TOKIO MARINE SEGURADORA

Terra ‘mais verde’ esconde diagnósticos

  • Escrito por  Ricardo Viveiros & Associados
  • Publicado em Demais
  • Imprimir

Responsável pelo enverdecimento, CO2 segue como problema global

Um estudo publicado na última terça-feira (26) pela Revista Nature Climate Change conclui que a Terra está mais verde do que 33 anos atrás, graças ao gás carbônico (CO2). Embora seja notícia importante, revelando um avanço das plantas no planeta, deve ser vista com cuidado ao passo que nem tudo deve ser comemorado.

De acordo com Reinaldo Dias, especialista em ciências ambientais da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas, a identificação das plantas mais favorecidas espelharia melhor os resultados da pesquisa. O excesso do CO2 favorece as plantas pioneiras (gramínea, por exemplo) que se desenvolvem mais rápido. As árvores de grande porte absorvem mais CO2, mas também respiram em grandes quantidades, liberando gás carbônico. Outros vegetais que absorvem CO2 em demasia são as plantas oceânicas - em particular o fito plâncton - responsáveis por consumir 50% do gás carbônico.

Segundo o professor, identificar o tipo de esverdeamento em processo é uma premissa importante para se compreender o fenômeno e o quanto afeta os seres humanos. “Fica claro que o aumento não é nas florestas, já que estas continuam a ser derrubadas em todo o mundo e necessitam ser protegidas com mais firmeza. E quanto ao CO2: continua a ser o vilão da história, grande problema global que só será combatido com a diminuição da utilização os combustíveis fósseis”, completa.

Reinaldo Dias é doutor em Ciências Sociais, mestre em Ciência Política, especialista em Ciências Ambientais e Professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em Campinas. Está disponível para entrevistas.

Sobre o Mackenzie

A Universidade Presbiteriana Mackenzie está entre as 100 melhores instituições de ensino da América Latina, segunda a pesquisa QS Quacquarelli Symonds University Rankings, uma organização internacional de pesquisa educacional, que avalia o desempenho de instituições de ensino médio, superior e pós-graduação.

Compartilhar::
Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...  www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

voltar ao topo