Brasil, 23 de Maio de 2019

Publicidade 1 Aqui no SEGS

A influência dos povos africanos no processo de urbanização das cidades brasileiras é tema de episódio inédito de A Cidade no Brasil

Com direção da cineasta Isa Grinspum Ferraz, a série também trata das configurações das metrópoles contemporâneas. Dia 24/4, quarta, às 21h

O conceito de cidade é antigo na África, anterior a chegada dos europeus ao continente e, até mesmo, ao surgimento dos primeiros povoados nas colônias americanas. A origem e a participação do povo negro durante o processo de construção das cidades brasileiras são temas abordados em A Cidade Africana, quarto episódio da série documental A Cidade no Brasil, que estreia no dia 24/4, quarta, às 21h, no SescTV. Com direção da cineasta Isa Grinspum Ferraz, o assunto é tratado pelos arquitetos e urbanistas Renato Cymbalista e Ermínia Maricato, pelo poeta e produtor cultural Sérgio Vaz e pelos antropólogos Manuela Carneiro da Cunha e Antonio Risério, autor do livro de mesmo nome da série, publicado em 2012, que serviu de base para a elaboração dos 10 episódios que compõem a produção. (Assista também em sesctv.org.br/aovivo)

Antonio Risério abre o episódio A Cidade Africana falando a respeito dos vestígios de vida citadina e da cultura urbana africana, existentes há milênios de anos antes de Cristo. “Estudos arqueológicos comprovam que há inúmeros exemplos de criação arquitetônica e urbanística autóctone espalhados pelo continente africano”, afirma. De acordo com o antropólogo, a contribuição desses povos, sequestrados e trazidos para o Brasil na condição de escravos, foi restrita às formas e práticas de cultura. “Não há influência africana no que se refere a arquitetura e urbanismo. Desde os mais antigos templos de culto aos recentes terreiros de candomblé, não há um só traço africano na feitura dos prédios”, explica.

Ao falar sobre a Brasil colônia, época em que o homem branco entendia o trabalho como um demérito, Ermínia Maricato ressalta a importância da presença dos escravos africanos para a criação e manutenção das cidades brasileiras. “Eles carregavam dejetos para os esgotos, a água e a lenha às residências. Eram o combustível das cidades”, diz a arquiteta. Segundo ela, essa cultura atrasou o desenvolvimento das cidades brasileiras, porque, até hoje, grande parte da força de trabalho provém de atividades domésticas. “Cidades como São Paulo, por exemplo, eu chamo de senzalas urbanas. As favelas e periferias são como um depósito de gente para trabalhar a qualquer hora, por qualquer preço”, esclarece.

O poeta Sérgio Vaz compara os subúrbios a repúblicas ou países onde se convive com o racismo e a violência policial, e completa: “São Paulo é a casa grande e nós somos a senzala, a periferia. Mas tentamos ser felizes”.

A série A Cidade no Brasil traz reflexões de pensadores contemporâneos sobre aspectos e dimensões do fenômeno urbano no país e mostra um olhar atento sobre as cidades brasileiras, desde a sua criação até a atualidade. Ela também conta com depoimentos do cientista Carlos Nobre, dos arquitetos e urbanistas Alexandre Delejaicov, Paulo Ormindo, Guilherme Wisnik e Hugo Segawa, do produtor cultural Bruno Ramos, do educador Eduardo Cardoso, da arqueóloga Cristina Barreto, entre outros.

Com trilha sonora assinada pelo DJ Dolores, a série é pontuada por imagens de arquivos garimpadas em cinematecas e centros culturais do Brasil, de Portugal e da França, e outras atuais filmadas nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana, Recife, Salvador e Belém. Todos os seus episódios já estão disponíveis sob demanda, em alta definição, com legendas em português, inglês e espanhol, no site do SescTV, em sesctv.org.br.

Uma plataforma gratuita sob demanda
Além do acesso à programação ao vivo do canal, o site do SescTV oferece uma seleção de programas e séries brasileiras que podem assistidas na íntegra, gratuitamente, sem necessidade de cadastro. Basta acessar sesctv.org.br. São shows, documentários, debates e entrevistas, que tratam de temas como arquitetura, literatura, filosofia, teatro, política, sociedade, ética e cotidiano. Dentre os programas estão as séries Arquiteturas e Habitar Habitat, ambas dirigidas por Paulo Markun e Sergio Roizenblit; Estilhaços e HiperReal, dirigidas por Kiko Goifman; Filosofia Pop, dirigida por Esmir Filho e apresentada por Marcia Tiburi; Super Libris, de José Roberto Torero, e Galáxias – Olhares sobre o Brasil, de Isa Grinspum Ferraz.

Sobre o SescTV
O SescTV é um canal de difusão cultural do Sesc em São Paulo, distribuído gratuitamente às operadoras de TV por assinatura, que tem como missão ampliar a ação do Sesc para todo o Brasil. Sua grade de programação é permeada por espetáculos, documentários, filmes e entrevistas. As atrações apresentam shows gravados ao vivo com grandes artistas da música e da dança. Documentários sobre artes visuais, teatro e sociedade abordam nomes, fatos e ideias da cultura brasileira. Ciclos temáticos de filmes e programas de entrevistas sobre literatura, cinema e outras artes também estão presentes na programação.

SERVIÇO:

Série: A cidade no Brasil
Direção: Isa Grinspum Ferraz
Produtora: Texto e Imagem
Realização: SescTV

No SescTV
4º episódio: A Cidade Africana
Estreia: 24/4, quarta, às 21h
Reapresentações: 26/4, sexta, às 19h; 27/4, sábado, às 18h; 28/4, domingo, às 14h; 29/4, segunda, às 11h; 30/4, terça, às 19h.
Classificação Indicativa: Livre

Online sob demanda
Todos os 10 episódios estão disponíveis em sesctv.org.br, gratuito.
Idioma Original: Português
Legendas: Português, Inglês, Espanhol

Todos os episódios:
- A Cidade
- Cidade Ameríndia, Metrópole Neoindígena
- O Brasil Nasceu Urbano k
- A Cidade Africana
- Cidade de Vidas Embaralhadas
- Sertão, Cidade
- Cidade Natural ou Desperdício
- Cidade e Migração
- Vanguarda e Tradição
- Direito à Cidade

Para sintonizar o SescTV:
Canal 128, da Oi TV
Ou consulte sua operadora
Assista também online em sesctv.org.br/ao vivo
Siga o SescTV no twitter: http://twitter.com/sesctv
E no facebook: https: facebook.com/sesctv

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::