Logo
Imprimir esta página

Direitos das vítimas de violência é pauta de audiência pública

Evento promovido pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos contou com especialistas e representantes de entidades que atuam na proteção dos direitos humanos

Aelaboração da Política Nacional dos Direitos das Vítimas da Violência foi o tema de uma audiência pública promovida pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) nesta quarta-feira (8). A proposta do evento foi ouvir especialistas e autoridades no tema e coletar informações para estruturar um instrumento de Estado efetivo, que proteja vítimas e familiares.

Na ocasião, a titular da Secretaria Nacional de Proteção Global (SNPG/MMFDH), Mariana Neris, ressaltou a necessidade do desenvolvimento de ações que apoiem as pessoas que sofrem violências. “Queremos construir de forma coletiva um projeto comum que realmente contenha ações e diretrizes para a proteção da vítima. Atualmente, há muitas leis de proteção ao agressor. Eles devem ter os seus direitos respeitados, mas é importante que tenhamos um olhar mais atento para as pessoas que sofrem a violência”, disse.

Segundo a secretária, o resultado dos debates servirão para a elaboração de uma minuta do decreto que instituirá a Política Nacional e será enviado, ainda, um projeto de lei ao Congresso Nacional para que seja discutida a temática no Legislativo.

Também participante da audiência, o diretor de Proteção e Defesa de Direitos Humanos da SNPG/MMFDH, Herbert de Barros, lembrou que os estudos para a construção desta política são realizados há algum tempo e com os esforços de vários atores relacionados ao tema.

“A Política Nacional que estamos elaborando visa à garantia dos direitos humanos para todas as vítimas com um olhar amplo. Essas vítimas gritam por justiça e a proposta prevê que elas sejam atendidas com apoio, proteção, informação clara e compreensível, reparação e maior participação no processo penal. A Política Nacional terá a participação e interligação de todos órgãos públicos que atuam no tema”, explicou.

Representantes do Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública, do Parlamento, de Governos Estaduais e da sociedade civil que participaram da reunião foram unânimes em dizer que, em muitos casos, a vítima não é adequadamente assistida e que uma atualização da legislação é urgente.

“O sistema é burocrático, as vítimas, na maioria dos casos, precisam esperar o encerramento do processo para ter, por exemplo, uma indenização e reparação. Acreditamos que, com essas inserções no documento que norteará a Política Nacional, os processos terão mais celeridade e as vítimas estarão mais protegidas e amparadas”, disse o representante do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Marcelo Weitzel.

Para dúvidas e mais informações:


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Copyright ©2002-2022 Clipping - Segs - Portal Nacional de Seguros, Saúde, Veículos, Informática, Info, Ti, Educação, Eventos, Agronegócio, Economia, Turismo, Viagens, Vagas, Agro e Entretenimento. - Todos os direitos reservados.- www.SEGS.com.br - IMPORTANTE:: Antes de Usar o Segs, Leia Todos os Termos de Uso.
SEGS é compatível com Browsers Google Chrome, Firefox, Opera, Psafe, Safari, Edge, Internet Explorer 11 - (At: Não use Internet Explorer 10 ou anteriores, além de não ter segurança em seu PC, o SEGS é incompatível)
Por Maior Velocidade e Mais Segurança, ABRA - AQUI E ATUALIZE o seu NAVEGADOR(Browser) é Gratuíto