A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Mapa interativo inédito mostra as grandes obras que vêm transformando o Litoral Paulista

  • Escrito por  SANTOSPRESS COMUNICAÇÃO INTEGRADA
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Trabalho elaborado pelo Observatório Litoral Sustentável auxilia população e poder público a terem uma visão conjunta dos grandes empreendimentos no Litoral para avaliar melhor seus impactos

De Peruíbe a Ubatuba foram identificados e mapeados 41 grandes empreendimentos no Litoral Paulista que impactam a vida de milhões de pessoas: são 13 intervenções no setor de logística; 15 em mobilidade; quatro na área imobiliária; cinco em petróleo e gás e mais quatro de outros setores. Esse mapeamento inédito na região é resultado do trabalho do Observatório Litoral Sustentável que, por meio da Mesa de Diálogo do Litoral Norte e da Câmara Temática sobre os Grandes Empreendimentos da Baixada Santista, vem sistematizando as informações desde o segundo semestre de 2015.

Na Baixada Santista, Santos é a cidade que concentra o maior número de grandes empreendimentos, 15 no total; em segundo lugar vem Praia Grande, que soma sete; seguida de Cubatão e Guarujá, ambas com quatro; São Vicente possui três; Bertioga, dois; e Itanhaém, um. Em Mongaguá e Peruíbe não existe nenhuma intervenção de grande impacto. No entanto, todos esses municípios estão na área de influência dos empreendimentos mapeados.

No Litoral Norte são dez grandes empreendimentos mapeados – cinco em Caraguatatuba; três em São Sebastião; dois em Ubatuba e nenhum em Ilhabela – e assim como na Baixada Santista, todos os municípios estão na área de influência e impacto das grandes obras. O levantamento considera a localização do empreendimento, que pode atravessar mais de um município.

Mapa dos Grandes Empreendimentos do Litoral Paulista

Segundo a coordenadora do Observatório, responsável também pelo monitoramento dos impactos das intervenções, Danielle Klintowitz, o objetivo do mapa é auxiliar sociedade civil, gestores públicos e órgãos licenciadores a terem uma dimensão melhor do que vem acontecendo na região. “Com essas informações, as prefeituras podem entender mais sobre as transformações na sua cidade e no Litoral, ampliando a capacidade de tomar decisões. Há uma grande diferença em analisar os impactos de obras quando os vemos de forma conjunta.”, avalia.

Para disponibilizar essas informações de um jeito mais didático, a equipe do Observatório criou um mapa interativo, que pode ser livremente acessado na internet neste link: https://goo.gl/tYcNbR.

“Além de mostrar as localizações dos empreendimentos, o mapa aponta áreas protegidas e o limite dos 13 municípios envolvidos”, explica o arquiteto e urbanista do projeto, Vitor Nisida.

A navegação pelo mapa é simples e pode ser feita de dois modos. No primeiro, basta ir ao menu de opções do lado esquerdo da tela e clicar no tipo de informação que se deseja acessar. Automaticamente, o mapa mostra onde fica o empreendimento e apresenta informações sobre ele. O segundo jeito é clicar diretamente nos ícones do mapa para obter os dados.

“Essa transparência é muito importante para a população porque muitos não sabem o que significam essas intervenções e nem o reflexo delas. É um trabalho que pode servir como instrumento de luta por novas políticas públicas, com as medidas de compensação e diminuição de impactos”, acrescenta Danielle Klintowitz.

Processo de mapeamento

A idealização do mapa surgiu em reuniões das Câmaras de Grandes Empreendimentos na Baixada Santista e no Litoral Norte, que concluíram que seria muito importante para a população e poder público identificar obras nas áreas imobiliária, de logística, de mobilidade e de petróleo e gás.

Em seguida, houve um intenso trabalho para captar as informações junto aos órgãos licenciadores (IBAMA e Cetesb) e aos empreendedores. Concluída essa fase, os resultados foram apresentados nas Câmaras Temáticas seguintes para avaliação e foram feitos os ajustes necessários para se chegar no resultado final.

Observatório Litoral Sustentável

O Observatório Litoral Sustentável, fruto do convênio entre Instituto Pólis e Petrobras, foi construído a partir da necessidade de dar continuidade à participação e discussão coletiva sobre o desenvolvimento sustentável na região do Litoral Paulista e, para cada um dos 13 municípios, de Ubatuba até Peruíbe. Reflete, em especial, a necessidade de a sociedade e os governos verem as ações das Agendas de Desenvolvimento Sustentável, elaboradas de forma participativa durante o projeto Litoral Sustentável, serem efetivamente implementadas.

Além disso, tem como missão acompanhar estrategicamente a implementação das ações previstas nas Agendas. Para isso, está construindo articulações regionais e capacitando os atores locais para uma melhor atuação em relação aos problemas e oportunidades da região, mantendo um monitoramento com informações e dados atualizados para acompanhamento por parte de toda sociedade.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo