TOKIO MARINE SEGURADORA

PST Electronics aposta em exportação na América do Sul

Graças à entrada nas principais montadoras, subsidiária argentina da companhia dobrou o faturamento em 2015, alcançando R$ 50 milhões

A PST Electronics, detentora da marca Pósitron, encerrou o ano comemorando importantes conquistas, com destaque para a exportação de seus produtos para a América Latina. Sua filial, sediada em Don Torcuato, na Argentina, é a protagonista desse cenário positivo. A subsidiária, que hoje possui uma área de montagem e estocagem de 700 m², dobrou o faturamento de 2015, atingindo R$ 50 milhões.

O resultado comercial no país vizinho é um dos grandes responsáveis pela estabilidade da companhia no ano passado, período que trouxe diversos obstáculos para o setor de autopeças. Com isso, a PST Electronics deverá faturar os mesmos R$ 500 milhões alcançados em 2014.

A unidade estrangeira faz a montagem de alarmes e sons automotivos e tem entrada nas principais montadoras e no aftermarket. A expectativa é expandir as frentes de atuação, iniciando a operação, ainda este ano, de kits de vidros elétricos para atender a demanda das fabricantes, hoje abastecida pela importação do Brasil. “O market share dos dispositivos de segurança automotiva chega a 60% do mercado argentino, e o nosso objetivo é ampliar cada vez mais a presença na região com este e outros produtos. Para isso, devemos dobrar o espaço físico da planta para conseguir abrigar a produção e o estoque”, afirma Daniel Ricci, gerente Geral da PST Electronics na Argentina.

A filial recebe somente a parte eletrônica do Brasil, os demais componentes são adquiridos de quinze fornecedores locais de materiais plásticos, metálicos e de fiação, o que garante mais de 50% de nacionalização dos produtos. Da Argentina, os dispositivos são distribuídos para o Paraguai, Chile, Uruguai, Peru, Equador e Colômbia.

Aumento do portfólio

Outro plano da PST é a transferência da linha de alarmes residenciais da fábrica de Manaus (AM) para o país vizinho, uma vez que a demanda é maior que a do Brasil. “A operação argentina apresenta alto grau de produtividade e a ideia é concentrar lá as novas exportações da empresa para a América do Sul”, explica Celso dos Santos, diretor Comercial e Marketing Latam.

O executivo explica que a Argentina tem a expertise de venda de alarmes para outros países da América do Sul, e, por isso, optaram por centralizar no local a exportação de sons produzidos em Manaus. O diretor ainda sublinha que “a empresa pensa globalmente. Temos 55 engenheiros na área de desenvolvimento de produtos no Brasil e avaliamos as características de cada mercado”.

Em 2015 a companhia completou o plano de cinco anos de investimento de R$ 150 milhões na América do Sul. “Após um ano e meio de grandes desafios, desenvolvimento e conquistas, estamos em busca de novos negócios na região”, finaliza.

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo