A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Comissão mista avalia IR maior para aplicações financeiras

Proposta consta da Medida Provisória 694/15 e será apreciada em votação prevista para esta 3ª-feira

As seguradoras devem acompanhar a votação, nesta terça-feira (23), da Medida Provisória 694/15 pela Comissão Mista do Congresso. O motivo é que, entre as propostas que reduzem o benefício fiscal da Lei do Bem, foram incluídas propostas que não constavam do texto original da MP.

Como exemplo, consta a oneração de aplicações financeiras. As alíquotas do Imposto de Renda cobradas sobre os juros da renda fixa (como CDB e debêntures) sobem para 22,5% no caso de operações de até 360 dias, chegando a 15% para prazos acima de 1.080 dias. O texto também cria alíquotas de tributação que variam de acordo com o tempo de aplicação para rendimentos hoje isentos, como letras de crédito imobiliário (LCI), certificado de recebíveis mobiliários (CRI), letras hipotecárias (LH) e letra imobiliária garantida (LIG).

A reunião da comissão está marcada para as 10 horas, no plenário 9 da ala Senador Alexandre Costa, no Senado. O aumento das alíquotas pode mexer nos ganhos esperados pelas seguradoras, sobretudo dos recursos próprios.

------------------------------------------------------------------------------------
Segs.com.br valoriza o consumidor e o corretor de seguros

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo