A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

CIST aborda risco da contratação de escoltas armadas clandestinas

  • Escrito por  Geraldo
  • Publicado em Seguros
  • Imprimir
  • Compartilhar::

CIST aborda risco da contratação de escoltas armadas clandestinas

O CIST (Clube Internacional de Seguros de Transportes) recebeu em seu encontro para associados no dia 20 de outubro o presidente do Semeesp (Sindicato das Empresas de Escolta do Estado de São Paulo), Autair Iuga. À plateia composta por profissionais de seguradoras, corretoras de seguros e prestadoras de serviços de transportes, Iuga alertou para o risco da contratação de empresas de escolta armada clandestinas. O especialista também é presidente do Grupo Macor, empresa que atua há 21 anos na segurança privada, tendo como principal atividade a escolta armada e se destacando como a maior do segmento no país.

Fundado em junho de 2010, o Semeesp criou a Cartilha de Escolta Armada e Segurança Pessoal Privada que, atualizada em 2014, se tornou o documento mais utilizado nas universidades e escolas de formação de vigilantes em todo o Brasil.

Em 2016 o Semeesp lançou o Selo da Escolta Armada, que tem por finalidade aumentar a fiscalização nas empresas que exercem o serviço. “Dentro de um cenário onde temos um prejuízo muito grande devido à clandestinidade ou até mesmo a irregularidade das empresas que exercem este serviço, o Semeesp busca destacar aquelas empresas que estão em acordo com a Lei vigente bem como as normas da CLT e seguem a convenção coletiva de trabalho da categoria”, afirma Iuga. Somente as empresas associadas a este sindicato têm o direito de obter o selo, mediante o envio de alguns documentos, para que sejam fiscalizados de acordo com normas do governo. 

Recentemente, foi lançada a Campanha Nacional de Prevenção e Combate à Segurança Clandestina, sendo realizada pela ANP/DPF (Academia Nacional da Polícia) e FBCP (Fundação Brasileira de Ciências Policiais), com apoio da FENAVIST (Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores). O presidente do CIST, José Geraldo da Silva, comentou sobre a importância deste debate, pois as pessoas não imaginam que existam empresas de escolta armada que atuam sem regularização. “Mais uma vez fica evidente a importância de nós dos seguros estarmos próximos do setor de segurança, que trabalha alinhado conosco”.

Autair Iuga também abordou a criação da Lei Estadual nº 15.315/2014, criada pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para punir empresas que comercializem produtos roubados. A partir do decreto, empresas e empresários que comprovadamente fizerem receptação de carga roubada ficarão proibidos de exercer atividade comercial no estado de São Paulo. “A lei tem o intuito de combater o roubo e furto de carga e responde aos anseios do setor”, declarou.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo