Brasil,

Conheça cinco tendências de empresas de comércio exterior para 2020

* Por Helmuth Hoffstatter

A transferência para novas tecnologias disruptivas pode alterar muito o mindset organizacional. Esse artigo vai apontar os principais tendências de mudanças nas empresas que devem ocorrer em 2020, começando com o VUCA, um conceito criado pelo U.S. Army War College que descreveu o mundo pós guerra fria.

Hoje, o método é utilizado para entender como será o novo mercado e cada letra representa uma característica e no comércio exterior esse conceito fica ainda mais intenso. Sendo V de volatilidade, ou seja, muitas mudanças em pouco espaço de tempo. Tanto para empresas quanto para pessoas, não existe mais um caminho estruturado até atingir a estabilidade.

U de Uncertainty (incerteza), não é mais possível utilizar velhas estratégias para novos negócios, e as soluções de hoje não poderão ser aplicadas no futuro, as informações estão em constante movimento e demandam novas maneiras de utilizá-las. C de complexidade, pelo acesso a informação que nossa sociedade adquiriu é fantástico, porém gera maior cuidado na tomada de decisão, porque não é mais possível analisar apenas fatos isolados, deve-se conhecer a cadeia como um todo e entender a conectividade que cada dado possui com outro e suas consequências e A de ambiguidade, ou seja, mais de uma informação pode estar correta, não existe apenas um jeito de realizar determinada atividade. Há diversas interpretações diferentes e não existe uma só verdade.

Mas como as empresas vão se comportar mediante a todas essas mudanças?

Empresas enxutas e muita tecnologia: cada vez mais as empresas vão optar por equipes pequenas, porém com muita tecnologia. O pensamento é que é preferível ter poucas pessoas capacitadas e bem remuneradas do que muitas pessoas incapacitadas com baixos salários.

É importante que os profissionais busquem por especialização. Um exemplo no comércio exterior é que antes, um profissional deveria investir seu tempo no trabalho conciliando informações entre duas máquinas ou softwares, mas hoje é possível a comunicação de dados e apresentação de informações sem precisar uma pessoa intermediadora, que era responsável apenas por realizar follow up de embarques. Essa pessoa perdeu uma função, porém pode se dedicar no atendimento e busca de novos clientes e otimização de processos.

Setores integrados e menor hierarquia: como o fluxo de informação cresce mais rápido no comércio exterior, é inviável a separação de diversos departamentos, a tomada de decisão deve ser rápida e assertiva, por isso cada vez mais haverá integração de todos os setores.

A horizontalização será cada vez mais comum nas empresas, hierarquias deixarão de existir e com isso também tomadas de decisão mais assertivas, a qualidade do trabalho aumenta, e há maior foco no real propósito da empresa.

Horário e local flexível: o comércio exterior é complexo e viver com prazos transforma o ambiente de trabalho em um lugar estressante e pesado, as empresas serão responsáveis por deixar o ambiente mais tranquilo, amenizando e trazendo propostas de integração para melhorar o clima tenso do comex. Além disso, o que importa para uma empresa é a qualidade de produção do colaborador, por isso os horários flexíveis serão mais comuns, assim como a possibilidade de fazer home office ou em espaço de cowork.

Criação de padrão e personalização: mais uma vez a ambiguidade aparece por aqui. Padronização e personalização ao mesmo tempo, é possível? Cada vez mais operações serão padronizadas, isso é uma etapa para o sucesso da automação, pois sem criar padrões não é possível automatizar processos. No entanto, cada cliente possui uma peculiaridade, um jeito que deseja as coisas e esse pode ser um fator essencial de decisão para o cliente se manter ou não utilizando os serviços de determinada empresa. Por isso, é importante que o setor de TI esteja atento para programar cada personalização que os clientes demandarem.

Aprendizado coletivo: para ter profissionais qualificados, é importante que a organização ofereça meios de entregar conhecimentos a seus colaboradores. Essa atitude, além de desenvolver os profissionais, traz interação entre a equipe e o mercado. Palestras, dinâmicas, treinamentos e tudo que capacite o profissional será importante para a empresa e para o profissional ter sucesso na quarta revolução industrial.

Sobre a LogComex

A Plataforma LogComex traz ao mercado maior transparência e automatização das operações de logística internacional, transformando a maneira como as empresas enxergam o mercado. Através de uma tecnologia desenvolvida a plataforma coleta e processa milhares de dados para gerar uma visão panorâmica, indicando previsibilidade e transparência para toda cadeia logística. São realizadas a automação e integração entre os fornecedores, garantindo transparência e eficiência. O programa tem como base as operações que ocorrem no Brasil, Argentina,Uruguai, Paraguai, EUA, a plataforma ainda é dividida em três módulos: Tracking Real Time, RPA Automação/Integração e Big Data Analitycs. Para saber mais, acesse - http://www.logcomex.com/

Sobre Helmuth Hofstatter

Empreendedor apaixonado por tecnologia e inovação, possui mais de 12 anos de experiência no segmento de logística internacional, fundador da LogComex, startup de big data, inteligência e automação para logística internacional. É especialista em gestão de produtos e nas mais diversas soluções voltadas ao universo do comércio exterior.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

<::::::::::::::::::::>
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
<::::::::::::::::::::>
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
<::::::::::::::::::::>

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::