Brasil,

Carne suína ganha espaço no mercado e chega a custar 1/3 da carne bovina

Carne suína ganha espaço no mercado e chega a custar 1/3 da carne bovina

Especialistas analisam o aumento do valor da carne bovina nos últimos dias e dão alternativas aos consumidores

Segundo dados do IBGE, a carne bovina está entre os 10 alimentos mais consumidos no Brasil. A alta demanda interna pelo produto, em relação ao aumento expressivo em seu preço durante as últimas semanas, criou um sinal de alerta à economia nacional e, principalmente, ao bolso das famílias brasileiras. Entretanto, economistas apontam não existir uma solução visível a curto prazo para o problema, que já alcançou uma alta de 35% até o momento.

De acordo com Pedro Salanek, economista e professor do ISAE Escola de Negócios, a alta da carne está relacionada a três fatores principais: aumento da demanda interna, principalmente devido a proximidade dos eventos de final de ano; alta do dólar, tornando a exportação algo mais interessante aos olhos do produtor; e questões operacionais por parte do pecuarista, que vem enfrentando problemas com a seca e com a diminuição de animais para o abate, decorrente da crise que começou em 2013.

Para quem quer economizar na hora das compras, a indicação é direcionar o consumo para outros alimentos, como a carne suína. “O mercado de carnes funciona dentro de uma relação de oferta e demanda, e quando aumenta um produto é tendência que o consumidor se adapte a outro”, aponta Salanek. Os cortes suínos mais consumidos pelos brasileiros, como o pernil e o lombo, estão custando apenas 1/3 do valor quando comparados ao mesmo tipo de corne bovino, por exemplo.

Oportunidade de negócio

Segundo dados de 2018 da Associação Brasileira de Proteína Animal, o Brasil é o 4º maior produtor de carne suína do mundo, totalizando aproximadamente 3,76 milhões de toneladas da proteína, além de ser também o 4º maior exportador mundial, com 967 mil toneladas vendidas para países estrangeiros. Em maio deste ano, a exportação da carne suína brasileira cresceu em 41%. Em receita, as vendas atingiram US$ 143,8 milhões, alta de 54,6% sobre os US$ 93 milhões registrados no mesmo mês do ano passado.

Na contramão da crise com a carne bovina, empreendimentos chamam a atenção do público com preparos acessíveis que levam carne suína como protagonista. E o melhor, não sofrem o impacto da alta dos últimos dias. “A carne suína voltou a ser uma tendência entre os consumidores, por isso apostamos em preparos desenvolvidos com receitas exclusivas e muita excelência sem deixar de lado os preços acessíveis”, aponta José Araújo Netto, fundador da rede Porks – Porco & Chope, empreendimento curitibano especializado em carne de porco, que conta hoje com 10 unidades espalhadas por quatro estados brasileiros.

No cardápio do Porks – Porco & Chope, o público encontra, por exemplo, hambúrgueres e lanches à base de carne de porco, a preços acessíveis, na faixa de R$ 10. Atualmente, a rede comercializa 10 toneladas de carne suína por mês e, até o final de 2020, pretende aumentar este número com a abertura de dez unidades na capital paulista. “Além de ser um ótimo modelo de negócios, o Porks se transformou em uma opção democrática para o consumo de carnes suínas de altíssima qualidade, desenvolvendo um mercado em franca expansão no Brasil, e livrando um pouco os brasileiros dessa dependência da carne bovina”, completa Araújo Netto.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...:
 
https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar e sera atendido. -  Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: COMENTÁRIOS com LINK são bloqueados automaticamente (COMMENTS with LINKS are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS