Brasil, 14 de Dezembro de 2018

+ F O N T E -

COP24: Estudo revela diferenças entre os fardos do meio ambiente nas cidades

Ferramenta desenvolvida na Universidade de Yale e lançada hoje na Conferência do Clima da ONU na Polônia revela, em detalhes, a performance de mais de 30 cidades em relação ao meio ambiente, incluindo São Paulo.

Nas cidades ao redor do mundo, bairros mais pobres sofrem desproporcionalmente com os fardos do meio ambiente, de acordo com uma ferramenta de pesquisa desenvolvida pelos pesquisadores da Universidade de Yale e lançada nesta quinta-feira (06/12) na Conferência do Clima das Nações Unidas, a COP 24, em Katowice, Polônia. O Urban Environment and Social Inclusion Index (UESI) descobriu que, mesmo nas cidades com alta performance ambiental no geral, as áreas de menor renda recebem menos benefícios ambientais, como transporte público e áreas verdes, além de sofrerem mais com a poluição do ar e aquecimento urbano.

O estudo fornece uma nova maneira de compreender como os habitantes de uma mesma localidade podem experimentar ambientes urbanos de maneiras completamente diferentes, auxiliando tomadores de decisões a melhorarem suas intervenções políticas futuras. O trabalho, liderado pelo Data-Driven Yale — um grupo interdisciplinar sediado na Universidade e no Yale-NUS College — usou dados de alta resolução, grande escala e de censos sobre as áreas para revelar informações de mais de 30 cidades, entre elas São Paulo, sobre a intersecção do meio ambiente com a igualdade social em nível de detalhes nunca visto antes.

“Ao mesmo tempo em que as Nações Unidas cobram que as áreas urbanas sejam sustentáveis e inclusivas, existem poucas ferramentas que ajudam as cidades a entenderem se estão cumprindo suas metas”, diz Angel Hsu, professor assistente de Environmental Studies na Yale-NUS College e diretor do Data-Driven Yale. “O UESI preenche essa lacuna, tornando possível entender e comparar a performance ambiental em um nível granular.”

Resultados — Por meio da avaliação dos dados de vizinhança para vizinhança, mostrando como a exposição das cidades a vantagens e riscos ambientais varia de acordo com a média de renda familiar, o UESI revela tendências promissoras e perturbadoras ao mesmo tempo. Em São Paulo, chamam a atenção os problemas relacionados à distribuição muito desequilibrada das áreas verdes e, consequentemente, a intensificação de ilhas de calor nas áreas menos arborizadas, como, por exemplo em bairros do Centro e Zona Leste da metrópole.

A maioria das cidades cumpre bem a missão de prover opções sustentáveis de transporte e acesso a áreas arborizadas, mas a performance ligada a coleta e tratamento de águas residuais varia bastante. As respostas do meio urbano às mudanças climáticas são também uma mistura: apesar das ameaças sobre a elevação da temperatura nas cidades, muitas delas sofrem com a falta de planejamento de mitigação, adaptação e dados transparentes que mostrem o progresso nessas áreas.

A poluição do ar continua a ser um grande desafio. A qualidade do ar de 96% dos habitantes das cidades pesquisadas para o UESI excede as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) de uma exposição saudável à poluição por partículas finas (PM2.5), uma das ameaças urbanas mais nocivas à saúde humana.

A Conferência do Clima das Nações Unidas, a COP 24, em Katowice, Polônia, acontece de 3 a 14 de dezembro e reúne representantes da sociedade civil, oficiais de governo, pesquisadores e tecnólogos para discutir como ferramentas geoespaciais e dados de alta resolução podem informar os processos de tomada de decisão no terreno.

Os dados completos do estudo estão disponíveis no site: http://datadriven.yale.edu/urban/ .


Publicidade

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo