Brasil, 25 de Abril de 2018

TOKIO MARINE SEGURADORA

+ F O N T E -

Pacientes saem da fila do SUS usando aplicativos baseados em economia compartilhada

Pessoas que necessitam do atendimento aguardam até quatro anos para realizar um exame e, em casos mais complexos, uma cirurgia pode demorar até dez anos

A saúde pública no Brasil tem vivido uma grande crise. A falta de verba tem impactado negativamente a população que utiliza esse serviço, gerando falta de profissionais, medicamentos e até da manutenção necessária nos equipamentos. Como exemplo, o Hospital Universitário da USP, em São Paulo, foi obrigado a fechar o pronto-socorro infantil em novembro de 2017. Já o renomado Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, teve o PS interditado pela Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo por conta da superlotação.

Além dos problemas com o atendimento de saúde de emergência, a espera para conseguir agendar consultas e exames também é uma questão preocupante. Na cidade de São Paulo, as pessoas podem ter que aguardar até mais de cinco meses para realizar procedimentos como endoscopia ou tomografia, segundo dados da Secretaria Municipal da Saúde. Já em outros estados, a espera por exames pelo SUS é ainda maior. No Rio Grande do Sul, pode-se chegar até dois anos aguardando o procedimento, e, na Bahia, a espera pode passar de quatro anos.

“O problema vai além do tempo de espera para a consulta e para os exames. Muitas vezes me ligam para avisar que a consulta foi adiada. Uma vez cheguei na consulta e os exames já estavam velhos demais, então o médico pediu para fazer os mesmos exames novamente. Como tenho hipertensão e um único rim, deveria ter um acompanhamento médico mais frequente. Agora, por exemplo, estou desde agosto esperando ser chamada para realizar alguns exames”, conta Sueli Souza Barbosa, aposentada, com 66 anos.

Quando se trata dos procedimentos mais complexos, como cirurgias, a demora é ainda maior. Segundo levantamento do Conselho Federal de Medicina, em 16 estados e dez capitais brasileiras, mais de 900 mil pessoas esperam por uma cirurgia não urgente no SUS (Sistema Único de Saúde). Desse número, 750 aguardavam há mais de 10 anos pelo procedimento.

“Essa demora para realizar os exames pode significar um avanço perigoso em doenças que poderiam ter um tratamento simples e eficaz, se realizado logo que descoberta a doença. Muitas vezes o diagnóstico precoce previne uma série de complicações e prolonga a vida do paciente”, explica Marcos Vinícius Gimenes, médico cardiologista e CEO do Consulta do Bem.

Sites e aplicativos baseados em economia compartilhada se mostram como uma opção para driblar o problema das filas e da burocracia com economia compartilhada. Uma das alternativas é o Consulta do Bem, que oferece - em uma assinatura mensal de R$ 29,90 - médicos especialistas, clínicas, laboratórios, hospitais, consultas, exames, vacinas e até cirurgias, com preços acessíveis, sem filas de espera ou burocracias desnecessárias. Sem o auxílio da plataforma, o preço particular cobrado aos pacientes chega a ser até 70% mais caro e sem negociações disponíveis.

“Acreditamos que colaborando para melhorar a prevenção e redução do tempo para diagnóstico e tratamento das doenças, estejamos contribuindo para que as pessoas tenham melhor qualidade de vida com menor custo para a sociedade”, conta Gimenes.

Outra opção que pode ajudar o paciente a economizar com a saúde é o Consulta Remédios, uma plataforma completa que permite comparar preços de medicamentos e itens de perfumaria em 2.800 lojas, desde grandes redes de farmácias até farmácias independentes, em todo o Brasil. Por meio da busca geolocalizada, os usuários podem inserir o seu CEP e encontrar apenas lojas que realmente entregam em sua região. O Consulta Remédios pode ser acessado pela internet ou na versão app, e além da comparação de preço, traz informações detalhadas dos produtos, permitindo, inclusive, baixar a bula para ler e obter informações sobre genéricos e similares, para apoiar sua decisão de compra. Pesquisas já realizadas pelo site e app comparador de preços revelaram variações de preços superiores a 900% para um mesmo produto.

“O uso da tecnologia para ajudar na economia com a compra de medicamentos já acontece em todo o Brasil. Hoje, já recebemos mais de 6.5 milhões de visitas por mês, não só para buscas referentes à remédios como também para perfumaria”, destaca Paulo Daniel Vion, CEO do Consulta Remédios.

Enquanto o SUS não consegue atender a demanda, as inovações proporcionadas pela tecnologia ajudam a população a encontrar alternativas para cuidar da saúde.

Sobre o Consulta do Bem:

O Consulta do Bem é uma empresa de tecnologia inovadora. Através da assinatura, é capaz de solucionar - de maneira rápida, eficiente e digital - os problemas de saúde das pessoas, empresas e seus funcionários. Oferece uma ampla rede de serviços particulares de saúde, pagos por uso, e a preços econômicos. A plataforma reúne clínicas e doutores das mais diversas especialidades e permite o agendamento de consultas, exames, vacinas, entre outros serviços. Fundada em 2015, em dois anos já conta com mais de 2 mil clínicas, quase 30 laboratórios e cerca de 10 hospitais cadastrados e em expansão diária. Mais informações em www.consultadobem.com.br. Disponível também para iOS e Android.

Compartilhar::

Participe do GRUPO SEGS - PORTAL NACIONAL no FACEBOOK...: https://www.facebook.com/groups/portalnacional/

Separador
IIMPORTANTE.: Voce pode replicar este artigo. desde que respeite a Autoria integralmente e a Fonte...
 
www.segs.com.br
Separador
No Segs, sempre todos tem seu direito de resposta, basta nos contatar que voce sera atendido. - Importante sobre Autoria ou Fonte..: - O Segs atua como intermediario na divulgacao de resumos de noticias (Clipping), atraves de materias, artigos, entrevistas e opinioes. - O conteudo aqui divulgado de forma gratuita, decorrem de informacoes advindas das fontes mencionadas, jamais cabera a responsabilidade pelo seu conteudo ao Segs, tudo que e divulgado e de exclusiva responsabilidade do autor e ou da fonte redatora. - "Acredito que a palavra existe para ser usada em favor do bem. E a inteligencia para nos permitir interpretar os fatos, sem paixao". (Autoria de Lucio Araujo da Cunha) - O Segs, jamais assumira responsabilidade pelo teor, exatidao ou veracidade do conteudo do material divulgado. pois trata-se de uma opiniao exclusiva do autor ou fonte mencionada. - Em caso de controversia, as partes elegem o Foro da Comarca de Santos-SP-Brasil, local oficial da empresa proprietaria do Segs e desde ja renunciam expressamente qualquer outro Foro, por mais privilegiado que seja. O Segs trata-se de uma Ferramenta totalmente automatizada e controlada por IP. - "Leia e use esta ferramenta, somente se concordar com todos os TERMOS E CONDICOES DE USO".
Separador

Adicionar comentário

Aja com responsabilidade, aos SEUS COMENTÁRIOS em Caso de Reclamação, nos reservamos o Direito, a qualquer momento de Mudar, Modificar, Adicionar, ou mesmo Suprimir os comentarios de qualquer um, a qualquer hora, sem aviso ou comunicado previo, leia todos os termos... CLIQUE AQUI E CONHEÇA TODOS OS TERMOS E CONDIÇÕES DE USO. - O Nosso muito obrigado - Esta ferramenta é automatizada...Sucesso!


Código de segurança
Atualizar

voltar ao topo

Sobre nós::

Siga-nos::

Notícias::

Mais Itens::