Brasil, 18 de Dezembro de 2018

+ F O N T E -

Explorum prepara professores para educação do futuro

Start up brasileira com conceito 100% maker e conteúdo de aulas, transforma dinâmica de aprendizado e prepara alunos para as novas competências do milênio

A definição da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a Reforma do Ensino Médio abrem espaço para se discutir o futuro da educação no Brasil. Esta semana, em São Paulo, o maior evento de educação da América Latina e um dos principais do mundo, a Bett Educar 2018, reúne educadores em busca de soluções inovadoras. A startup Explorum Educacional, por exemplo, se destaca por oferecer um kit com hardware, plano de aulas e projetos integrados, que permitem a incorporação de tecnologia no currículo sem que seja necessária a compra de muitas máquinas e equipamentos.

“Temos um produto fácil de usar e de baixo custo, capaz de mudar o jeito de pensar, criando uma nova dinâmica de aprendizagem em sala de aula para todo o Brasil”, conta Eduardo Azevedo, co-fundador da Explorum. A startup, que começou suas operações em 2017, participa pela primeira vez do evento.

A plataforma educacional Explorum oferece conteúdos inovadores que contemplam aptidões definidas na Base Nacional Comum Curricular com projetos alinhados à cultura Maker. A missão é reunir matérias de Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática (sigla em inglês para STEAM) com programação física, robótica, inteligência artificial e Internet das Coisas. O aprendizado ocorre a partir do box Explorum, um kit de hardware que conta com sensores, atuadores e uma placa de exclusiva desenvolvida pela empresa brasileira.

Nos Estados Unidos, por exemplo, a meta é incluir essas competências em 100% das escolas de Ensino Fundamental e Ensino Médio, até 2026. “Saber como utilizar tecnologia de maneira criativa é competência básica para qualquer profissional do futuro”, conta Azevedo. “Os desafios enfrentados por educadores nesse processo são grandes. A Explorum oferece uma solução única que respeita a proposta pedagógica da escola e agrega tecnologia”, complementa.

Nas aulas com Explorum, os alunos são desafiados a aprender sobre linguagem de programação e criar suas próprias engenhocas para resolver problemas reais. As atividades mesclam a utilização de ferramentas tecnológicas e materiais de uso cotidiano, criando combinações que proporcionem respostas as suas próprias perguntas.

Como exemplos estão projetos de criação de sensores de estacionamento e alarmes para casa feito por alunos do ensino fundamental a partir do Box Explorum. “A aulas se baseiam no contexto socioemocional do aluno e estimulam o aprender fazendo”, finaliza Azevedo.

A Explorum almeja chegar a 20 capitais brasileiras até 2019. Em pouco mais de um ano de fundação, a Explorum já está presente em 18 escolas entre São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Mato Grosso e Pernambuco. Criada em 2016, com início das operações em 2017, a partir de investimento anjo de R$1,2 milhão, a startup registrou em contratos fechados a marca de R$1,1 milhão, projetando R$2 milhões até o final do ano. Além disso, a relevância da plataforma no mercado educacional também pode ser medida pela parcerias firmadas IBM (parceira tecnológica) e Samsung (parceira social).

Mais informações no site: www.explorum.com.br

Explorum é uma plataforma pedagógica de aprendizagem criativa híbrida que permite explorar problemas reais do mundo com desafios, por intermédio de uma metodologia de ensino e de atividades conectadas a objetos desenhados para auxiliá-los a projetar por si mesmos para uma sociedade digital e conectada.

Conceito de Aprendizagem Criativa Híbrida – é um movimento que inspirou a criação de plataformas educacionais e que ganhou força com a Explorum, que agora trabalha o conceito de Alta Inovação Educacional. Dentro desse conceito estão envolvidos pilares de sustentação como Cultura Maker, Tinker, Robótica, Ensino Híbrido, Empreendedorismo, Inteligência Artificial e IoT (sigla em inglês para Internet das Coisas).

Todos esses conceitos agregados consolidam a cultura do fazer e aprender ou do “Faça Você Mesmo” com a inclusão de itens diversos, eletrônicos ou não, que tem em sua base a ideia de que pessoas comuns podem construir, consertar, modificar e fabricar os mais diversos tipos de objetos e projetos com suas próprias mãos.

Sobre os Fundadores da Explorum

Eduardo Azevedo, 42 anos, é cofundador da Explorum Educacional, uma plataforma de conteúdo e hardware pedagógicos focados na AIE - Alta Inovação Educacional, o que permite explorar problemas reais do mundo por intermédio de uma metodologia de ensino e de atividades conectadas. Além disso, ajudou a criar outras duas startups: a Farofa Studios, uma DGC - Digital Education Content para crianças e o PrintMe, uma startup de miniaturas em 3D. É graduado em publicidade com MBA em Marketing pela FAAP e Planejamento de Comunicação pela ESPM.

Marco Rossi, 32 anos, é cofundador da Explorum educacional e atua no desenvolvimento de produtos de inovação e tecnologia. Antes atuou em outras três startups que fizeram sucesso. A Farofa Studios, em 2011, o Garagem Fab Lab, primeiro Fab Lab brasileiro, em 2013 e o PrintMe, focada em escaneamento e impressão de pessoas em 3D, a primeira iniciativa com foco no varejo no Brasil, em 2014. Antes de empreender trabalhou na Editora Abril, na área digital, e na Editora Globo, onde gerenciou o desenvolvimento de um grande projeto de games para crianças. É graduado em Design Digital.

Explorum nas redes sociais:
YouTube: Explorum Educacional
Instagram: Explorum
Facebook: @ExplorumEducacional
Twitter: Explorum_Oficial
www.explorum.com.br


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo