Brasil, 21 de Setembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Eletra prevê evolução do transporte coletivo em São Paulo e uso de tecnologias limpas

  • Escrito por  Maristela
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Veículos
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Novo Plano de Metas da Prefeitura de São Paulo estipula índice de redução de poluentes pelos ônibus, 72 quilômetros de corredores, 50 mil lugares novos nos transportes


A Eletra, principal fabricante brasileiro de tecnologias de tração elétrica e híbrida para ônibus, prevê, até 2020, a significativa evolução do transporte coletivo na capital paulista, com a adoção de tecnologias de propulsão mais limpas e sustentáveis, consequente redução de emissões e a elevação em sua utilização por parte da população.

A perspectiva da empresa baseia-se na divulgação do Novo Plano de Metas da Prefeitura de São Paulo, que determina, até 2020, a implantação de 72 quilômetros de corredores de ônibus e de quatro mil novos veículos, além de definir índices para diminuição de poluição para a frota da capital paulista, com 15% menos de CO2, o equivalente a 156.649 toneladas a menos na atmosfera, e redução de 50% nas emissões de materiais particulados e de 40% de NOx.

De acordo com Iêda Maria Alves Oliveira, da Eletra, as novas metas vão incentivar os operadores a buscar em suas frotas de veículos elétricos ou híbridos para atender aos índices menores de emissões, o que colaborará para o crescimento da frota com essas tecnologias. “A proposta é muito boa, porém os critérios de medição que vão indicar o cumprimento das metas, precisam ser transparentes e considerar ações efetivas, que só serão alcançadas de fato pela introdução dos ônibus com tecnologias de baixa emissão”, analisa Iêda Alves.

O novo plano da Prefeitura de São Paulo propõe a aquisição de quatro mil novos ônibus, que toda a frota, com cerca de 14 mil unidades, deve ser composta por veículos acessíveis e que sejam oferecidos 50 mil lugares a mais no período de pico da manhã. Também exigirá que, pelo menos seis mil unidades sejam equipadas com sistema de ar-condicionado, tomadas USB e Wi-Fi.

Está prevista ainda a criação de dois novos terminais de ônibus, ambos na zona leste, no Itaim Paulista e em Itaquera, e que os 72 quilômetros de novos corredores estarão localizados nas regiões das prefeituras regionais de Aricanduva, Butantã, Campo Limpo, Cidade Tiradentes, Guaianases, Ipiranga, Itaim Paulista, Itaquera, M Boi Mirim, São Mateus e Vila Prudente.

Benefícios para a sociedade e o meio-ambiente

Segundo Iêda Alves Oliveira, os benefícios e vantagens da mobilidade elétrica e híbrida para o meio-ambiente e preservação ambiental poderão ser sentidos imediatamente com a utilização de tecnologias como o Dual Bus, ônibus elétrico de conceito inédito desenvolvido pioneiramente no Brasil. Veículos como o Dual Bus, não somente proporcionam benefícios imediatos na redução de emissões e poluição, mas também colaboram diretamente na mobilidade urbana. “Não podemos separar redução da poluição ambiental e mobilidade urbana. Além da adoção imediata de tecnologias sustentáveis e não-poluentes nos veículos, precisamos dar prioridade para o transporte coletivo e assim reduzir os congestionamentos e melhorar o trânsito urbano”, destaca

O Dual Bus já está em operação no Corredor ABD de São Paulo, operado pela Metra Transportes. A grande novidade tecnológica do veículo é o seu sistema padronizado de tração elétrica, que pode ser alimentado por várias fontes de energia e circular em duas configurações diferentes: híbrido ou trólebus e híbrido ou elétrico puro. “O Dual Bus não é apenas um híbrido ou um elétrico puro, oferece as duas tecnologias no mesmo veículo”, revela Iêda Alves Oliveira.

Tecnologia brasileira

O Dual Bus é tracionado apenas pelo motor elétrico e a energia para mover esse motor pode vir do banco de baterias, de um motor gerador ou da rede elétrica aérea Troleybus). O modelo híbrido traz ainda a vantagem de reduzir significativamente a emissão de poluentes e pode chegar a zero na operação com o motor-gerador desligado. O consumo de combustível na versão hibrida tem redução de 28%. E como elétrico puro ou trólebus, além de emissão ZERO, consome 33% menos energia, pela eficiência na frenagem regenerativa.

O modelo Dual Bus de 23 metros de comprimentos, tem capacidade de transportar 153 passageiros e não demanda investimentos em infraestrutura de recarga para as baterias, pois quando está operando como híbrido ou elétrico, as baterias também são recarregadas nas frenagens por meio de um sistema conhecido como Kers, sigla em inglês para sistema de recuperação de energia cinética. Quando o freio é acionado, o motor elétrico vira um gerador e a energia que seria desperdiçada na frenagem é reaproveitada e armazenada no banco de baterias.

Sobre a Eletra

Criada em 1988, a Eletra lançou em 1999, o primeiro ônibus elétrico híbrido com tecnologia brasileira. Hoje, a marca está presente em 400 ônibus com tração elétrica em operação na grande São Paulo, além de cidades como Rosário, na Argentina, e Wellington, na Nova Zelândia. Somente na cidade de São Paulo foram fornecidos 220 ônibus elétricos nos últimos quatro anos.

 

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::