Brasil,

Alesp e Fundação Seade apresentam resultados do IPRS

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo - Alesp e a Fundação Seade disponibilizam os resultados do Índice Paulista de Responsabilidade Social – IPRS com os dados definitivos para 2014 e 2016 e os resultados estimados para 2018 com o objetivo de apoiar a gestão municipal de forma mais tempestiva ao final da primeira metade do mandato eletivo (2017-2020).

O IPRS é baseado nos mesmos critérios de desenvolvimento considerados pelo Índice de Desenvolvimento Humano – IDH e reflete a situação dos municípios nas dimensões riqueza, escolaridade e longevidade permitindo o ordenamento dos 645 municípios do Estado segundo cada uma dessas dimensões. Cada uma delas contém indicadores que permitem hierarquizar a posição de determinada unidade territorial (município e Região Administrativa), os quais são expressos em uma escala de 0 a 100. Além disso, a combinação das três dimensões propicia uma tipologia que classifica os municípios em cinco grupos com características similares.

Comparando a situação dos municípios em 2014 e 2018, foram observadas as seguintes mudanças:

• redução do número de municípios vulneráveis – com baixa riqueza, baixa longevidade e baixa escolaridade –, que passaram de 77 para 61, e decréscimo da população residente, diminuindo de 5,5% (2,35 milhões de pessoas) para 4,6% (2,02 milhões de pessoas);

• aumento do número de municípios dinâmicos (de 104 para 112), que geram riqueza e alcançam indicadores médios ou altos nas dimensões escolaridade e longevidade e ampliação da população alcançada, passando de 32,1% (13,7 milhões de pessoas) para 34,0% (15 milhões de pessoas);

• crescimento do número de municípios desiguais, que geram riqueza e apresentam indicadores baixos em pelo menos uma das dimensões de escolaridade e longevidade. Esse grupo passou de 71 para 75 municípios, mas a população envolvida diminuiu de 45,3% (19,33 milhões de pessoas) para 43,6% (19,18 milhões de pessoas);

• ampliação do grupo de municípios equitativos, que apresentam níveis de riqueza baixos, mas indicadores de escolaridade e de longevidade altos e médios. Esse grupo cresceu de 212 para 218 municípios e a população alcançada passou de 9,7% (4,14 milhões de pessoas) para 9,8% (4,31 milhões de pessoas) da população paulista;

• relativa estabilidade do grupo de municípios em transição – com indicadores de riqueza baixa e indicadores de escolaridade e longevidade em polaridades opostas, isto é, baixa escolaridade e alta ou média longevidade ou o contrário. Esse grupo oscilou de 181 para 179 municípios, mas a população envolvida aumentou de 7,4% (3,16 milhões de pessoas) para 8,0% da população (3,52 milhões de pessoas).

Na comparação do período 2016-2018, o Estado de São Paulo manteve estabilidade em 44 pontos no indicador de riqueza. Entre os municípios 39,5% não sofreram variação, 3,9% registraram redução e cerca de 45% tiveram aumento. Destaque para o crescimento acima de 10% desse indicador nos municípios de Planalto (16,7%), Arealva (13,3%), São Luís do Paraitinga (12,5), Alto Alegre (12,5%) e Indiaporã (11,5%).

Na dimensão longevidade, o Estado mostra tendência idêntica e marca de 72 pontos. Pouco mais de um terço (38%) dos municípios apresentaram declínio desse indicador, aproximadamente 12% registraram estabilidade e 50% ampliaram seu valor, é o caso dos municípios de Balbinos, Guzolândia, Mirante do Paranapanema, Pariquera-Açu, Itaporã e Mesópolis.

Já no indicador de escolaridade houve aumento de 2 pontos, elevando-se para 53. Cerca de 80% dos municípios alcançaram variações positivas, 5% apresentaram estabilidade e 15,3% reduziram este valor.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS