Brasil, 22 de Setembro de 2017
A- A A+

TOKIO MARINE SEGURADORA

Debate sobre reforma do ensino médio promoveu aproximação com colégios do Rio de Janeiro

  • Escrito por  FUNENSEG
  • Adicionar novo comentario
  • Publicado em Seguros
  • Imprimir
  • Compartilhar::

O consultor e professor da Escola, Francisco Borges.O professor Olivio Fregolente.

Na última quarta-feira, 12 de julho, a Escola Nacional de Seguros realizou a primeira reunião com coordenadores de escolas do ensino médio do Rio de Janeiro (RJ). O evento é uma das ações do programa de aproximação com alunos que vem sendo realizado pela diretoria de Ensino Superior da Escola.

Além do debate, a Instituição está participando de feiras de profissões e promovendo visitas a colégios da cidade, com o objetivo de apresentar a Escola, o mercado de seguros, e as oportunidades de carreira que o curso de Administração oferece.

Com a palestra “Análise e Discussão Sobre a Reforma do Ensino Médio” o evento debateu a proposta de reforma no ensino médio anunciada pelo governo federal em 2016, que gerou uma série de discussões em todo o País.

O encontro contou com a presença do diretor de Ensino Superior, Mario Pinto, do coordenador do Bacharelado em Administração, Edmundo Eutrópio; do coordenador do Tecnólogo em Gestão de Seguros, José Varanda; e de professores da Escola.

Segundo Mario Pinto, as mudanças terão impacto no futuro dos estudantes e quando ingressam nas universidades. “Este é o primeiro evento que fazemos envolvendo os coordenadores dos colégios, com temas que são tangenciais ao ensino médio e ao ensino superior. É muito importante discutir novas formas de conduzir o processo de aprendizagem, que está em constante mudança”, afirmou o diretor.

As mudanças consistem em novas diretrizes que flexibilizam o conteúdo ensinado aos alunos e mudam os formatos das disciplinas tradicionais, dando novo peso ao ensino técnico e incentivando a ampliação de escolas em tempo integral.

Entre as alterações, estão a divisão das disciplinas em cinco áreas de concentração, o aumento na carga horária e a instituição do inglês como disciplina obrigatória.

O consultor e professor da Escola Francisco Borges, afirmou que é muito importante que os educadores conheçam a legislação, pois o mercado está se colocando em um movimento que não é natural. Segundo Borges, investidores entraram no setor de educação e passaram a aplicar seus recursos no ensino médio. “Há uma verticalização e os investidores precisam cativar os estudantes e leva-los para o ensino superior”, disse.

A circunstância se confirma no fato de que apenas 46% das vagas oferecidas no ensino superior são ocupadas, tanto em instituições públicas quanto privadas. “O brasileiro não enxerga a educação como um fator de melhoria na qualidade de vida, mas sim no trabalho”, afirma Borges. Segundo o professor, a reforma veio para instalar a formação técnica e profissional nas instituições.

O professor Olivio Fregolente concorda com essa visão e afirma que a mudança está muito mais na forma de aprendizado do que na transmissão do conteúdo. Para ele, a reforma será instalada para melhorar a qualidade das escolas públicas, que serão as principais afetadas.

“Precisamos de uma reforma para melhorar o aprendizado, mas uma reforma engessada como a que está sendo proposta não irá adiantar”, disse Fregolente. De acordo com o professor, os docentes ainda não estão preparados e devem se adaptar às novas metodologias.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::