Brasil, 18 de Abril de 2019

+ F O N T E -

Adoção da Cultura DevOps: o que ainda falta?

Se eu precisasse responder essa pergunta com apenas uma palavra, sem dúvida, seria: integração. Ao tentarmos fazer a junção da área de desenvolvimento com a área de operações – movimento que chamamos de DevOps – ainda encontramos muitas divergências e a falta de integração é o que mais compromete a iniciativa.

Quando uma empresa está comprometida a adotar o DevOps e olha para dentro para analisar porque essas divergências ocorrem e quais os caminhos para saná-las, é comum que o diagnóstico seja o modelo ultrapassado da sua infraestrutura. Isso porque não é possível implementar uma cultura DevOps sem mexer nessa parte. O primeiro passo para essa mudança é movimentar a área de operações para o modelo ágil, da mesma forma que foi feito pela área de desenvolvimento.

Apesar de serem fundamentais uma para a outra, as duas áreas ainda se desentendem em um ponto crucial: inovação X estabilidade. Com a mesma intensidade que o desenvolvimento busca pelo novo - uma vez que está totalmente focado na entrega de novos produtos de maneira rápida - a área de operações quer manter tudo como está, pois assim garante o funcionamento completo do seu ambiente. Exemplo clássico: os desenvolvedores do Facebook querem entregar novas features a todo momento, já os profissionais da operação querem manter o site 100% do tempo, pois de nada adiantam os novos recursos se eles não puderem ser usados, certo?

Errado! A inovação é necessária e, em prol dela, as barreiras precisam ser quebradas. Mas esse não é um movimento simples, porque, muitas vezes, essas barreiras estão inclusive dentro da mesma área, como por exemplo quando o time de segurança não conversa com o de sistemas ou o de rede. Alguns profissionais ainda têm dificuldade de enxergar que o impacto das suas operações extrapola os limites da sua área e, na minha opinião, repetindo o que já destaquei, essa falta de integração é um dos principais entraves para a adoção de um novo modelo de trabalho.

A formação de times multidisciplinares, com profissionais habituados a modelos não tradicionais e orientados a resultados, que se comunicam e se integram por meio de processos e ferramentas em todas as suas etapas, é uma boa forma de estimular essa nova abordagem dentro das organizações. Além disso, outros 4 passos são importantes para a adoção de uma cultura DevOps: automatização das operações, implementação de fluxos de entregas balizados por pipelines, criação de métricas para cada uma das áreas e por último, e um dos mais importantes: pessoas. Apenas as pessoas conseguirão mudar o paradigma e sair de um ciclo de trabalho já viciado. Não é fácil, mas se o corpo gestor não acreditar no projeto e estimular a integração dos times, a iniciativa se torna inviável.

Porém, mais do que uma mudança necessária para seguir um dos movimentos mais disruptivos do mercado de tecnologia da atualidade, a adoção de um novo modelo de trabalho e gestão orientado à metodologia ágil é fundamental para que as empresas atendam ás exigências dos clientes e, consequentemente, mantenham-se atuantes de forma lucrativa e eficiente. Os clientes querem agilidade, respostas rápidas e experiências positivas e investimentos consistentes em projetos que tornem as operações cada vez mais digitais são fundamentais para essa entrega.

Fazer frente às startups é outra necessidade latente das companhias. Reconhecidamente mais ágeis e adaptadas a fazer negócios em um ambiente cada vez mais digital, a todo momento nascem startups prontas para resolver problemas que as grandes companhias nem sempre conseguem sanar com a mesma agilidade: como as fintechs que permitem a abertura de contas por meio de aplicativos, por exemplo, e que aceleraram essa mudança nas grandes instituições financeiras.

E engana-se quem pensa que grandes empresas não conseguem fazer essa transição pelo tamanho e peso de sua estrutura. Muitas estão, inclusive, investindo em uma nova área de digital – como se fosse uma verdadeira startup – para liderar essa mudança de abordagem e atuação. A contratação de profissionais experientes e o desenvolvimento de um projeto completo, que atue desde a análise de todo o legado de uma companhia para definir o que e como será migrado para o digital, será integrado ou simplesmente substituído, são pontos iniciais importantes. É dessa forma que mercados mais maduros - como o americano – agiram e que tem sido espelhado com sucesso no Brasil.

A adoção de uma nova forma de trabalho não é mais uma opção. Quando pegamos como modelo as corporações que já nasceram na nova economia - as chamadas companhias hipster, como Google, Facebook, Amazon, dentre outras gigantes - percebemos que a cultura já é outra, a abordagem já é ágil e, não por coincidência, são elas que estão dominando o mercado. É fundamental ficar atento.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Siga-nos ::

Notícias ::

Mais Itens ::