Brasil, 18 de Novembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Número de novos MEIs é recorde no país

  • Escrito por  Agência Brasil / Monitor Digital /SINDSEG/SP
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Seguros
  • Imprimir
  • Compartilhar::

A tendência é que, com a retomada da economia e o surgimento de novas vagas no mercado formal, o número de nascimentos de MEIs sofra um decréscimo - diz o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Serasa, Victor Loyola.

Entre as 1.545.360 novas empresas instaladas no país entre janeiro e agosto de 2017, 78,5% (ou 1.213.229) eram microempreendimentos individuais (MEIs). Ambos os registros são os maiores já apurados pelo Indicador Serasa Experian de Nascimentos de Empresas para o período, além de 10,5% superior ao registrado entre janeiro e agosto do ano passado, quando 1.098.130 microempreendedores individuais surgiram, frente a um total de 1.379.988 novos negócios.

Em agosto de 2017, quando surgiram 207.950 empresas, o número de novas MEIs bateu recorde, comparado com todos os meses de agosto desde 2010: foram 157.818 contra 145.070 nascimentos registrados em agosto de 2016, alta de 8,8%. Desde agosto de 2010 até agosto de 2016 a representatividade dos MEIs foi crescente e impulsionou o aumento geral no número de empresas no país. Em agosto de 2017, porém, nota-se uma variação para baixo de 4,13% na participação dos MEIs no total de novos negócios, em relação a agosto de 2016.

- A tendência é que, com a retomada da economia e o surgimento de novas vagas no mercado formal, o número de nascimentos de MEIs sofra um decréscimo - diz o vice-presidente de Pessoa Jurídica da Serasa, Victor Loyola.

Em agosto de 2017, as Sociedades Limitadas registraram a criação de 17.337 unidades ou 8,3% do total de novos negócios; também surgiram 20.316 Empresas Individuais (9,8% do total). O nascimento de novas empresas de outras naturezas jurídicas representou 6,0% (12.479) de todos os novos empreendimentos nascidos em agosto.

No oitavo mês deste ano, o setor de serviços continuou liderando o ranking dos mais procurados por quem decidiu empreender: das 207.950 novas empresas surgidas em agosto de 2017, 132.728 eram de serviços, o equivalente a 63,8% do total. Em seguida, 58.135 empresas comerciais (28,0% do total) e, no setor industrial, foram abertas 16.329 empresas (7,9% do total) no mês.

Observa-se nos últimos sete anos um crescimento constante na participação das empresas de serviços no total de empresas que nascem no país, passando de 52,7% (agosto de 2010) para 63,8% (agosto de 2017).

Por outro lado, a participação do setor comercial de empresas que surgem no país tem recuado (de 36,2%, em agosto de 2010, para 28,0% em agosto de 2017). Já a participação das novas empresas industriais se mantém estável.

O Sudeste segue liderando o ranking de nascimento de empresas, com 109.260 novos negócios abertos em agosto de 2017 ou 52,5% do total. A Região Sul ocupou a segunda posição, com 17,3% (35.924 empresas). O Nordeste ficou em terceiro lugar, com participação de 16,6% e 34.481 novas empresas. O Centro-oeste registrou a abertura de 18.782 empresas e foi responsável por 9,0% de participação no total de nascimentos, seguido pela Região Norte, com 9.503 novas empresas ou 4,6% do total de empreendimentos inaugurados.

A Região Centro-oeste foi a que registrou maior alta no número de nascimentos (19,3%) na comparação entre agosto de 2016 e agosto de 2017. O Norte teve crescimento de 17,1% no período, seguida pela Região Sudeste, que apresentou elevação de 15,7%. O Sul contabilizou a abertura de 14,3% a mais de novos empreendimentos na comparação entre agosto de 2016 e agosto de 2017 e, no Nordeste, o aumento representou 11,6%.

Entre os estados, em agosto de 2017, São Paulo foi responsável por 28,5% dos novos empreendimentos, totalizando 59.259. Em seguida, o estado com maior número de novas empresas foi o Rio de Janeiro, com 22.803 nascimentos, 11,0% do total. A terceira posição no ranking nacional de nascimentos em agosto de 2017 ficou com Minas Gerais, com 22.211 novos empreendimentos, 10,7% do total.

Para o levantamento, foi considerada a quantidade mensal de novas empresas registradas nas juntas comerciais de todas as Unidades Federativas do Brasil bem como a apuração mensal dos CNPJs consultados pela primeira vez à base de dados da Serasa Experian.

Temer diz que governo prepara aplicativo para oferecer serviços de autônomos

O Governo Federal vai lançar um aplicativo digital voltado para os microempreendedores. O anúncio foi feito pelo presidente Michel Temer hoje.

- Em breve vamos lançar um aplicativo, o chamado OPS, Oportunidades de Serviço. Basta que você seja um microempreendedor individual, tenha uma pequena empresa, recolha sua contribuição como autônomo, e você vai poder cadastrar, ou melhor, oferecer seu serviço lá. Aí funciona assim: uma pessoa que tiver interesse em contratar um pintor, por exemplo, ou um pedreiro, é só entrar lá, escolher a cidade e vai aparecer a lista de profissionais.

O presidente disse que seu governo liberou, no início de outubro, R$ 9 bilhões em linhas de crédito para as micro e pequenas empresas. As linhas de crédito serão ofertadas pela Caixa Econômica Federal e pelos bancos do Brasil, Santander, Itaú, Bradesco, Banco do Nordeste e Banco da Amazônia.

- O nosso governo vem prestigiando os nossos empreendedores com aquilo que eles mais precisam: crédito para investir. No início de outubro, anunciei um volume de R$ 9 bilhões para que esses pequenos empresários possam pegar um crédito facilitado e, naturalmente, crescer.

Agência Brasil / Monitor Digital /SINDSEG/SP

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::