Brasil, 15 de Dezembro de 2019

AIRBNB – Proibir Não É Solução, Afirma Iccond

“Os moradores devem então se adaptar para chegar a um consenso, se necessário alterando suas regras internas para evitar conflitos”, explica Dostoiévscki Vieira, Presidente do Instituto Cidades & Condomínios (ICCOND).

A prática de locação de imóveis por temporada não é uma novidade nas cidades litorâneas há décadas e assim como no transporte público, o novo padrão de consumo e compartilhamento de bens chegou aos condomínios. O Airbnb é um site onde proprietários anunciam seus imóveis, com intenção de aluga-los por um curto período de tempo, sendo somente cômodos ou o imóvel por completo.

Este método acaba por incomodar muitos moradores, o que resultou em caso na justiça. Um juiz da 42ª Vara Cível de São Paulo decidiu que o condomínio não pode impedir que seus moradores utilizem os apartamentos para locação do aplicativo AIRBNB senão por alteração na convenção. No entanto, o tema ainda divide juristas brasileiros. “É uma tendência irreversível e comprovada pela ação em que o direito de propriedade a qualquer regra interna do condomínio. Mesmo sendo direito de propriedade é necessário cumprir algumas normas internas do condomínio, como o uso de piscinas e de academia, a utilização destas áreas acaba por ser proibido para pessoas de fora, pois mesmo se tratando de um aluguel por curto prazo, estes hospedes não são condôminos. Os moradores devem então se adaptar para chegar a um consenso, se necessário alterando suas regras internas para evitar conflitos. O condomínio deve também adotar questões tecnológicas, como por exemplo, biometria cadastrada e o cartão de acesso, pois itens como estes não irão interferir na operação do condomínio e ajudarão a controlar”, explica Dostoiévscki Vieira, Presidente do Instituto Cidades & Condomínios (ICCOND).

Por meio de nota, o Airbnb afirmou que o aluguel por temporada de imóveis ou partes destes é uma prática expressamente autorizada pela legislação brasileira, pela Lei do Inquilinato e direito do proprietário. Para quem frequenta as casas disponíveis no aplicativo concorda que acaba por ser mais cômodo e financeiramente mais viável se hospedar pelo Airbnb do que em hotéis, que principalmente em altas temporadas aumentam seus preços. Com tantas dúvidas e perguntas frequentes de como agir nestes casos, o Instituto Cidades & Condomínios (ICCOND) se encontra a disposição para auxiliar e atender pessoalmente, de forma gratuita, proprietários e síndicos que tenham equívocos ou se sintam prejudicados por essas práticas.

Sobre o ICCOND – Instituto Cidades e Condomínios

O ICCOND (Instituto Cidades e Condomínios) é uma organização sem fins lucrativos que surgiu quando um grupo de visionários se uniu para mudar o segmento, promovendo conceitos e boas práticas para uma gestão condominial eficiente. O propósito é inspirar pessoas a atuar em condomínios transformando seu microambiente e despertando sua vocação para liderar e aplicar conceitos de ética, cidadania, segurança, transparência financeira, sustentabilidade e mediação de conflitos; influenciando por consequência melhorias em seus bairros e cidades.

Avanços e resultados: mais de 100 mil condomínios representados pelo Brasil, 400 atendimentos anuais a condôminos e síndicos, mais de 50 edições de eventos do segmento realizados, mais de 1.000 síndicos capacitados como síndicos profissionais, mais de 7 mil porteiros e zeladores treinados, mais de 100 mil participantes em eventos da entidade e mais de 100 matérias veiculadas na mídia nacional.


Compartilhe:: Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Ferramenta Automatizada...IMPORTANTE: Comentários com Link são bloqueados automaticamente (Comments with Links are automatically blocked.)...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::

Mais Itens ::

NEWSLETTER SEGS