Brasil,

73% das ONGs no país preveem diminuição de recursos este ano

Estudo inédito que avalia impacto da Covid-19 nas OSCs brasileiras revela que, apesar das restrições, 87% estão oferecendo atendimento às populações afetadas pela pandemia

As organizações da sociedade civil (ONGs, institutos, fundações, coletivos etc.) têm ocupado um espaço importante no combate à covid-19 no Brasil. Mas com a pandemia grande parte sofre com a diminuição de recursos para se manter: uma em cada cinco declara estar sem fundos para continuar suas atividades. Essa é uma das constatações do estudo inédito coordenado pelas consultorias Mobiliza e Reos Partners e cofinanciado pela Fundação Tide Setúbal, Fundação Laudes, Instituto ACP, Instituto Humanize, Instituto Ibirapitanga, Instituto Sabin e Ambev.

O estudo Impacto covid-19 nas OSCs brasileiras contou com 1.760 representantes de organizações em todas as regiões do país, que responderam a um formulário no período entre 18 de 31 maio de 2020. O trabalho combinou metodologia quantitativa - questionário online enviado por e-mail e divulgado nas redes sociais - com 15 entrevistas qualitativas para aprofundar a compreensão dos dados.

Dos respondentes, 87% relataram ter todas ou parte de suas atividades principais interrompidas ou suspensas por conta da crise; 73% das OSCs relatam que a crise as enfraqueceu (36% muito e 37% parcialmente). Mesmo com as restrições financeiras, a grande maioria das organizações respondentes (87%) prevê continuar as atividades, com grandes (58%), pequenas (24%) ou sem significativa (5%) mudança. Este dado é um alento, considerando que 87% das OSCs está atualmente oferecendo algum tipo de atendimento às populações afetadas pela pandemia – sendo 58% dessas ações relacionadas à distribuição de alimentos e produtos de higiene para públicos que já eram atendidos.

“As OSCs passaram a ser ainda mais relevantes para atenuar os efeitos da covid-19 nas populações mais afetadas, mas identificamos que sua sustentabilidade, já frágil em momentos normais, vai piorar com os efeitos da pandemia, justamente quando mais precisaremos delas.” aponta Rodrigo Alvarez, diretor da Mobiliza e um dos idealizadores e coordenadores do estudo.

Para Fernando Rossetti, responsável pela pesquisa na Reos Partners, “se nada mudar, o cenário para os próximos dois, três anos para as OSCs será muito difícil, pois elas estarão lidando com demanda aumentada e diminuição de recursos”.

Impactos positivos

A pesquisa também constatou impactos positivos da crise: 53% tiveram aceleração do uso de ferramentas digitais para o trabalho e 40% indicaram mais engajamento e envolvimento da equipe. Apesar do cenário complexo, 42% dos respondentes esperam que a cultura de doação deva crescer no país, mas com foco em assistência social e saúde e apenas 6% dos respondentes indica uma tendência de encerrar as atividades até o final do ano.

Mais informações, baixe o sumário executivo do estudo em https://mailchi.mp/mobilizaconsultoria/covid19


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS