmulo de parcelas. Ou seja: o segundo semestre começa a ser pago só no início do segundo ano de graduação.

· Como é a taxação de juros nos financiamentos?
No FIES não há cobrança de juros, os estudantes devem pagar, ao longo do curso, taxas de amortização da dívida. No P-FIES, cada empresa parceira define a aplicação de taxa de juros na elaboração do contrato. Todas as instituições de ensino que têm parceria com o PRAVALER subsidiam as taxas de juros dos financiamentos, parcial ou integralmente. Com isso, em diversas faculdades, o PRAVALER oferece oportunidade semelhante ao FIES, oferecido pelo governo.

· Só o FIES financia a juro zero?

Não. O PRAVALER também oferece a possibilidade de financiamento a juro zero. Isso porque as IES parceiras da empresa subsidiam as taxas de juros. Em alguns casos o subsídio é parcial e, em outros, é integral.

· Quais instituições de ensino participam do FIES e do P-FIES?

Para participar do FIES as instituições de ensino superior devem solicitar ao MEC e passar por validação do ministério. É possível consultar a lista completa de IES participantes no site do programa.

· Estudantes de graduação na modalidade EAD podem contratar o FIES?

O FIES só financia cursos presenciais. Mas estudantes de curso EAD também podem financiar seus estudos com o apoio do PRAVALER. Basta acessar www.vaiestudar.com.br

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Comentários  
0 #1 piter 12-02-2019 16:27
Na modalidade p-fies tem nota de corte para o curso de mediana
Citar | Reportar ao administrador
ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias::