TOKIO MARINE SEGURADORA

Você sabe degustar um vinho adequadamente? Conheça as regras essenciais para servir e aproveitar

  • Escrito por  Marina Fernandez
  • Publicado em Demais
  • Imprimir

Você sabe degustar um vinho adequadamente? Conheça as regras essenciais para servir e aproveitar

Bebidas alcoólicas normalmente acompanham situações de descontração e são perfeitas para ajudar as pessoas a relaxarem – desde que consumidas moderadamente e em momentos apropriados. No entanto, algumas dessas bebidas ainda trazem à mente algumas ideias que acabam afastando possíveis apreciadores, como é o caso dos diferentes tipos de vinho.

Para muitas pessoas, o vinho está ligado a ocasiões especiais. Apesar de ser sempre possível também encaixá-lo em situações mais prosaicas, permitindo sua degustação sem muita cerimônia, o vinho traz em sua essência um toque de elegância, transformando qualquer momento em uma ocasião especial.

Por isso, é importante estar atento a algumas indicações de como apreciar essa bebida. A “etiqueta do vinho” pode ajudar você em diversas situações! Confira o que fazer e o que não fazer no momento de abrir uma garrafa entre amigos, pessoas queridas ou em ambientes mais formais.

Entenda cada situação

Um conjunto de regras de etiqueta pode indicar, para muitas pessoas, normas que trazem dificuldades por não apresentarem uma lógica. No caso do vinho, isso não é verdade, pois essas regras irão permitir apenas que você deguste e sinta o melhor em cada bebida. Ou seja, cada regra tem uma razão de existir, e seu objetivo é otimizar a sua experiência de apreciação do vinho.

Seja para manter a temperatura, o sabor ou simplesmente a atmosfera mais elegante que a experiência oferece, são regras normalmente simples, mas que podem mudar completamente a sua impressão da bebida. Por isso não deixe de conhecê-las e entendê-las melhor!

Como segurar a garrafa

Muitas pessoas ficam em dúvida até mesmo sobre como segurar a garrafa no momento de servir. E faz sentido, porque isso também está relacionado à sensação que você terá da bebida. O ideal é não segurá-la pelo gargalo, pois ela poderá escorregar e, se cair, a garrafa possivelmente quebrará. Portanto, segure a garrafa sempre pelo seu meio, envolvendo-a com toda a sua mão, conferindo firmeza.

Procure também não esconder o rótulo, pois é muito importante que as pessoas possam ver qual vinho estão bebendo. E não se preocupe com a possibilidade de esquentar a garrafa ao segurá-la dessa forma, pois o vidro dela é mais grosso e, consequentemente, há uma maior demora para que a temperatura de seu interior seja alterada.

Quem tem mais habilidade costuma servir a bebida segurando pela parte debaixo da garrafa, mas isso não é aconselhado para quem não tem essa prática.

Não mexa na concavidade da garrafa

Algumas garrafas de vinho têm uma concavidade em sua base. Ela é normalmente utilizada para oferecer mais segurança no momento de fechar a garrafa com a rolha ou até mesmo para uma armazenagem mais adequada.

Não use essa concavidade para segurar a garrafa, que se desequilibrará facilmente, impedindo que você tenha controle sobre ela. Não faça também uma avaliação do vinho pela ausência ou presença dessa concavidade. Este é um mito e não se relaciona com a qualidade do líquido que armazena.

Servir homens ou mulheres primeiro?

Quando você vai a um restaurante, é comum que o garçom sirva o vinho primeiramente aos homens, para que eles o experimentem. Estando tudo certo com o vinho, eles servem, em seguida, as mulheres, preferencialmente em ordem de idade – das mais velhas para as mais jovens, indicando também um respeito maior.

Depois das mulheres, os homens são servidos também respeitando a questão da idade. O último a ser servido deverá ser o anfitrião. Se, no caso, for uma anfitriã, mesmo sendo mulher, ela também deverá ser a última a ser servida. Isso deve ser feito porque o vinho geralmente faz parte do convite do anfitrião a seus convidados, por isso ele deve ser o último a degustá-lo.

Se o jantar for em casa, com o próprio anfitrião servindo, todas essas regras se mantêm. Porém, se for uma reunião entre amigos mais próximos e sem tanta formalidade, você pode eliminar questões como a idade e o gênero dos seus convidados no momento de servir.

Levar vinho para restaurantes

Se você planeja um jantar em um restaurante, você também pode levar seu próprio vinho. Nem sempre é a opção mais econômica, porque normalmente é cobrada uma taxa para isso, mas, pelo menos, garantirá que você tenha à sua disposição um dos seus vinhos preferidos, colaborando, até mesmo, para que você escolha com maior propriedade o cardápio mais adequado.

Entretanto, sempre verifique antes se o restaurante escolhido aceita que os clientes levem o próprio vinho e analise a taxa que será cobrada, para ver se realmente vale a pena ou se é melhor escolher algum item da carta de vinhos do próprio restaurante.

Não encoste a garrafa na taça

Um outro ponto importante no momento de servir a bebida é jamais encostar a boca da garrafa na boca da taça. Isso é considerado errado, apesar de parecer a maneira mais segura de não derramar vinho, principalmente aquela última gota. O contato pode quebrar a taça, gerando um desastre ainda maior, principalmente se a taça for de um material mais fino, como o cristal.

Sem jamais encostar os dois recipientes, sirva o vinho de acordo com a taça. Se ela tiver uma boca menor, como no caso das taças de vinho branco ou espumantes, você pode aproximar mais, mas se ela tiver uma boca maior, como no caso dos tintos, você poderá servir com uma distância maior e mais segurança.

Para não ter problemas com essa última gota que fica no gargalo da garrafa, e que pode manchar a toalha da mesa, você pode usar um descanso de copo para acomodar a garrafa, colocar um bico na garrafa apropriado para esse fim ou, até mesmo, deixar um pano à sua disposição, secando o gargalo da garrafa cada vez que servir o vinho.

Sirva a quantidade certa

No momento de servir o vinho, evite perguntar a respeito da quantidade: “tá bom?”, “quer mais?” – Perguntas assim podem ser deselegantes, tanto para quem serve quanto para quem é servido. Por isso busque oferecer a mesma quantidade para todos os convidados.

Se você está sendo servido e acha que já é o suficiente, evite também bater a boca da taça no gargalo da garrafa, indicando que está satisfeito com aquela quantidade. Se for possível, deixe a taça na mesa, sem levantá-la no ar.

A quantidade indicada para servir um vinho é, normalmente, de três dedos. Pode parecer pouco, mas é a quantidade ideal para que quaisquer tipos de vinhos tenham mais espaço para serem aerados, além do fato de que serão consumidos a tempo de não perderem a sua temperatura ideal. Se a taça estiver cheia, por exemplo, não será possível girar o líquido para sentir seu aroma e suas outras propriedades.

Como segurar a taça

Ao contrário do que acontece com a garrafa, no momento de segurar a taça, você deve procurar ter o máximo de controle e segurança sem, contudo, tocar o bojo. Isso porque ela geralmente tem um material mais fino, fazendo com que o calor da sua mão aqueça o vinho e ele perca um pouco da sua qualidade.

Segure a taça sempre pela haste, deixando sua experiência mais correta e elegante.

Deve-se trocar a taça ao se trocar o vinho?

Por se tratar de sabores diferentes, o ideal é que, cada vez que você troque o vinho, a taça seja também trocada. Se o tipo de vinho for trocado, como de um tinto para um branco, o motivo para a troca de taça vai além, porque cada vinho exige um recipiente diferente para que seja apreciado em sua totalidade.

Se não for possível trocar a taça, você pode colocar um pouco de água, buscando remover os restos da bebida anterior, e então jogar o líquido fora ou até mesmo bebê-lo.

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo