Brasil, 21 de Outubro de 2018

+ F O N T E -

Volume de ofertas até setembro supera a média dos últimos sete anos

Total captado pelas empresas brasileiras é de R$ 217,4 bilhões; emissões de debêntures têm recorde histórico, com alta de 98% com relação ao mesmo período de 2017

O volume das ofertas públicas em 2018 chegou a R$ 217,4 bilhões e já é recorde: supera a média de R$ 177,6 bilhões para o período nos últimos sete anos, de acordo com o Boletim de Mercado de Capitais da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais). O número de operações, no entanto, é um pouco inferior a 2017, com 548 contra 594.

As debêntures são o destaque do ano, com o maior volume de emissões da história, respondendo por metade de toda a captação do mercado. O volume destes papéis alcançou R$ 108,5 bilhões, com crescimento de 98% na comparação com janeiro a setembro de 2017, e o número de operações passou de 167 para 203. Desse volume, 15% foram emissões de debêntures incentivadas (ativos emitidos com base na Lei 12.431), chegando ao patamar de R$ 15,8 bilhões, com alta de quase 200%.

“Apesar do período eleitoral, o mercado de capitais funcionou com bastante dinamismo e registrou o melhor desempenho nas ofertas de renda fixa na comparação com últimos três anos com eleições (2006, 2010 e 2014)”, afirma José Eduardo Laloni, vice-presidente da ANBIMA.

Houve também crescimento no volume de ofertas públicas de notas promissórias (R$ 23,7 bilhões), fundos imobiliários (R$ 9,9 bilhões), letras financeiras (R$ 5,2 bilhões). As altas foram de 26%, 77% e 158%, respectivamente.

As incertezas de um ano eleitoral impactaram negativamente as ofertas de renda variável. O volume total de ações foi de R$ 6,9 bilhões com queda de 77% na comparação com o mesmo período do ano anterior. A expectativa é que as empresas acessem o mercado após segundo turno da eleição presidencial. “Há várias emissões ‘represadas’ esperando um ambiente mais propício para irem a mercado” diz Laloni.

Os resultados das captações externas ficaram abaixo da média dos últimos sete anos, totalizando US$ 14,4 bilhões. Além do cenário eleitoral, que provocou a volatilidade do dólar, as operações foram impactadas pela elevação das taxas de juros internacionais e pela retração do investidor estrangeiro aos países emergentes.

“Quando o mercado doméstico está funcionando bem, com profundidade em prazo e em volume, como é o caso, o mercado externo passa a ser mais uma boa alternativa para as empresas decidirem qual será sua política de tomada de recursos”, explica Laloni.

Confira o boletim completo no site da ANBIMA
SOBRE A ANBIMA

A ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) representa mais de 260 instituições de diversos segmentos. Dentre seus associados, estão bancos comerciais, múltiplos e de investimento, asset managements, corretoras, distribuidoras de valores mobiliários e consultores de investimento. Ao longo de sua história, a Associação construiu um modelo de atuação inovador, exercendo atividades de representação dos interesses do setor; de regulação e supervisão voluntária e privada de seus mercados; de oferta de produtos e serviços que contribuam para o crescimento sustentável dos mercados financeiro e de capitais; e de educação para profissionais de mercado, investidores e sociedade em geral.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo