Brasil, 22 de Julho de 2019

Publicidade 1 Aqui no SEGS

APTA avalia chances de filhos de cavalos de alto desempenho competirem em Olimpíadas e campeonatos mundiais

Qual a chance de um garanhão (cavalo macho não castrado) com alto desempenho esportivo ter filhos que atinjam nível de excelência para disputar Olimpíadas e campeonatos mundiais? Pesquisa desenvolvida pelo Polo Regional de Colina da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) avaliou o desempenho esportivo dos filhos de 213 garanhões com aptidão para salto, adestramento e concurso completo de equitação (CCE).

O trabalho coordenado pela pesquisadora da APTA, Anita Schmidek, mostra que foram identificados 96 garanhões produtores de filhos elite para salto. Em média, 18% dos filhos desses animais foram considerados de elite, ou seja, que participaram de competições de campeonatos mundiais e Olimpíadas.

Para prova de adestramento, foram identificados 52 garanhões de elite, sendo 32,2% de seus filhos, em média, aptos para as práticas esportivas. No CCE, foram listados 28 garanhões e em média 14,1% dos filhos aptos à prática desse esporte em grandes competições.

Segundo Anita, o estudo é inédito e levou em consideração para a avaliação do desempenho esportivo das progênies (filhos) dos garanhões as informações disponibilizadas no site público SportHorse-Data, que informa o pedigree dos cavalos dos principais esportes equestres. Cavalos com menos de cinco filhos avaliados pelo site foram descartados do estudo.

“Normalmente, as pesquisas nessa área levam em conta a produção de diversos níveis de dificuldade no esporte. Mesmo que o cavalo não tenha produzido filho que foi para as Olimpíadas e produziu vários filhos de desempenho intermediário para a prática esportiva, ele pode ter uma boa classificação. Neste estudo da APTA consideramos apenas os garanhões que produziram filhos com nível de qualidade extremo”, explica a pesquisadora.

A importância do estudo, segundo Anita, é fornecer mais informações para a compra de sêmen, principalmente, se o comprador tiver interesse na prática de esportes de elite. Para os produtores comerciais, a pesquisa também contribui na hora da escolha de bons animais, já que os garanhões que produziram mais competidores olímpicos terão chance elevada de produzir cavalos de elevado desempenho esportivo.

Associações de raça

A pesquisa também indicou que apesar de haver grande troca de material genético entre as principais associações de raça de cavalos destinados a esportes olímpicos, não há homogeneidade entre as associações, sendo algumas comprovadamente especializadas em determinado tipo de esporte.

“Fisicamente, os cavalos dessas associações são muito parecidos. Por isso, era esperado não haver uma distinção tão grande entre determinada associação de raça e o desempenho esportivo dos cavalos. Este estudo, também mostrou que determinadas associações são muito fortes em esportes específicos, mesmo com a troca constante de materiais genéticos entre elas”, explica Anita.

De acordo com o estudo da APTA, os garanhões que produziram filhos elite para salto foram provenientes de 14 associações de raça. Porém, 76% desses garanhões foram oriundos de quatro delas: Holsteiner (33%), Sela Francesa (17%), Hanoverano (16%) e KWPN (10%).

Em adestramento, os garanhões que produziram filhos elite foram representados por dez associações de raça, sendo 73% deles concentrados em apenas quatro: Hanoverano (35%), Oldenburgo (15%), KWPN (12%), Trackenner (12%).

No caso do CCE, houve representação de dez associações de raça, mas de forma mais distribuída do que nos outros esportes. Neste caso, as mais representativas foram Holsteiner (32%) e PSI (21%).

“O reduzido número de associações de raça identificadas não era esperado, assim como a elevada concentração de garanhões elite entre essas associações. No salto, por exemplo, quatro associações produziram cerca de ¾ dos garanhões de elite identificados neste estudo”, afirma a pesquisadora da APTA.

A concentração, porém, é condizente com os objetivos de seleção praticados por essas associações, ou seja, para qual modalidade esportiva cada uma delas seleciona animais com maior ênfase. “Isso mostra que os programas de melhoramento genético dessas associações são muito bem conduzidos, com objetivos de seleção bem delineados, que não mudam ao longo do tempo”, diz Anita.

A pesquisadora da APTA planeja continuar o trabalho buscando identificar qual a participação das éguas para a qualidade esportiva dos animais.

Referência em pesquisas com cavalos

O Polo Regional de Colina da APTA é referência brasileira em pesquisas com cavalos. A raça Brasileiro de Hipismo, por exemplo, tem um dos seus pilares de formação na unidade de pesquisa da Agência, que realiza estudos de reprodução, melhoramento genético, sanidade, sistema de criação e nutrição de equinos. Os trabalhos são realizados desde a década de 30.

A égua IZ Xilena, criada na unidade de pesquisa, é o animal brasileiro que mais participou de grandes eventos esportivos. A IZ Xilena foi ouro nos Jogos Pan Americanos da Argentina (1995) e prata no do Canadá (1999). Além disso, o animal participou dos Jogos Olímpicos de Barcelona (1992) e de Atlanta (1996) e dos Jogos Equestres Mundiais de Roma (1998).

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo

Notícias ::