Brasil, 17 de Novembro de 2018

+ F O N T E -

Estudantes conhecem boas práticas ambientais implementadas em canteiro de obras

Uso de placas fotovoltaicas para aquecimento solar da água e sistema portátil de tratamento de esgoto estão entre ações desenvolvidas no Residencial Porto Dourado pela Toctao Engenharia, empresa responsável pelas obras do empreendimento

O canteiro de obras do Residencial Porto Dourado, localizado na região Sudoeste de Goiânia, recebe na próxima segunda-feira, dia 17 de setembro, às 14h, 25 alunos dos cursos de Engenharia Civil, Biologia e Gestão da UniAnhanguera. A visita integra o Programa Canteiro Aberto, iniciativa do Grupo Toctao, empresa responsável pelas obras. O empreendimento é voltado ao atendimento de famílias inscritas nos programas Minha Casa Minha Vida e Cheque Mais Moradia do Governo de Goiás.

Orientados pelo professor da UniAnhanguera Gabriel Tenáglia, os estudantes irão conhecer várias práticas de sustentabilidade adotadas pela Toctao no canteiro, como por exemplo, a instalação de placas fotovoltaicas para aquecimento da água dos chuveiros nos vestiários do canteiro de obras. “Instalamos as placas neste mês e acreditamos que a economia poderá, por conta do sistema construtivo adotado, chegar de 5% a 6%”, informa Cinthia Martins, gestora ambiental do Grupo Toctao.

Ainda sobre o consumo de energia elétrica, Cinthia explica que a empresa também realiza várias outras ações, que geram uma significativa economia deste recurso em suas demais obras, como por exemplo, a redução do tempo de utilização de ar condicionado, sensores de presença para controlar a iluminação, o aproveitamento de luz natural, entre outras iniciativas. Todas as ações juntas geraram no total no último mês de agosto, 7,6% de economia de energia, em uma das obras. Segundo a gestora ambiental, “o número pode parecer pequeno, mas é muito significativo. Se observarmos que com o horário de verão no Brasil economiza-se anualmente de 2,5% a 3% no consumo de energia elétrica, podemos perceber a representatividade dessas ações que adotamos”, pontua.

Água

Diversas ações também são desenvolvidas pela empresa para redução no consumo de água e seu reaproveitamento. Como resultado destas iniciativas a empresa tem economizado em média 6,9% no uso da água em suas obras, inclusive no canteiro do Porto Dourado, que conta com o uso da MiniETE, uma Mini Estação de Tratamento de Efluentes portátil, desenvolvida pela própria empresa, com o apoio do Senai, que trata toda a água residual gerada pelas obra, inclusive a dos chuveiros. Após o tratamento, a água é reutilizada para várias atividades dentro do canteiro, como umedecer o chão da obra e de sua imediações durante este período seco, para evitar o excesso de poeira. “Deixamos de usar água potável, que tem um alto custo de tratamento, para utilizar água de reuso, o que é bem mais ecológico e mais econômico”, pontuou Cinthia Martins.

Pelo projeto da MiniETE, a Toctao Engenharia recebeu o prêmio Crea-GO de Meio Ambiente, o prêmio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) de Inovação e Sustentabilidade e o Prêmio Nacional de Inovação, oferecido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Economia

Cinthia Martins reforça que, não só no canteiro do Residencial Porto Dourado, mas em todas as suas demais obras e empreendimentos o Grupo Toctao adota uma sistemática política interna de sustentabilidade, cujo o principal objetivo é a não geração de resíduos e sobras. A gestora ambiental explica que isso resulta não só em projetos ambientalmente sustentáveis mas também em economia por meio do combate ao desperdício.

Para evitar a geração de resíduos, a empresa aplica em todas as fases de suas obras um rigoroso planejamento, para otimizar ao máximo o uso dos insumos, o que passa pelo treinamento constante de colaboradores e investimento em novas tecnologias construtivas. “Um exemplo é o moderno processo de fornecimento e aplicação da argamassa, cuja entrega é a granel (de acordo com cada etapa da obra) e tem aplicação mecanizada. Esse processo, além de mais rápido, evita geração de resíduos e o desperdício e insumos”, observa Cinthia Martins.

A gestora ambiental cita outro processo construtivo adotado na obra do Residencial Porto Dourado que tem gerado grande otimização no uso de insumos. “As Paredes de Concreto são produzidas em formas sob medida e concretadas diretamente no local, eliminando o uso dos tijolos que têm maior possibilidade de perdas, se ficar estocado”, esclarece Cinthia.

O processo de reciclagem e reaproveitamento de vários tipos de rejeitos gerados nos canteiros de obras é outra prática sustentável e geradora de economia nas obras da Toctao. Um exemplo é o reaproveitamento de resíduos inertes ou Classe A, que são restos de tijolo, restos de concreto e outros trituráveis.

Esse material, por meio de uma empresa parceira do Grupo, é transformado em vários tipos de insumos para construção, conhecidos como agregados reciclados e que podem ser usados como areia reciclada para argamassa de assentamento de alvenaria de vedação, contrapiso, fabricação de blocos sem fins estruturais, fabricação de artefatos de concreto, manilhas, calçadas, meio-fio e outros usos.

Política da empresa

De acordo com Cinthia Martins, todo esse conjunto de iniciativas ambientalmente responsáveis adotadas pelo Grupo Toctao traz não só um ganho em sustentabilidade, com a economia de recursos naturais, mas também um ganho financeiro com redução de custos da obra.

“Há um retorno para o meio ambiente e também para a organização. Na obra que será visitada pelos alunos na próxima segunda-feira, para cada 1 real investido em ações ambientais e sustentáveis, 91 centavos retornam como redução de custos, por meio dessas ações que reduzem o consumo de água, de eletricidade, reaproveitam materiais e evita o desperdício. Em outros empreendimentos esse retorno já chegou a ser maior do que o triplo do investimento, em um mês, mostrando a viabilidade econômica das práticas sustentáveis”, explicou a gestora.

Sobre o projeto Programa Canteiro Aberto, Cinthia destaca a importância da iniciativa que, em sua visão, “possibilita que os estudantes vejam na prática, o que a academia apresenta na teoria”. Para ela, a experiência também amplia a visão sobre a indústria da construção que tem práticas ambientalmente responsáveis, que são totalmente viáveis de implantação tanto técnica quanto economicamente. O objetivo do programa é contribuir com o meio acadêmico e a comunidade em geral, compartilhando conhecimento sobre inovações e boas práticas na construção civil. Esta é a quarta edição do programa neste ano.

Sobre o Porto Dourado

Localizado na região Sudoeste de Goiânia, saída para Aragoiânia, próximo ao Shopping Portal Sul, no Setor Porto Dourado, o Residencial Porto Dourado já está com a primeira etapa de 496 apartamentos em construção, com previsão de entrega em 2019. As moradias, incluídas no Programa Minha Casa Minha Vida, faixa 1,5, são uma realização da Vila Brasil Engenharia, uma empresa do Grupo Toctao.

No total serão 1.408 apartamentos, distribuídos em três condomínios construídos em três etapas em uma área de aproximadamente 80 mil metros quadrados. A obra dos 496 apartamentos da segunda etapa deve começar em novembro próximo e com previsão de término no segundo semestre de 2020. A terceira contará com mais 416 unidades habitacionais e terá inscrições abertas ainda este ano.

Serviço
Pauta: Estudantes conhecem boas práticas ambientais implementadas em canteiro de obras do Residencial Porto Dourado.
Data: 17/09/2018 (segunda-feira)
Horário: 14 horas
Local: Rua 51, Condomínio das Esmeraldas, próximo à GO-040. Referência: Após o Terminal Garavelo.


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo