TOKIO MARINE SEGURADORA

Mercado livre de energia é tema de seminário na ABIMAQ

  • Escrito por  Márcia Brandão Azevedo
  • Publicado em Demais
  • Imprimir

Evento apresentou os potenciais do mercado livre de energia aos consumidores interessados em migrar para este tipo de contratação

Com o objetivo de debater alternativas para reduzir os gastos com energia, os aspectos práticos sobre a migração do mercado cativo para o livre de energia e as perspectivas para o setor, a ABIMAQ e a ABRACEEL (Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia) realizaram o seminário “Mercado Livre de Energia”, no dia 05 de julho, na sede da ABIMAQ.

“Nesse ambiente de contratação, em que o consumidor escolhe livremente seu fornecedor de energia, pode-se obter uma redução significativa nas contas de luz, em comparação com os valores pagos no mercado cativo, cuja energia é contratada via distribuidoras. Dessa forma, os consumidores podem aumentar sua competitividade adquirindo energia no mercado livre”, avalia José Velloso, presidente executivo da ABIMAQ.

De acordo com o vice-presidente da ABIMAQ, Cesar Prata, energia é um tema que está constantemente presente nos debates devido à relevância mundial desse setor. “A matriz energética do planeta está mudando. Tenho certeza que as alternativas oferecidas nesse evento são de grande importância para os consumidores de energia”, comenta Prata.

Oportunidades

Durante o seminário, Reginaldo Medeiros, presidente executivo da ABRACEEL, explicou as diferenças entre os mercados cativo e livre de energia e os potenciais que este último oferece aos consumidores interessados.

“Como perspectiva para o segmento industrial, o consumidor cada vez mais vai interagir com o sistema elétrico. Nesse contexto, o mercado livre de energia tem um papel central”, afirmou Medeiros, dizendo que os interessados nesse mercado encontrarão boas oportunidades no Brasil.

Já o gerente executivo de Atendimento da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Rodolfo Aiex, explicou sobre a atuação da câmara, as características do setor elétrico brasileiro e o processo de migração para o mercado livre de energia: “A decisão para realizar a migração não é só por conta de preço, mas de estratégia”.

Na ocasião, a ABRACEEL lançou uma cartilha do mercado livre de energia, um guia básico para consumidores potencialmente livres e especiais, e instalou um totem no térreo da ABIMAQ que calcula o potencial de energia na conta de luz no mercado livre.

Entenda as principais diferenças entre os mercados cativo e livre de energia

Mercado Cativo

- Mercado atendido pelas distribuidoras;

- Consumidor não tem opção de escolha do fornecedor de energia;

- Distribuidora entrega e fatura a sua energia com as tarifas fixadas pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica);

- Não pode haver discriminação de consumidores.

Mercado Livre

- Consumidor escolhe livremente seu fornecedor;

- Negociação bilateral entre consumidores e fornecedores;

- Preços e outras condições são definidos em contratos.

Para fazer o download da cartilha, acesse:

www.abraceel.com.br.

 

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo