A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

ESTIPULAÇÃO do RCTR-C e DDR continuam estragando o Mercado Segurador!

  • Escrito por  Segs.com.br: Ricardo Labatut
  • Publicado em Seguros
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Ricardo Labatut Ricardo Labatut

Por que tradicionais seguradoras deixaram de operar com seguro de Transportes recentemente?

Por que circula no mercado que duas grandes seguradoras devem também deixar a carteira?

Por que recentemente uma Europeia tradicional deixou a carteira?

Prejuízo? Com certeza !!!

Mas qual a pergunta que se deve fazer?

Por que não se está ganhando dinheiro com seguro de transportes? O que está errado?

Uma boa resposta para isso, talvez seja o que, eu e muitos outros colegas do mercado, apontam a mais de 15 anos, a FILANTROPIA que a SUSEP e o mercado segurador decidiu adotar com a utilização de DDRs com desvio de finalidade, e mais recentemente a Estipulação do RCTR-C.

Ao abrir mão de receita, é óbvio que o mercado segurador iria sentir mais cedo ou mais tarde esse reflexo, mas além da receita que abriu mão, desafio algum segurador a dizer se, além do resultado, está contente operacionalmente com o absurdo que é a Estipulação do RCTR-C?

Aqui faço uns apartes:

  1. Como pode um seguro obrigatório ser contratado pelo embarcador que já tem o seu seguro obrigatório? Que país é esse?
  2. Uma DDR somente poderia ser assinada pelo diretor estatutário de uma Cia, com poderes para “vender patrimônio”, pois abrir mão de receita é a mesma coisa, e vemos até assistentes assinando essas cartas.
  3. Aquele transportador que não faz um RCF-DC e obviamente teria que indenizar o embarcador, “simplesmente ganha” uma carta de DDR e se livra de um pagamento que naturalmente reforçaria o caixa do mercado Segurador no ressarcimento.
  4. A lista é longa......fica para outra oportunidade!

Infelizmente, nos últimos 20 anos, em termos de legislação, não tivemos o devido “bom senso” nessa área de transportes.

Não adianta um Segurador vir reclamar agora de prejuízo, pois se até hoje se submeteram a essa violência financeira contra o nosso próprio mercado, “um verdadeiro tiro no pé”, além de “declarar guerra” ao setor das transportadoras ao adotar as DDRs que faz com que essa classe produtiva do país, deixe de faturar e se expor a riscos compulsoriamente.

  1. Como pode o Mercado Segurador querer fazer “papel de polícia”, no momento em que se intromete na vida do Transportador e seu cliente, o Embarcador, na questão de remuneração? Alguém gostaria que viessem na nossa empresa ditar o nosso ganho? Cabe ao Embarcador fazer sua cotação no mercado de transportes e escolher o seu prestador de serviço com o melhor custo x benefício! O uso de uma DDR é um verdadeiro SOFISMO comercial criado por profissionais do mercado de seguros sem visão de mercado e de futuro.

Meus caros leitores, cada vez que escrevo sobre esse tema, me faz até mal, pois vejo uma incoerência tão grande nessa questão que não é possível que ninguém pense em termos de mercado como um todo e não tão somente em “fazer média com os Embarcadores”.

Também costumo dizer que os Embarcadores (que não tem culpa, pois é o próprio mercado segurador quem permite essa possibilidade), deveriam através da FIESP, qualquer dia desses homenagear o mercado segurador, como um dos principais benfeitores da classe produtiva do país, que viabiliza à eles riqueza (com a emissão de DDR e com isso deixam de pagar o Ad-Valorem aos transportadores) sem pedir nada troca, pois não pagam um centavo a mais pela obtenção da carta de DDR que tanto estrago faz aos Transportadores (em termos financeiros e de coberturas), Corretores (prêmios)  e Seguradores (operações e receitas).

Uma ação inteligente atualmente ganhando força, é a adesão dos seguradores ao RNS (Registro Nacional de Sinistro), pois a partir do cadastro dos sinistros dos Embarcadores e Transportadores, (camuflados nos questionários de aceitação de risco, que embora essencial, hoje somente serve para “Inglês ver”), fica cada vez mais clara a irresponsabilidade de um subscritor ao aceitar uma verdadeira “bomba relógio” ao preço de camelô.

Será que os acionistas das seguradoras não começarão a questionar esses “gerentes de Transportes” quanto aos critérios que utilizou na aceitação desses riscos na hora de justificar prejuízos? Quais serão as justificativas?

Infelizmente, somente na hora que as responsabilidades forem cobradas, naturalmente o mercador convergirá para dias melhores VIVA a RNS !!!

Nossa esperança e que nessa troca de governo, entre alguém com bom senso e faça o que o nosso mercado não teve a capacidade e coragem de fazer, que é proteger e harmonizar as atividades produtivas desse país, com fundamentos técnicos e, claro, sem parcialidade.

Ricardo Labatut
Corretor de Seguros

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo