TOKIO MARINE SEGURADORA

América Latina: 78% das seguradoras usam alguma rede social e tem mais de 20 milhões de seguidores

  • Escrito por  Ruth Landerreche Alonso
  • Publicado em Seguros
  • Imprimir

América Latina: 78% das seguradoras usam alguma rede social e tem mais de 20 milhões de seguidores

Celent apresenta uma visão geral sobre o uso das redes sociais entre as seguradoras da região

Miami, janeiro 2016 Celent, (www.celent.com) empresa de pesquisa e consultoria dedicada ao fornecimento e apoio às instituições financeiras para desenvolver estratégias de negócios e tecnologia, apresentou o relatório "As seguradoras estão realmente tomando as redes sociais? " o qual revela uma visão do uso das redes sociais na América Latina pelas seguradoras.

O relatório também fornece uma visão geral sobre a penetração das redes sociais, as tendências e as prioridades para o setor de seguros.

As redes sociais estão mudando a forma como os consumidores e as empresas interagem, e uma estratégia bem gerenciada pode mudar a maneira em que as empresas compreendem o seu mercado. Os consumidores percebem que eles estão interagindo com uma pessoa real, alguém que responde como se estivesse ouvindo. Mais importante, eles encontram nas redes sociais um meio direto, melhor e rápido para a comunicação.

As seguradoras têm uma grande oportunidade para aproveitar algumas vantagens das redes sociais, a fim de se integrar com vários processos internos, tais como emissão de apólices, sinistros, recrutamento, gestão de produtos, atendimento ao cliente, marketing e vendas.

 "As novas gerações de consumidores são mais exigentes, mais ansiosos para aprender e querem as coisas o mais rapidamente possível." - Diz Luis Chipana, Analista da Celent em  prática de  seguro e co-autor do relatório. “As redes sociais são a porta de entrada para jovens nascidos na era das redes sociais que as tem incorporadas em seu DNA. As seguradoras devem entender esse comportamento, a fim de falar a mesma língua, embora às vezes parecesse muito casual.”

 "As redes sociais são ainda um ponto de interrogação para seguradoras em termos de rentabilidade", diz Juan Mazzini, Analista Sênior da Celent da prática seguro e co-autor do relatório. "No entanto, muitas seguradoras líderes já estão envolvidas. É uma questão de tempo até que as empresas se alinhem em seus processos e tenham a tecnologia para exibir o valor das redes sociais.”



--------------------------------------------------------------------
Segs.com.br valoriza o consumidor e o corretor de seguros

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo