Brasil, 21 de Setembro de 2019

A importância da manutenção periódica dos prédios e edifícios comerciais para evitar danos estruturais e desvalorização do imóvel

  • Escrito ou enviado por  Joanna Percego
  • Adicionar comentario
  • SEGS.com.br - Categoria: Demais
  • Imprimir

Administradoras, como a APSA, seguem critérios rígidos de manutenção, mantendo a segurança e a qualidade de vida dos imóveis, condôminos e inquilinos

A manutenção predial é fundamental para evitar danos estruturais e gastos maiores com taxas extras no condomínio. Ela cuida de toda infraestrutura de uma edificação, através de serviços de reparos, consertos e vistorias periódicas. Podemos imaginar que um prédio é como um corpo humano, que precisa de cuidados e inspeções de rotina para se manter “saudável”. A manutenção preventiva é fundamental tanto para garantir a segurança dos condôminos e inquilinos, quanto para valorizar o patrimônio.

A NBR 5674 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) define manutenção como sendo: “o conjunto de atividades a serem realizadas para conservar ou recuperar a capacidade funcional da edificação e de suas partes constituintes e atender as necessidades e segurança dos seus usuários”. E, segundo a ABNT, podemos dividir a manutenção necessária em três tipos: manutenção rotineira, caracterizada por um fluxo constante de serviços simples e padronizados por profissionais do próprio condomínio; manutenção planejada, cujos serviços são planejados e organizados antecipadamente mediante solicitação de usuário; e manutenção não planejada, que são serviços não previstos na manutenção planejada, como emergenciais e serviços de intervenção imediata para garantir a segurança e evitar prejuízos pessoais e patrimoniais.

A APSA, uma das maiores empresas nacionais em gestão condominial e negócios imobiliários, possui um critério rigoroso quando o assunto é manutenção predial e condominial. Administrando mais de oito mil imóveis, além de condomínios, espalhados pelo país, a empresa vê a manutenção periódica como uma prioridade obrigatória. “A manutenção, como o próprio nome diz, é a ação de manter, sustentar e conservar. Sua função é estratégica, já que impacta diretamente no resultado físico, financeiro e operacional. A missão de uma manutenção é a de garantir que todos os sistemas e subsistemas prediais estejam disponíveis.”, explica João Ferraz, gerente de negócios da APSA.

Quando se constrói um prédio a construtora é a responsável, por um período estabelecido em contrato, pela garantia que diz respeito apenas aos vícios e defeitos da construção, ou seja, isso não engloba eventuais problemas de manutenção. Por isso, é necessário uma inspeção geral feita pela empresa ou síndico que irá administrar esse prédio, para verificar a existência ou possíveis problemas que possam existir e já programar na manutenção rotineira uma atenção especial. “Uma das primeiras ações que fazemos ao iniciar em um prédio, é o check-up predial e inventário de todos os equipamentos e sistemas prediais. Através destes levantamentos, analisamos as condições e as classificamos conforme sua criticidade para, de maneira responsável, elaborar um plano de ação objetivando a manutenção ou reparo do sistema/equipamento sempre com a visão do menor impacto financeiro para os clientes. Corrigido o problema, elaboramos um plano de manutenção com todos os planejamentos preventivos e preditivos para fins de garantir a funcionalidade e performance dos equipamentos.”, diz João Ferraz.

A taxa condominial é destinada ao pagamento dessas manutenções rotineiras, além de jardinagem, limpeza, segurança, energia elétrica, água, funcionários e telefone. Além disso, ainda existe a taxa de fundo de reserva que é calculado como um percentual do condomínio ou valor fixo. Essa reserva de recursos é destinada à realização de serviços de manutenção não planejada. “O olhar de uma boa gestão é enxergar a manutenção como investimento e valorização do patrimônio. Um bom planejamento orçamentário prevê todas as situações, afinal, é melhor prevenir do que esperar um equipamento quebrar para repará-lo gerando despesas extraordinárias desnecessárias.”, finaliza o gerente de negócios da APSA.

Limpezas de calhas, de caixa d’água, da fachada, além de inspeção, dedetização, contrato de manutenção de elevadores, extintores de incêndio, o bom funcionamento das instalações elétricas e pára-raios, já garantem a funcionalidade e a integridade estrutural do prédio e, principalmente, o conforto e a segurança dos condôminos e inquilinos. Manutenções simples para viver bem.

Sobre a Apsa

Criada em 1931, a Apsa é referência e uma das maiores empresas do Brasil em soluções para o viver bem em propriedades urbanas. Líder no mercado nacional de administração de condomínios, conta com uma carteira de mais de 100 mil imóveis distribuídos em mais de 2,9 mil condomínios. Em locação, são cerca de 9 mil imóveis administrados. A Apsa também atua com compra e venda de imóveis. É a primeira administradora nacional digital, além de possuir rede de atendimento espalhada por várias capitais do país – Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, e Maceió, além do Distrito Federal (Brasília).


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

NEWSLETTER SEGS