A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Deu Trump: e agora para o agro brasileiro?

  • Escrito por  Tatiana Freitas
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Por José Luiz Tejon Megido, Conselheiro Fiscal do Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS), Dirige o Núcleo de Agronegócio da ESPM, Comentarista da Rádio Jovem Pan.

Hillary Clinton significaria manutenção do status quo atual, mas com Trump o que se aguarda é uma posição mais radical nas relações e um Estados Unidos acima de tudo e de todos.

Com ele, na minha opinião, teremos uma agressividade mais bélica no mundo dos negócios, regras muito mais protecionistas ao agronegócio americano e planos ousados de conquista de mercado. Para Trump, aliados dos Estados Unidos serão apenas os que abrirem suas fronteiras para o progresso dos interesses americanos.

O Brasil significa adversário em muitas áreas do agro, sem esquecer os recentes embates na OMC (Organização Mundial do Comércio) sobre o subsídio norte-americano ao algodão, por exemplo, se não na prática, com certeza isso será a nova voz, imperativa e autoritária, eliminando a dúvida do povo americano sobre quem manda e deve continuar mandando no mundo.

Porém, o mundo globalizou, e se por um lado com Trump teríamos um competidor muito mais agressivo e vociferante, por outro, os nossos grandes clientes internacionais hoje teriam muito menos confiança ao negociar com os Estados Unidos, pois se embargos comerciais com produtos agrícolas já são costumeiros nas guerras frias, com o general Trump a frente da Casa Branca, haverá chances maiores de serem utilizados.

Hoje o agronegócio significa segurança alimentar, acima de tudo. Dessa forma, a curto prazo, devemos estar muito mais preocupados com o destino político da China, Ásia, Oriente Médio e com países africanos mais próximos de relações duradouras com o Brasil, sem esquecermos da América Latina, um continente inteiro ainda carente de muitas ações inteligentes de comércio. E viva o México.

Por outro lado, o Brasil no agronegócio precisa de uma política urgente de segurança científica e tecnológica. Aí sim, se sofrermos algum tipo de distanciamento entre o estado da arte científica no agro oferecida a nossos concorrentes internacionais, podemos ter um significativo perigo estratégico.

Segurança científica e tecnológica: essas sim são as principais questões. Que venha Trump e que venha pela frente. Pode ser boca dura, mas não é nada burro. O mundo dos negócios pauta relações, aliados e decisões. O mundo continua. "Taking care of business".

Sobre o CCAS

O Conselho Científico Agro Sustentável (CCAS) é uma organização da Sociedade Civil, criada em 15 de abril de 2011, com domicilio, sede e foro no município de São Paulo-SP, com o objetivo precípuo de discutir temas relacionados à sustentabilidade da agricultura e se posicionar, de maneira clara, sobre o assunto.

O CCAS é uma entidade privada, de natureza associativa, sem fins econômicos, pautando suas ações na imparcialidade, ética e transparência, sempre valorizando o conhecimento científico.

Os associados do CCAS são profissionais de diferentes formações e áreas de atuação, tanto na área pública quanto privada, que comungam o objetivo comum de pugnar pela sustentabilidade da agricultura brasileira. São profissionais que se destacam por suas atividades técnico-científicas e que se dispõem a apresentar fatos concretos, lastreados em verdades científicas, para comprovar a sustentabilidade das atividades agrícolas.

A agricultura, apesar da sua importância fundamental para o país e para cada cidadão, tem sua reputação e imagem em construção, alternando percepções positivas e negativas, não condizentes com a realidade. É preciso que professores, pesquisadores e especialistas no tema apresentem e discutam suas teses, estudos e opiniões, para melhor informação da sociedade. É importante que todo o conhecimento acumulado nas Universidades e Instituições de Pesquisa seja colocado à disposição da população, para que a realidade da agricultura, em especial seu caráter de sustentabilidade, transpareça. Mais informações no website: http://agriculturasustentavel.org.br/. Acompanhe também o CCAS no Facebook: http://www.facebook.com/agriculturasustentavel

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo