TOKIO MARINE SEGURADORA

Brasil, 16 de Fevereiro de 2019

+ F O N T E -

Etecs e Fatecs incentivam participação de mulheres na ciência

No Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, comemorado em 11 de fevereiro, confira histórias de jovens apaixonadas por ciência e tecnologia

A igualdade de gênero ainda é um desafio a ser alcançado em setores como ciência, tecnologia, engenharia e matemática, tanto em cursos superiores quanto no mercado de trabalho. Para chamar a atenção sobre a participação de mulheres nessas áreas e celebrar conquistas de cientistas do mundo todo, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e a ONU Mulheres criaram o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, comemorado em 11 de fevereiro.

As Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado então repletas de exemplos de mulheres apaixonadas por ciência e tecnologia. Uma das histórias mais notáveis é de Joana D'Arc Félix, professora da Etec Professor Carmelino Corrêa Junior, de Franca, que nasceu em uma família humilde, superou preconceitos fez pós-doutorado em Química na universidade de Harvard, conquistando mais de 80 prêmios ao longo de sua carreira.

A história da educadora serviu de exemplo para que Havilla Matos, de 23 anos, se apaixonasse por ciência. "Estudei em um colégio onde sofri muito preconceito por parte dos colegas. Foi então que conheci a história da professora Joana, encontrei minha vocação e decidi seguir o mesmo caminho. Hoje eu sei que nasci pra isso", conta a jovem, que está no terceiro módulo do curso técnico de Meio Ambiente da Etec de Franca.

A estudante desenvolve uma pesquisa voltada para a filtragem de água por meio de escamas de peixes. "Identificamos alguns dos compostos químicos resultantes da produção de couro na cidade que podem poluir a água. Com o sistema proposto, produzimos água potável de maneira mais acessível, com o preço reduzido", explica a aluna. O trabalho já foi apresentado em diversas feiras e congressos, além de ter sido selecionado para uma feira em Guadalajara, no México, que ocorrerá em julho.

Meninas na computação

A constatação de que ainda há poucas mulheres nas áreas de informática e computação foi o que levou a professora Grace Borges a criar o FaTech Girls na Fatec São Paulo, localizada no bairro do Bom Retiro, na Capital. Elen de Souza, aluna de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, foi uma das fundadoras do grupo, que tem como objetivo unir as mulheres do curso e apresentar o universo da programação para alunas dos Ensinos Médio e Fundamental.

A equipe visita escolas públicas da Capital para apresentar o que é possível aprender e desenvolver em carreiras ligadas à Tecnologia da Informação, com palestras e oficinas de JavaScript, AppInventor, entre outras ferramentas. "Ainda temos poucas mulheres no curso, então o grupo foi essencial não apenas para nos unir, mas para chamar a atenção de outras pessoas da faculdade para a questão e despertar o interesse do público feminino pela área", afirma Elen, que trabalha em uma consultoria e pretende seguir carreira como programadora IOS.

Acessibilidade e tecnologia

A ex-aluna Julia Guida, que cursou Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Fatec Cruzeiro, a 200 quilômetros da Capital, encontrou na própria história a inspiração para seguir carreira no setor tecnológico. Tetraplégica e portadora de deficiência auditiva, Júlia utilizava o computador com o auxílio de um aparelho que identificava o movimento dos olhos para acionar comandos.

Para tornar o uso do computador e outras ações do dia a dia acessíveis a outras pessoas com deficiência, a jovem desenvolveu um aplicativo que permite ao usuário deslocar o mouse por meio de movimentos faciais na tela do computador. Com isso, é possível realizar operações rotineiras, como acender e apagar a luz, ligar e desligar a TV, entre outras.

A ferramenta também possui a função do “click do mouse” , para que um software ou app seja aberto quando o cursor for posicionado sobre um ícone por três segundos. "O projeto mostrou que é possível colaborar com a redução das dificuldades que as pessoas com tetraplegia enfrentam diariamente ao realizar atividades do cotidiano", explica a professora da Fatec Cruzeiro Mary Yokosawa.

Júlia foi bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Tecnológica e Inovação (Pibiti) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e concluiu o curso na Fatec em 2018. O trabalho dela foi apresentado na 12ª Feira Tecnológica do Centro Paula Souza (Feteps 2018). Neste vídeo, Julia mostra o funcionamento do mecanismo que desenvolveu.

Joana D'Arc Félix e Havilla Matos, aluna que se inspirou na trajetória da educadora para seguir carreira na ciência

Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o Centro Paula Souza (CPS) administra as Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e as Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos técnicos e integrados, sob a supervisão de uma Etec –, em cerca de 300 municípios paulistas.
Nas Etecs, o número de matriculados nos Ensinos Médio, Técnico integrado ao Médio
e no Ensino Técnico, para os setores Industrial, Agropecuário e de Serviços, é de aproximadamente 208 mil estudantes. As Fatecs atendem mais de 83 mil alunos
nos cursos de graduação tecnológica.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias::