A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Vendas de imóveis residenciais seguem estáveis no DF

  • Escrito por  Sinduscon DF
  • Publicado em Demais
  • Imprimir
  • Compartilhar::

A velocidade de vendas de imóveis residenciais no Distrito Federal mostra que os negócios no mercado imobiliário do DF estão mantendo-se equilibrados, segundo o último Índice de Velocidade de Vendas (IVV). O indicador médio para o período de maio a setembro é de 5%. O setor considera que um IVV na casa dos 5% representa uma velocidade adequada para a venda de um empreendimento imobiliário. Em setembro, o dado registrado foi de 4,5%. O índice é acompanhado mensalmente no DF.

Noroeste: vendas em alta

Em setembro, o setor Noroeste manteve o IVV elevado: 6,7%, com 24,9% das vendas no mês. Ceilândia teve um IVV de 6,5%, com 5% das vendas; em seguida veio Santa Maria, com 5,5% das vendas mensais. “O mercado se comporta equilibradamente. A expectativa é que os últimos meses do ano apresentem resultados mais positivos”, afirma o presidente da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-DF), Paulo Muniz.

A Pesquisa IVV acompanha mensalmente o ritmo de vendas de imóveis novos nas várias regiões administrativas do DF, considerando os em lançamentos e os em oferta. As vendas dos imóveis são informadas pelas incorporadoras participantes da pesquisa, conduzida pela Ademi-DF e pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF), com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF). A empresa Opinião Informação Estratégica é responsável pela coleta, tabulação e análise das informações, obtidas junto às empresas que aderiram voluntariamente ao projeto.

Dados da pesquisa

A pesquisa do IVV tem o objetivo de aferir os negócios de imóveis novos, residenciais e comerciais, no DF e se a velocidade com que são vendidos está de acordo com as expectativas. Há, portanto, um índice para imóveis residenciais e outro para imóveis comerciais. O IVV dos imóveis residenciais em setembro foi de 4,5% e o dos comerciais foi de 2,1%. Em setembro, foram ofertadas 4.438 unidades residenciais e vendidas 201. Também foram ofertadas 1.935 unidades comerciais e 40 imóveis vendidos.

Valor do m² dos imóveis residenciais

Entre várias informações do mercado imobiliário do DF, a pesquisa aponta a variação do preço ofertado por m² dos imóveis residenciais em cada região, em setembro. Na Asa Norte foi registrado o maior valor de oferta: R$ 15.108,87; o mais baixo foi ofertado em Santa Maria – R$ 3.514,29. O valor médio do m² no DF em setembro ficou em R$ 7.441,86

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo