Brasil, 18 de Novembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Brasil já tem tecnologia para capturar drones

  • Escrito por  Angela Trabbold
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Veículos
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Ferramenta criada por pesquisador da Unicamp, em parceria com a Neger Telecom, pode impedir entrada de drones em presídios, além de ajudar a proteger aeroportos, empresas e condomínios.

Criados para fins militares, os drones acabaram passando para o ‘outro lado’. Nos últimos anos, houve dezenas de casos no Brasil em que essas aeronaves foram utilizadas para levar drogas e celulares para dentro de presídios e também para espionar empresas e residências com a objetivo de se planejar assaltos. Ontem (12/11), um drone invadiu a cabeceira do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, o que gerou cancelamento de dezenas de voos.

Esses usos “do mal”, no entanto, estão com os dias contados. Um sistema inédito no mundo, criado por um jovem pesquisador brasileiro, possibilita “sequestrar” drones, assumindo seu controle à revelia de quem os colocou para voar. Batizado de Drone Control, o sistema foi desenvolvido por Maurício Martins Donatti, aluno de pós-graduação da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), sob orientação do professor Leandro Tiago Manera. Donatti é pesquisador-bolsista da empresa Neger Telecom, uma pequena empresa de base tecnológica também de Campinas, SP.

Aplicações – O Drone Control é capaz de detectar a aproximação da aeronave em um raio de cerca de um quilômetro. Em poucos segundos o sistema identifica os códigos de comunicação entre o controle remoto e o drone, passa a utilizar esses códigos de uma maneira mais eficiente do que o controle remoto do aparelho e, assim, assume o comando da aeronave.

Trata-se de uma tecnologia inédita no mundo e que apresenta um nível de sofisticação sem precedentes. “Os bloqueadores de drones existem há algum tempo, mas têm limitações”, explica Eduardo Neger, diretor de Engenharia da empresa. “Quando se aproxima da área bloqueada, a aeronave cai ou retorna para o local de onde decolou”, explica. Além disso, pela lei brasileira, o uso dos bloqueadores é restrito a presídios. “Por isso, a aplicação do Drone Control será muito útil também para dar proteção a aeroportos, condomínios e plantas industriais ou auxiliar na segurança de megaeventos, resorts e hotéis”, exemplifica Neger.

Maurício Donatti explica que o Drone Control usa a técnica de spoofing – similar às que os hackers empregam para invadir uma rede de computadores com o objetivo de roubar dados. “Em nossas pesquisas, não encontramos nada semelhante no mundo quando o assunto é assumir controle de drones”, revela. O pesquisador conta que, para desenvolver a tecnologia, estudou vários modelos de aeronaves, principalmente as vendidas no mercado brasileiro.

A pesquisa que resultou no Drone Control teve verbas do Programa de Formação de Recursos Humanos em Áreas Estratégicas (RHAE), do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). O processo de patente do produto está em andamento, capitaneado pela Agência de Inovação da Unicamp. Um convênio celebrado entre a Neger e a Unicamp garante o compartilhamento da propriedade intelectual.

Sobre a Neger Telecom: Empresa de base tecnológica de origem familiar, a Neger Telecom foi fundada há 30 anos, inicialmente como fabricante de chocadeiras elétricas. Eduardo Neger, com formação técnica em eletroeletrônica (1990) e engenharia elétrica (1997) pela Unicamp, foi o responsável pela guinada da empresa, que atua no mercado com diversas soluções inovadoras, como bloqueadores de celulares para presídios e sistema de rastreamento por satélite para áreas remotas. Cerca de 80% do faturamento da empresa advém de produtos e serviços desenvolvidos nos últimos cinco anos.

Trata-se de uma empresa-filha da Unicamp, listada por dois anos consecutivos entre as “Empresas que Mais Crescem no Brasil” em sua categoria, segundo ranking 2016 e 2017 da Deloitte e da Revista Exame. Foi também listada no Anuário Telecom de 2017 entre as 100 maiores empresas de Telecom e as cinco mais rentáveis do país.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::