Brasil, 16 de Julho de 2018

+ F O N T E -

Investimento anunciado pelo governo é pouco para meta do plano de saneamento

Por Cristiano Carlos

O governo Federal anunciou a liberação de dois bilhões de reais para serem gastos com saneamento básico em 76 municípios brasileiros. Além disso, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, revelou que serão liberados mais 3,5 bilhões de reais para o setor, em abril.

Os valores já superam em quase duas vezes os investimentos realizados pelo governo Federal em saneamento básico em 2017. Porém, o aporte representa apenas 25% do valor que seria necessário para cumprir a meta anual de investimentos para a universalização do saneamento, como prevê o Plano Nacional de Saneamento Básico.

O país tem como objetivo oferecer água e tratamento de esgoto para toda população até 2033. Para isso ocorrer, o governo Federal terá de investir cerca de 300 bilhões de reais até lá. Por ano, os gastos governamentais com saneamento deveriam ser de cerca de 22 bilhões de reais.

Além da baixa aplicação de recursos, o setor carece de regras mais claras. O marco regulatório do saneamento básico vigente atualmente não especifica metas aos estados e municípios na fomentação do saneamento. "É uma lei de diretrizes nacionais para o saneamento básico e, como tal, ela não define claramente o que cada município, cada estado deve, por exemplo, investir nos sistemas de saneamento. Ela apenas define as regras gerais para o saneamento básico nacional”, explica o presidente da Subcomissão Permanente de Saneamento Ambiental, João Paulo Papa, do PSDB de São Paulo.

Para o senador Cristovam Buarque, do PPS do Distrito Federal, as políticas para potencializar o saneamento no país não podem se resumir apenas à viabilidade de investimento. Ele explica que o planejamento da infraestrutura para o saneamento básico precisa ser eficiente, responsável e, preferencialmente, de menor custo. “A maneira fundamental de fazer isso é: um, ação política de querer. Dois, a divisão técnica de engenharia de fazer de uma maneira eficiente, barata. Três, é a discussão financeira. Onde buscar o dinheiro necessário? E sendo um governo responsável, quantos anos vamos precisar?”

O governo Federal estuda a possibilidade de enviar ao Congresso Nacional uma proposta para alterar o marco regulatório do saneamento básico. A ideia é tornar as regras do setor mais claras, com previsão de metas e incluir a iniciativa privada nos projetos por meio de Parcerias Público-Privadas.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

ADICIONE SEU COMENTÁRIO..::
Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


voltar ao topo