Brasil, 19 de Novembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Flavio Maluf Indica Possíveis Caminhos Da Indústria Automobilística

  • Escrito por  Assessoria Flavio Maluf
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Veículos
  • Imprimir
  • Compartilhar::

Setor registra queda, mas dá sinais de recuperação

É sabido que, com a crise, os mais diversos setores da economia são atingidos. No caso do setor da indústria, o reflexo se dá com a demissão de funcionários e a diminuição da produção. Nesta seara, tem-se que a produção de veículos caiu muito nos últimos meses - chegando a uma retração de 18,4% no acumulado do ano em comparação com 2015.

Flavio Maluf, empresário brasileiro, lembra que a indústria automobilística foi o centro dos anos de bonança vividos em nosso país. Através de incentivos financeiros tanto para as empresas quanto para os consumidores, este ramo teve produção e venda das maiores durante algum tempo. Porém, com a retração econômica foi das primeiras a sofrer o impacto.

O presidente da Anfavea - Associação Nacional de Fabricantes de Veículos Automotores -, Antonio Megale, opina no sentido de que agora, com a situação política do país definida, é hora de avançar para reconquistar os mercados perdidos. Megale ainda pensa que o país deve melhorar sua questão de infraestrutura, para poder competir com mais igualdade com o mercado internacional.

Neste ínterim, o empresário Flavio Maluf reforça que é necessário, então, que a indústria automobilística enfrente, por hora, essa deterioração estrutural e se foque em retomar a produtividade diminuída nestes últimos tempos. A coisa já está melhorando: em agosto, houve aumento da demanda do mercado doméstico em 1,4% em relação a julho, tendo sido, também no mês de agosto, o maior número de vendas do ano (e só não foi maior por conta da cidade do Rio de Janeiro estar praticamente parada nas vendas por conta dos Jogos Olímpicos).

Flavio Maluf traz outro dado interessante emitido pelo executivo da Anfavea: as vendas para o exterior tem aumentado seu faturamento. Em agosto, o setor automobilístico faturou US$ 923,8 milhões em vendas externas, o que corresponde a um aumento de 13,1% em relação ao mesmo mês de 2015. Sendo assim, há meios de as empresas seguirem sua produção, sem que afete de forma drástica seu quadro de funcionários.

Com relação aos empregados no setor, os números são consideráveis: um percentual de 6,2% menor, se compararmos os meses de agosto em 2016 e 2015. Porém, Flavio Maluf crê, da mesa forma que já dito por Megale, que com a definição política - que traz um pouco mais de certeza aos investidores - possam se traçar novos rumos, que levem à recuperação, mesmo que de forma lenta e gradual.

A grande questão a ser enfrentada, porém, é o mercado interno. Por mais que as vendas para o exterior tenham crescido - e isso, na verdade, tem direta relação com a queda no mercado brasileiro - a ainda fraca demanda em nosso mercado freia uma recuperação mais célere do setor. Flavio Maluf ainda comenta que, da mesma forma que já foi referência na questão das vendas, a indústria automobilística tem tudo para, em alguns anos, voltar à produtividade e às vendas de antes. Ainda mais no Brasil, onde temos milhões de quilômetros de estradas e mais de duzentos milhões de potenciais consumidores.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::