A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Grupo CERS amplia atuação e se consolida como especialista no ensino de carreiras jurídicas

  • Escrito por  Economidia
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Complexo de Ensino Renato Saraiva já formou mais de 550 mil alunos; atualmente possui 130 mil estudantes ativos e corpo docente composto de profissionais renomados no mundo do Direito

O Grupo CERS (Complexo de Ensino Renato Saraiva) ampliou sua atuação no mercado educacional e se consolida como especialista no aperfeiçoamento e direcionamento de carreiras. Entre as empresas do grupo estão o CERS Cursos Online, a Pós-Graduação em parceria com a Universidade Estácio de Sá, o CERS Centro de Estudos e o CERS Corporativo. “No DNA do CERS estão o mundo do Direito e a educação com qualidade. Unimos a isso tecnologia, interatividade e muita inovação. Queremos que o nosso aluno receba o melhor ensino à distância do país”, afirma Renato Saraiva, fundador do CERS.

O grupo já nasceu digital, e o CERS Cursos Online é a origem. Entre os cursos oferecidos na plataforma estão as aulas sobre os conteúdos exigidos no Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e têm foco na preparação dos alunos para concursos públicos, como para tribunais, Ministério Público e para delegados da Polícia Civil e Federal. “Criado em 2009, o CERS Cursos Online já formou mais de 550 mil alunos em todo o Brasil e, atualmente, soma 130 mil alunos ativos. Para gerar todo o conteúdo das aulas, temos 27 salas de gravação em nove diferentes estados do Brasil com câmeras em alta resolução, equipamentos modernos de áudio e iluminação, e a melhor tecnologia em transmissão para garantir a qualidade de imagem dos vídeos”, explica Saraiva.

Cada estúdio tem capacidade de gravação de 160 horas de aula diariamente. Todas as transmissões são feitas em alta definição com equipamentos de som, iluminação e transmissão de ponta a fim de garantir a melhor qualidade para as mais de 70 aulas que são produzidas por dia. Desde sua fundação, o CERS produziu mais de três mil cursos online, que correspondem a cerca de 187 mil horas de aulas gravadas.

O corpo docente do CERS é composto por especialistas como Eduardo Sabbag, Rogério Sanches, Aryanna Linhares e Flavia Bahia. Assim, os estudantes de qualquer cidade do Brasil receberão aulas dinâmicas, completas e constantemente atualizadas e desenvolvidas pelos melhores professores do país. O corpo docente é remunerado a partir da participação nos lucros da escola – outro grande diferencial frente aos seus concorrentes. Com isso, alguns docentes chegam a receber até R$ 1,5 milhão por ano, garantindo a mais alta remuneração do mercado. Para se ter ideia do renome dos profissionais, apenas o professor de Direito Tributário Eduardo Sabbag soma uma legião de mais de 809 mil fãs no Facebook.

“Comprovamos que o paradigma tradicional de ensino, em que o professor expõe os conteúdos e os alunos acompanham as explicações para só depois estudar, está ultrapassado. Nossa metodologia permite que o aluno seja o protagonista da aula e aprenda de forma autônoma, quando for melhor a ele e de forma interativa”, diz o fundador do CERS, que recentemente inaugurou o CERS SP, uma escola conceito em São Paulo, onde mescla cabines de estudo individuais para seus alunos estudarem os cursos à distância com algumas palestras e eventos presenciais. A escola conceito fica na Rua Bela Cintra, região central. Rio de Janeiro (RJ) e Belo Horizonte (MG) serão as próximas cidades a receber escolas conceito.

Pós-Graduação

Além dos preparatórios para concursos públicos oferecidos pelo CERS Cursos Online, a empresa fechou uma parceria, no fim de 2014, com a Universidade Estácio de Sá para oferecer a Pós-Graduação à distância. Atualmente, são oferecidos nove cursos Lato Sensu (Direito e Processo do Trabalho; Ciências Criminais; Direito Público; Direito e Prática Previdenciária; Direito Constitucional; Direito Processual Civil; Direito Tributário; Direito Administrativo; e Corrupção - controle e repressão a desvio de recursos públicos). “As aulas da Pós-Graduação são 100% online e cada uma delas pode ser assistida até três vezes pelo aluno. Há apenas uma avaliação que precisa ser feita presencialmente em um dos polos indicados”, explica Saraiva.

CERS Centro de Estudos
Com o sucesso dos cursos à distância, o CERS identificou grande demanda por parte dos estudantes por um local físico com infraestrutura voltada ao ambiente de estudos e, também, identificou uma oportunidade de novos negócios no sistema de franchising. No fim de 2015, o grupo iniciou operações criando, por meio de franquias, centros físicos de apoio aos estudantes. Assim surgiu o CERS Centro de Estudos, um ambiente que ajuda o aluno a focar nos estudos e que oferece a experiência física como uma degustação do estilo CERS. Nas unidades, há salas com acesso à internet, cabines de estudo individuais, biblioteca jurídica, serviços de coach e café.

“Nestes anos de atuação, registramos índices que nos deixam muito orgulhosos, como sermos a escola que tem a maior absorção de alunos em concursos para carreiras públicas”, afirma Mariana Travassos, Gestora de Expansão do CERS Centro de Estudos. “Porém, identificamos que muitos dos nossos estudantes não têm infraestrutura para estudar em casa, então, investimos nas unidades presenciais para que eles encontrem um ambiente tranquilo e propício aos estudos”, diz.

De entrada, a marca inaugurou 13 escolas em 13 cidades brasileiras no primeiro ano, como Salvador (BA), Sobral (CE), Juiz de Fora (MG) e Natal (RN). “Encontramos nas franquias a melhor solução para ampliarmos a experiência de ensino do CERS e fechar todo o ciclo de estudo: desde o desenvolvimento customizado dos conteúdos até a distribuição das aulas por meio da web e a opção de os estudantes encontrarem um ambiente tranquilo para assimilar todo este aprendizado”, ressalta Travassos. O CERS Centro de Estudos seguirá em expansão em 2017, demonstrando que o modelo de negócio desenvolvido por Saraiva é perene e registra demanda tanto em períodos de economia aquecida quanto em tempos de movimentos econômicos fracos.

CERS Corporativo

Outra inovação do Grupo CERS foi a criação do CERS Corporativo, divisão especializada em cursos de extensão, atualização e aperfeiçoamento profissional. Criado em abril de 2015, o Corporativo já ministrou capacitação para aproximadamente 12 mil colaboradores de cerca de 50 empresas públicas. “A divisão começou pelo B2B, com oferta de cursos apenas para as empresas que buscam oferecer uma qualificação para os seus colaboradores. A partir de junho de 2016, lançamos uma nova plataforma voltada ao consumidor final, formada por cerca de 50 cursos acessíveis com temáticas como gestão, liderança, finanças, vendas e negociação”, afirma Guilherme Saraiva, Vice-Presidente Executivo. Nomes de peso, como Gustavo Cerbasi e Christian Barbosa, integram o time de professores.

Histórico

O CERS foi fundado 2009, em Recife (PE), pelo ex-Procurador do Trabalho Renato Saraiva, com o propósito de oferecer cursos preparatórios para a prova da OAB e concursos públicos. Com uma visão empreendedora, Saraiva resolveu apostar no ensino a distância para possibilitar que mais brasileiros tivessem acesso aos conteúdos de qualidade do CERS para se preparar tanto para os exames da Ordem quanto para os concursos públicos nas áreas jurídicas, fiscais e administrativas. Foi então que ele começou a preparar, a gravar e a comercializar suas aulas na internet – uma inovação para época, quando a concorrência distribuía seu conteúdo de forma presencial ou via satélite, o que demandava altos investimentos em infraestrutura e também que os estudantes estivessem todos em uma mesma sala de aula, onde o conteúdo seria transmitido.

“Percebi que a internet seria o caminho para garantir capilaridade ao CERS. Além de levar nossos cursos para todo o Brasil, o modelo de ensino a distância também permitiria que todos os alunos do CERS se preparassem para os concursos públicos de acordo com seu próprio ritmo de estudos”, afirma Saraiva.

O modelo de ensino a distância do CERS tem garantido aos alunos os primeiros lugares nos principais concursos públicos do país. É o exemplo do 18º concurso público para Procurador do Ministério Público do Trabalho - 2014, em que 18 dos 32 aprovados se matricularam no CERS. Já na segunda fase do XVII Exame da OAB, o índice de aprovação do CERS foi de 50,6%. Anualmente o mercado de concursos movimenta R$ 13 bilhões no Brasil. Apenas em 2015, foram abertas mais de 215 mil vagas em concursos públicos. No ano passado, o CERS teve um faturamento de R$ 70 milhões.

Ao oferecer conteúdo via web, o CERS traz vantagens competitivas para professores e alunos. É possível contar com os melhores profissionais do Brasil onde quer que eles estejam e, claro, eles não estão todos em uma mesma região. Já para os estudantes, o conteúdo online permite que alunos de todas as regiões do país possam estudar a qualquer dia e horário, desobrigando-os de cumprir uma rotina rígida de locais e períodos pré-fixados. Em 2015, a região que mais consumiu os cursos do CERS foi Sudeste (35% do faturamento), seguida por Nordeste (29%), Sul (15%), Centro-Oeste (14%) e Norte (7%) – a sede do CERS fica na cidade de Recife (PE).

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo