TOKIO MARINE SEGURADORA

PPG divulga recorde de vendas líquidas e ganhos ajustados no quarto trimestre em relação a 2014

  • Escrito por  Estratégia Ketchum
  • Publicado em Demais
  • Imprimir

O faturamento líquido do quarto trimestre aumentou 7% nas moedas locais;

O volume de vendas trimestral cresceu aproximadamente 2 %, liderado pelos ganhos da Europa e Ásia;

O lucro registrado do quarto trimestre conforme ação diluída de US$1,23 cresceu 17% a taxa anual, apesar do impacto desfavorável da conversão de moeda estrangeira;

Implementação de caixa em US$1,15 bilhões no ano, incluindo aquisições corporativas de mais de US$400 milhões e recompra de ações de US$750 milhões;

Vendas líquidas do ano em US$15,3 bilhões; as vendas aumentaram em mais de 7% anual nas moedas locais;

Lucros registrados de reajuste anual por ação diluída de operações contínuas no total de US$5,69, crescimento de 17% ano a ano;

Investimentos de caixa e de curto prazo totalizaram US$1,5 bilhões no final do ano.

A PPG registrou vendas líquidas no quarto trimestre de 2015, a partir de operações contínuas, no total de US$3,7 bilhões, coerente com o ano anterior. As vendas líquidas em moeda local cresceram 7 % em relação ao ano anterior, sendo 5 % desse aumento as vendas relacionadas a aquisições e aproximadamente 5 % de aumento de volume de vendas. A conversão desfavorável de moeda estrangeira impactou as vendas líquidas em 7 %, ou aproximadamente US$250 milhões.

No último trimestre de 2015 registrou-se um lucro líquido de operações contínuas de US$314 milhões ou US$1,16 por ação diluída. No último trimestre de 2015 o lucro líquido reajustado de operações contínuas foi US$332 milhões ou US$1,23 por ação diluída. O lucro líquido reajustado exclui encargos fiscais relacionados a transações no valor total de US$ 11 milhões ou 4 centavos de dólar por ação diluída, e uma taxa de dívida de refinanciamento de US$ 7 milhões ou 4 centavos por ação diluída. A alíquota fiscal efetiva para o trimestre foi 24,5 %.

No último trimestre de 2014 registrou-se um lucro líquido e lucro por ação diluída de operações contínuas no valor de US$86 milhões e 31 centavos de dólar, respectivamente. No quarto trimestre de 2014 o lucro líquido reajustado de operações contínuas foi US$293 milhões ou US$1,05 por ação diluída, excluindo encargos fiscais de US$200 milhões ou 72 centavos de dólar por ação diluída, para refinanciamento das dívidas, e US$36 milhões ou 13 centavos por ação diluída, para custos relacionados à transação, principalmente para a aquisição da Comex, parcialmente compensada por um benefício fiscal de US$29 milhões ou 11 centavos por ação diluída, a partir de uma decisão favorável sobre uma questão fiscal do ano anterior. A alíquota fiscal efetiva para o trimestre do ano anterior foi 23,5 %.

"Mais uma vez, entregamos um forte desempenho financeiro no último trimestre e todo o ano de 2015", afirmou Michael H. McGarry, presidente da PPG e diretor executivo. "Os resultados melhoraram, apesar do impacto persistente e desfavorável das moedas estrangeiras mais fracas, o que foi mais do que compensado pelos benefícios da expansão monetária agregada a lucros, aumentando os volumes de vendas e nosso inabalável foco nas despesas.

"Para o quarto trimestre, nossos lucros reajustados por ação diluída de operações contínuas aumentaram 17 %, apoiados em um lucro mais elevado em cada segmento de atuação", disse McGarry. "Enquanto a demanda geral econômica mundial permaneceu mista no trimestre, nossos volumes de vendas cresceram cerca de 2 %, sendo nosso maior crescimento de volume ano a ano em todos os trimestres de 2015.

"Esse sólido crescimento do volume resultou da nossa capacidade de continuar a aumentar a share of wallet por meio da adoção de novas ou das principais tecnologias da PPG pelos clientes. Além disso, nos beneficiamos de uma ampla melhora da demanda europeia, já que nossos volumes, nessa região, aumentaram constantemente em todos os trimestres do ano. Também retornamos para uma sólida taxa de crescimento de metade do percentual na Ásia, enquanto que nas Américas os resultados for mistos para cada país mas coerentes com o ano anterior", declarou McGarry.

"Nosso segmento de Revestimentos Industriais liderou o crescimento do volume de vendas com uma melhora aproximada de 5%. Isso incluiu o desempenho contínuo acima do mercado de revestimentos de fabricantes automotivos e de acondicionamento, complementado pelo lucro em nossa indústria de maneira geral e revestimentos e negócios de materiais da nossa especialidade, que experimentaram um declínio de volume nos dois trimestres anteriores. No segmento de Revestimentos de Desempenho, cresceu, na EMEA, o volume de vendas de reaplicação automotiva, de revestimento de proteção e naval e revestimento arquitetônico; ao mesmo tempo, vivenciamos uma demanda mais fraca por revestimentos arquitetônicos no Canadá e menor volume de revestimento aeroespacial, em relação ao forte crescimento do ano anterior", afirmou McGarry.

"Ao longo do ano, continuamos a executar nossos objetivos estratégicos, incluindo a expansão agregada de nossa carteira de revestimentos com sinergias obtidas da integração bem-sucedida de nossa aquisição da Comex, juntamente com a conclusão de outras seis aquisições", disse McGarry. "Ademais, mantivemos nosso patrimônio de devolução monetária aos acionistas, sendo US$1,1 bilhões transferidos durante o ano por meio de dividendos e recompras de ações".

No mês de abril, a empresa aumentou o dividendo acionário em 7 %. A PPG tem desembolsado dividendos anuais por 116 anos consecutivos, incluindo 44 anos consecutivos de aumento de pagamentos anuais por ação.
À medida que ingressamos em 2015, prevemos que o crescimento econômico global irá continuar, mas em um ritmo variado e misto por grandes economias. Na região Ásia-Pacífico, provavelmente o crescimento permanecerá desigual ao longo do ano, mas sólido o ano inteiro. O principal fator desse crescimento é um aumento dos gastos do consumidor, o que é vantajoso para a PPG pelo fato de afetar a maioria de nossos produtos comercializados na região", afirma McGarry.

"A expansão econômica da América do Norte provavelmente irá continuar em um ritmo moderado, comparável ao ano passado, apoiado em vários setores", declara McGarry. "Também esperamos que as economias europeias se apoiem nas amplas taxas de crescimento atingidas em 2015, o que será favorável para a PPG, dado que cerca de 30 % de nossas vendas ocorrem nessa região e temos reduzido substancialmente nossa estrutura de custos lá.

"De uma perspectiva da PPG, mantemos concentrados em proporcionar um maior crescimento orgânico, incluindo a comercialização contínua de nossas tecnologias de revestimento inovadoras e líderes no setor. Além disso, manteremos iniciativas agressivas de custo e produtividade. Por fim, nosso balanço patrimonial permanece forte e pretendemos continuar a criar valor para os acionistas por meio de expansão monetária agregada a lucros", concluiu McGarry.

Hoje a PPG reiterou que está a caminho de implementar entre US$ 2,0 bilhões e US$2,5 bilhões de caixa, nos anos 2015 e 2016 combinados, em aquisições e recompra de ações. A empresa informou que isso gerou mais de US$1,8 bilhões de caixa de operações contínuas em 2015 e seu caixa e investimentos de curto prazo totalizaram US$1,5 bilhões no final do ano. A PPG também registrou os seguintes usos de caixa aproximado em todo o ano de 2015: US$475 milhões por despesas de capital, US$385 milhões por dividendos pagos, mais de US$400 milhões de aquisições (preço de compra) e US$750 milhões de recompra de ações, totalizando aproximadamente 7,0 milhões de ações.

Resultados Financeiros do Segmento Registrável do Quarto Semestre de 2015

Revestimentos de Alto Desempenho - as vendas líquidas deste segmento no quarto trimestre foram de US$ 2,06 bilhões, US$ 31 milhões, ou cerca de 2 %, a menos em relação ao mesmo período do ano anterior. As vendas em moeda local subiram 6 %, subtraindo o impacto da conversão de moeda estrangeira desfavorável de 8 %. Vendas relacionadas a aquisição totalizaram cerca de US$ 120 milhões, incluindo um mês das vendas decorrentes da Comex desde sua aquisição em novembro de 2014. O crescimento orgânico continuou a crescer na área de revestimentos de acabamento automotivo, refletindo um aumento da demanda do usuário final, especialmente na Ásia. Excluindo o impacto da conversão de moeda estrangeira e aquisições, as vendas de revestimentos arquitetônicos nas Américas e Ásia-Pacífico foram baixas, sendo as maiores vendas orgânicas no México e EUA enquanto que as demandas mais fracas foram no Canadá, Brasil e China. O volume de vendas de revestimentos arquitetônicos na EMEA (Europa, Oriente Médio e África) aumentou na porcentagem de cerca de 2 % em relação ao mesmo período no ano anterior, conforme a demanda na região continuou a melhorar, mas permaneceu desigual por país. Os volumes de vendas de revestimentos marinhos de proteção agregada melhoraram em cerca de 5 %, com o auxílio dos revestimentos de proteção, que incluiu o benefício das sinergias de vendas relacionadas à Comex. Os volumes de vendas de revestimentos aeroespaciais diminuíram especialmente devido ao forte crescimento no mesmo período do ano anterior e os padrões de ordens do consumidor. O lucro do segmento de US$ 250 milhões aumentou US$ 11 milhões, ou 5 %. O lucro do segmento se beneficiou de ganhos relacionados à aquisição, primeiramente da Comex, e custos menores, incluindo benefícios de sinergias relacionadas à aquisição. A conversão de moeda estrangeira desfavorável impactou os lucros do segmento em cerca de US$ 15 milhões.

Revestimentos Industriais, as vendas líquidas deste segmento no quarto trimestre foram de US$1,37 bilhões, US$27 milhões, ou cerca de 2%, de aumento em relação ao mesmo período do ano anterior. Os resultados incluíram o aumento do volume de vendas de 4 % e aumento do volume de vendas relacionado à aquisição de 6 %, compensado parcialmente pelo impacto desfavorável da conversão de moeda estrangeira de 7 %. Revestimentos automotivos de fabricantes originais do equipamento (OEM) tiveram os maiores volumes de vendas, com o aumento agregado de cerca de 5 %, o que foi maior que a taxa de crescimento industrial global de cerca de 4 %. Os revestimentos industriais e revestimentos de especialidade e comércio de materiais tiveram maiores crescimentos anuais após dois semestres consecutivos de diminuição do volume de vendas, com contribuições de todas as principais regiões, lideradas pela Europa e Ásia. O volume de vendas de revestimentos de embalagem cresceu cerca de 5 %, com o auxílio de conversões de novos clientes relacionados a tecnologia. O lucro total do segmento para o trimestre foi de US$ 240 milhões, um aumento de $ 17 milhões, ou 8 %, anual como resultado do aumento de vendas e diminuição de custos, inclusive os benefícios iniciais da reestruturação de negócios. A conversão de moeda estrangeira desfavorável impactou os lucros do segmento em aproximadamente US$ 10 milhões.

Segmento do vidro - as vendas líquidas no trimestre foram de US$ 265 milhões, diminuição de US$ 7 milhões, ou 3 %, anual, ama vez que os volumes maiores e preços melhores de vendas foram compensados pela conversão desfavorável à moeda estrangeira e redução das vendas resultantes da venda em 2014 de uma unidade de produção de a vidro plano. A demanda por vidro plano sólido continuou para produtos com valor agregado para mercados residenciais e não residenciais de uso final. O volume de vendas de fibra de vidro também aumentou, uma vez que a uma maior demanda dos EUA compensaram a baixa atividade na Europa. Os lucros do segmento foram de US$ 38 milhões, um aumento de US$ 5 milhões em relação ao ano anterior, impulsionado pelas vendas de produtos orgânicos que compensaram parcialmente o fraco desempenho do custo de manutenção relacionado unidade de fabricação de vidro plano da Fresno, Califórnia, que está programado para passar por um grande projeto de reparação no primeiro trimestre de 2016.

Resultados Financeiros de 2015:
As vendas líquidas de 2015 de operações contínuas foram de US$ 15,3 bilhões, coerente com o ano anterior. As vendas relacionadas à aquisição contribuíram em 6 % anuais, complementando o aumento do volume de vendas de 1 %, compensando um impacto de conversão desfavorável de moeda estrangeira de 7 %. Os resultados de 2015 relataram que o lucro líquido de operações contínuas foi de US$ 1,41 bilhões, ou US$ 5,14 por ação diluída, em relação a US$ 1,13 bilhões, ou $4,05 por ação diluída, em 2014. O lucro líquido ajustado de 2015 de operações contínuas foi de US$1,56 bilhões, ou US$5,69 por ação diluída, em relação a US$ 1,36 bilhões, ou US$4,88 por ação diluída, em 2014, representando um aumento do lucro ajustado por ação diluída de 17 %. Em 2015, a conversão desfavorável de moeda estrangeira impactou as vendas em US$ 1,1 bilhões e o lucro pré-imposto em aproximadamente US$120 milhões. A taxa de imposto constante nos lucros ajustados em 2015 foi de 24,5 % para todo o ano. A taxa de imposto equivalente de 2014 foi de 23,9 %.

Declarações Prospectivas
As declarações contidas neste documento relacionadas a assuntos que não são dados históricos são declarações prospectivas que refletem a visão atual da PPG em relação à eventos futuros e desempenho financeiro. Esses assuntos com entendimento na Seção 27A da Lei de Valores Mobiliários de 1933, conforme alterada, e Seção 21E da Lei da Bolsa de Valores de 1934, conforme alterada, envolvem os riscos e incertezas que possam afetar as operações da PPG, conforme discutido nas declarações da PPG com a Comissão de Valores Mobiliários e Câmbio em conformidade com as Seções 13(a), 13(c) ou 15(d) da Lei de Câmbio e com as normas e regulamentações promulgadas no seu âmbito. Assim sendo, muitos fatores podem fazer com que os assuntos reais se difiram significativamente das declarações prospectivas contidas neste documento. Tais fatores incluem condições econômicas globais, o aumento de preços e concorrência de produtos com empresas nacionais e estrangeiras, flutuações de custos e disponibilidade de matérias-primas, a capacidade de manter relacionamentos acordos favoráveis com fornecedores, o momento de realização de economia de custos esperados de iniciativas de reestruturação, dificuldades na integração de negócios adquiridos e de atingir as sinergias esperadas destes, condições político-econômicas dos mercados internacionais, a capacidade de penetrar em mercados nacionais e estrangeiros existentes, em desenvolvimento e emergentes, taxas cambiais e flutuações destas, o impacto da futura legislação, o impacto das regulamentações ambientais, interrupções inesperadas de negócios e a imprevisibilidade de litígio futuro existente e possível, incluindo litígios que podem resultar caso o estabelecimento de amianto discutido nos processos da PPG com a Comissão de Valores Imobiliários não se efetivar.

Entretanto, não é possível prever ou identificar todos esses fatores. Consequentemente, enquanto a relação de fatores aqui apresentados e no Formulário 10-K de 2014 da PPG são considerados representativos, tal relação não deve ser considerada uma declaração completa de todos os potenciais riscos e incertezas. Fatores não relacionados podem apresentar obstáculos adicionais significativos para a execução de declarações prospectivas. As consequências de diferenças materiais em resultados comparados com aqueles previstos nas declarações prospectivas podem incluir, dentre outros, menores vendas ou lucros, interrupção dos negócios, problemas operacionais, perda financeira, responsabilidade jurídica perante terceiros e riscos similares, qualquer um dos quais poderia representar um efeito adverso material na condição financeira consolidada da PPG, ou resultados de operações ou de liquidez. Todas as informações desta apresentação se referem apenas a 21 de janeiro de 2016 e nenhuma divulgação desta apresentação após essa data se destina ou será interpretada como atualização ou confirmação dessas informações. A PPG não se responsabiliza pela atualização de nenhuma declaração prospectiva, salvo se de outra forma exigido pela lei aplicável.

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo