TOKIO MARINE SEGURADORA

No mês da criança, relembre os doces da infância

  • Escrito por  Alessandra Muro
  • Publicado em Demais
  • Imprimir

Doces remetem a açúcar, um ingrediente que está na alimentação e, ao mesmo tempo, nas memórias afetivas da sociedade

O doce integra a vida e há mais de 500 anos faz parte da identidade do brasileiro, que tem nas receitas de família as suas principais referências culturais. Os pratos exibem alegria, cores, formas, aromas e texturas que lembram histórias e momentos marcantes, já que o doce está quase sempre associado às celebrações e festas populares. Para as crianças é sinônimo de prazer e de situações alegres.

Segundo Raul Lody, antropólogo e autor do livro “Caminhos do Açúcar”, a vasta e rica gastronomia baseada no açúcar produzido a partir da cana se constitui em um verdadeiro acervo das tradições regionais existentes no Brasil.

“Sorvete de chocolate, bolo de laranja, creme de cupuaçu, mingau de tapioca, amendoim açucarado ou algodão-doce. Essas são algumas das inúmeras maneiras que cada um tem de chegar no seu momento doce e consumir a receita que mais gosta”, explica o especialista.

Você lembra quais doces fizeram parte da sua infância? Veja, abaixo, uma seleção especial preparada pelo antropólogo Raul Lody. 

1. Pipoca-doce: é feita com milho, alho e açúcar caramelizado. A pipoca doce está presente em todas as regiões do País. É uma comida vendida nas ruas, nas praças, nos parques e em muitos outros lugares públicos.

2. Algodão-doce: conhecido também como “fios das fadas”, ele é feito com açúcar cristal e corantes saborizados, que são transformados em fios por meio de um processo de aquecimento e força centrífuga. É presente em todas as regiões do Brasil e tradicionalmente vendido nas ruas.

3. Bolo de aniversário: são muitas opções que variam de forma, sabor e estética. É um doce de celebração que acompanha a pessoa por toda a vida. Normalmente, o bolo de aniversário é especial e recoberto com glacê de açúcar.

4. Cocada: são muitas as receitas de cocada, como também as variações que recebem o acréscimo de diferentes frutas, tais como maracujá, abacaxi e goiaba. A base é coco e açúcar. Poderá ter consistência dura ou mole, além de diferentes tamanhos e formatos.

5. Amendoim doce e castanha de caju doce: cada vez mais comuns nos shoppings, nas lojas de doces e nas carrocinhas de rua, o amendoim e a castanha de caju passam por um processo de caramelização e cristalização do açúcar.

6. Balas: são variadas em tipos, formatos, cores, sabores e nomes. A base é a calda de açúcar com acréscimo de sabor. Recheada ou não, é um dos preparos mais populares e difundidos mundialmente.

7. Docinhos de aniversário: é uma categoria muito variada em receitas e ingredientes e quase sempre faz parte do cardápio da festa, juntamente com o bolo de aniversário. Alguns docinhos são mais populares no Brasil, como o brigadeiro, o cajuzinho e o beijinho-de-coco.

8. Marshmallow: há duas maneiras de comê-lo – na forma de uma bala fofinha ou como cobertura nos bolos. A sua principal característica é a textura macia e a elasticidade. A base da receita é calda de açúcar, clara de ovos e essência de baunilha.

9. Açaí com açúcar: o preparo na Amazônia é conhecido também como açaí na tigela, remetendo à lembrança do hábito de se comer na cuia, recipiente muito tradicional nesta região. Ele é feito com a polpa do açaí e açúcar.

10. Biscoito de canela: têm inúmeras receitas com diferentes formatos e sabores. O biscoito de canela é uma opção tradicional nas áreas de imigração alemã no sul do Brasil. A base da receita é manteiga, açúcar mascavo, ovo, farinha de trigo e canela em pó.

11. Doce de leite: é feito à base de leite e açúcar. É considerada uma receita muito tradicional em toda a América Latina, apresentada na forma pastosa ou sólida. Normalmente é cortada em pedaços.

12. Gelatina: presente nas sobremesas de buffets por quilo e em aniversários de crianças. É uma opção fácil de fazer e reúne cinco ingredientes básicos. Basta misturar gelatina natural, água, açúcar ou adoçante artificial, sabores artificiais e corante.

13. Gelinho: recebe um nome diferente dependendo da região do País. Pode ser “sacolé”, “geladinho” ou “chup-chup”. Preparado dentro de sacos plásticos, a origem do “gelinho” vem da Segunda Guerra Mundial, quando era servido inicialmente salgado como fonte de proteína.

14. Maria Mole: esse doce foi desenvolvido em São Paulo e é muito apreciado no período de festas de São João. É feito com açúcar, claras em neve e gelatina incolor.

15. Suspiro: opção muito leve. Pode ser consumido no complemento de um bolo ou separadamente. Presente na culinária desde 1881, é feito com claras de ovos e açúcar assados em forno brando.

Sobre a campanha Doce Equilíbrio:

A Campanha Doce Equilíbrio, é uma iniciativa da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e tem como objetivo promover a informação sobre o equilíbrio na alimentação e estilo de vida. Equalizando o debate sobre o açúcar como componente que pode e deve fazer parte de uma vida saudável, a campanha visa o bem-estar da sociedade. Nas plataformas de blog (http://www.campanhadoceequilibrio.com.br/), Facebook (www.facebook.com/campanhadoceequilibrio) e Instagram (http://instagram.com/campanhadoceequilibrio), o público pode acompanhar e participar interativamente dos conteúdos relacionados ao universo do açúcar. O projeto conta ainda com o apoio da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (SIAMIG), do Sindicato da Indústria de Fabricação de Etanol do Estado de Goiás (SIFAEG), e do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool do Estado da Paraíba (SINDALCOOL).

 

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo